Wikipédia Discussão:Política de banimento

Discussões ativas
Busca de consenso

Está sendo buscado um consenso nesta página/seção. Por favor, antes de participar, leia atentamente a página Wikipédia:Consenso. Caso não haja possibilidade de alcançá-lo em determinados pontos, será sugerida a abertura de uma votação, um procedimento menos desejável. Procure então facilitar o consenso.

Propósito da discussão: Tornar a página uma política oficial

Término da discussão: 16/03/2008


Alerto que esta proposta não é meramente uma tradução literal da política oficial anglófona, visto que existem aspectos naquela realidade que não são encontráveis aqui (o ArbCom, por exemplo), substituído pelo consenso do colegiado dos administradores em actividade (para ver um exemplo práctico deste consenso, consulte este arquivamento consensual de sanção de insultos). Como está em andamento uma proposta de definição de subversão do sistema, é igualmente pertinente apresentar soluções para os casos em que tais violações sejam detectadas, bem como como para os casos recorrentes de sockpuppets. Peço a todos que analisem a proposta com seriedade e se manifestem sobre os diversos pontos da mesma. - Al Lemos (discussão) 15h14min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Não tenho nada a objectar ao conteúdo da proposta em discussão; creio mesmo que será de grande utilidade. Bom trabalho Al Lemos. João Sousa DC 16h28min de 1 de Março de 2008 (UTC)

DiscussãoEditar

O texto seguinte foi movido de: Wikipedia:Esplanada/propostas#Proposta_de_pol.C3.ADtica_oficial:_banimento

Isto é conhecido oficialmente como jogar um paralelepipedo no crânio mole de um desmiolado. NH (discussão) 15h46min de 1 de Março de 2008 (UTC)
Grato pelo comentário. - Al Lemos (discussão) 16h04min de 1 de Março de 2008 (UTC)

É só mais uma política que não vai levar a lugar nenhum. Claro que vai ter mais   Concordo do que perninhas de centopéia. NH (discussão) 16h12min de 1 de Março de 2008 (UTC)

  • No mundo virtual, a minha vã burrice não consegue diferenciar banir de bloquear em infinito. NH (discussão) 16h33min de 1 de Março de 2008 (UTC)
Ah, não se preocupe com isso. "Toda unanimidade é burra", já dizia Nelson Rodrigues. Já que você discorda... - Al Lemos (discussão) 16h47min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Eu acho que a gente continua pequeno demais para tantas políticas que estão surgindo. Não seria muito cacique para pouco índio? --Lipe λ FML 16h57min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Eu sou índio. Nunca fui cacique (e nem quero). E quando vamos discutir isso? Quando ultrapassarmos os artigos da Wikipédia anglófona? Em 2034? - Al Lemos (discussão) 17h46min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Quando não existem políticas: "faltam regras a sério, como há na wiki em inglês", quando se criam são ou "não vão servir para nada" ou "somos demasiado pequenos para tantas regras". Eu cá prefiro ter regras que não uso que não ter regras de que preciso. João Sousa DC 20h02min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Al Lemos. Manda brasa no texto que ainda não é oficial [ ou já é, unilaterlamente?]. Pouco importa o resultado, ninguem vai ser banido mesmo. Em 2034 vou contabilizar os banidos. NH (discussão) 20h14min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Concordo com o João Sousa. Que se criem políticas, e espero que nunca se tenham de utilizar! GoEThe (discussão) 20h16min de 1 de Março de 2008 (UTC)

João Souza falou tá falado. É meu herói. NH (discussão) 20h57min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Não entendo como banir. Isso é possível? Minha experiência em um ambiente tão inóspito como o orkut ensinou-me a diferenciar membro de orkut de pessoa do Orkut. Explico. Um membro pode ser banido N vezes, mas a pessoa que está por detrás daquele membro, jamais. Logo.. basta criar N membros e sair fazendo a festa. Até onde sei, não foi exigido meu RG e CPF para me cadastrar na Wikipédia. Entendem como isso não tem valor? Cabe lembrar ainda que nos sistemas atuais de Internet, temos aquilo que se chama de IP-DINÂMICO. Se eu me conectar amanhã terei um IP diferente de hoje. Fico imaginando então se banirão um domínio de Internet inteiro se o discriminante for apenas o IP. Bom... que seja, regras são feitas e devem ser feitas mas, como aplicá-las? É viável? Abraços --Mago® (discussão) 21h08min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Lemarlou. Nunca vi tanta besteira. Vão banir quem? Não conseguem bloquear um IP pornógráfo por 30 minutos. Uns editam e outros criam regras marcianas. Me divirto com essas baboseiras, sem ofender o proponente de primeiro mandato e que quer mostrar seviço. Quatro anos aqui vendo balelas e balelas me dão o direito de dizer que as regras draconianas aqui nunca funcionaram. Ao proponente proponho reverter artigos vandalizados na MR. Sei que vou levar pau por esta observação, porém prefiro ser realista do que idealista.

Vou propor outras sanções oficiais: Extradição, cadeia, pena de morte, serviço à comunidade, preso no pelourinho, tapa na bunda, etc, para os users que fazem caquinha.

Quando o primeiro for banido vou comemorar, se houver um macho para isto acontecer. Enquanto aqui se discute esta baboseira... a caravana passa na MR. NH (discussão) 22h26min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Eu sugiro a leitura atenta dos parágrafos introdutórios do texto. Tem gente aqui que parece estar falando por falar ou não entendeu o espírito da coisa. Ao Mago: vou dar um exemplo simples: o que acontece com um sujeito que repetidas vezes cria contas sockpuppets para fins ilegais? Leva um gancho de alguns meses, certo (na melhor das hipóteses)? Se essa proposta for aprovada, o titereiro poderá ser excluído da comunidade. É isso que não acontece hoje e que, pelo menos na minha opinião, precisa ser criado. Será que é tão difícil assim de entender? - Al Lemos (discussão) 12h22min de 2 de Março de 2008 (UTC)
Nobre colega. Mas como identificar este sujeito? Simplesmente por dedução? Acho difícil isso, a menos que a pessoa use um nome parecido, comece a editar o mesmo artigo de forma semelhante e defenda, como uma cruzada, a mesma idéia. No Orkut, conheço uma pessoa de origem portuguesa (hoje sei até nome completo pois tive que investigar) que costumava infernizar as comunidades de Química até ser banida. Bastou esta pessoa em um belo dia PARTICIPAR novamente em uma comunidade (utilizando-se de outro nome) para percebermos, pela linguagem, modo escrever, erros de português e COINCIDENTEMENTE mesmas idéias, para que finalmente indentificá-la. Foi difícil, fui acusado até de xenofobismo pela pessoa que bani, ela se faz passar por amiga e colega de escola da outra (o ridículo do ridículo) e inventou até profissão, carreira profissional, etc. Olha, foi duro... o desgaste foi tão grande que tenho minhas dúvidas se vale a pena tudo isso. Isso pra mim é deixar de lado o prazer de editar para arranjar atrito com Wikipedistas malucos (e eles estão a solta por ai). Abraços --Mago® (discussão) 12h36min de 2 de Março de 2008 (UTC)
Dedução? Para que serve o checkuser? Por que acha que o Bruno Leonard D​ C​ E​ F foi bloqueado por 30 dias? E não é o único caso. Procure saber, existem outros... - Al Lemos (discussão) 12h53min de 2 de Março de 2008 (UTC)
Al Lemos, o método utilizado pelo "chekuser" é baseado na identificação de IP apenas. E como contornar proxys e VPNs? Tenho certeza que a Wikipédia não tem a lista de todos os proxys do mundo para bloqueá-los um a um. É por isso que eu digo, é perfeitamente possível banir o LOGIN Bruno Leonard D​ C​ E​ F mas jamais a pessoa, pois sempre existirão formas de contornar isto. Para saber mais sobre Checkuser, acesse WP:CH --Mago® (discussão) 19h46min de 2 de Março de 2008 (UTC).
Apenas complementando... estou agora usando outro domínio diferente daquele que usei no parágrafo acima. Dentro destes dois domínios posso escolher qualquer IP. Aqui estou por VPN, posso ainda escolher uma proxy fazendo uma busca no google por "proxy free". Vejam como a lista é extensa. O que pensam a respeito? Abraços --Mago® (discussão) 19h58min de 2 de Março de 2008 (UTC)
  • Amigo, você quer dizer então que o "checkuser" não prova nada e que não pode ser usado para acusar ninguém? Raciocínio curioso. Sugiro também que leia a parte da proposta que fala de "reencarnação". Leu? Não interessa se o banido vai tentar ressurgir como X, Y ou Z: comprovado que é o mesmo fulano que ali está de volta, ele é banido da mesma forma. Para dar um exemplo bem simples, se o cara é nazista e sempre insiste em editar artigos fazendo elogios ao revisionismo, vai acabar sendo descoberto. O que não dá para agüentar mais é a falta de uma política definida e ter de assistir a ação de espertalhões e fraudadores, incapazes muitas vezes de criar um esboço decente que seja, e cuja única participação na Wikipédia se restringe a páginas de discussão e votações. - Al Lemos (discussão) 20h11min de 2 de Março de 2008 (UTC)
O Checkuser só conseguirá provar alguma coisa se a pessoa a ser verificada se utilizar do mesmo IP ou mesmo domínio de IP. Quanto a comprovar se fulano = x, y ou z isso será por dedução se o usuário banido tiver conhecimentos extras em Internet. A única forma de identificar este será pelo estilo de edições ou pela repetição do comportamente apresentado anteriormente. Percebe como o desgaste é grande? De qualquer forma... nada exclui a necessidade das regras de banimento pois, sem elas, não terá como argumentar. Só acredito que, a aplicação de tais regras será impossível nos casos que citei anteriormente, pois não terá como IDENTIFICAR tal pessoa. Abraços --Mago® (discussão) 12h45min de 3 de Março de 2008 (UTC)
Al Lemos, onde fica a proposta de reencarnação? Não achei. Abraços --Mago® (discussão) 12h47min de 3 de Março de 2008 (UTC)
(já que eu não posso apontar no monitor...): Reencarnações. - Al Lemos (discussão) 12h49min de 3 de Março de 2008 (UTC)
Já estava retornando aqui para apagar a pergunta após achar. Vamos ver. hehehe --Mago® (discussão) 12h51min de 3 de Março de 2008 (UTC)

RevisãoEditar

Revisei o texto [1] adequando ao original [2] e retirando das entrelinhas procedimentos que não foram formalmente estabelecidos.pédiBoi (discussão) 21h24min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Alertei no início desta discussão que não se tratava de uma cópia literal da Wikipédia anglófona. "Adequar" o texto é excesso de preciosismo. Caso queira discutir ponto a ponto as divergências nesta página (e não no atacado), tudo bem. Desfigurar a proposta original para torná-la inócua ou dúbia já é outra história. E, aliás, como eu e você temos uma pendência não resolvida, relativa à fraude nesta votação, vou reverter suas alterações. Grato. - Al Lemos (discussão) 21h41min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Também acho que foi demais. Pode-se ir ponto a ponto, discutindo aqui mesmo. Mas relamente, alguns pontos necessitam mesmo de adequação. Lijealso

Que se discuta então. Mas fica aqui o alerta: estamos lidando com um fraudador. E que se julga muito esperto. - Al Lemos (discussão) 21h48min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Como as alterações foram revertidas deixo o link para aquela versão [3] pois não ficarei revertendo. As alterações foram apenas para se adequar ao original, e onde possível às formalidades atuais (sanção de insultos) da Wikipédia lusófona, estou disposto a comentar qualquer divergência identificada na tradução. Não acho necessário justificar as demais alterações pois a discussão deveria se iniciar do pré-estabelecido para então tratar os procedimentos novos, evidenciados na alteração.[4] Me reservo o direito de não comentar sobre acusações pessoais.pédiBoi (discussão) 22h23min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Não comenta por falta de argumentos... - Al Lemos (discussão) 22h25min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Colegiado de administradoresEditar

De onde saiu esta ideia? É consentânea com o espírito wiki e com o processo comunal de discussão/obtenção de consensos? Lijealso

Nós não temos ArbCom. Mas administradores já tomaram decisões em conjunto com o endosso de um burocata. Cito o meu próprio caso como exemplo. - Al Lemos (discussão) 22h00min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Endosso de burocratas? Já leram as atribuições dos detentores desses cargos? Lijealso 22h10min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Foram só adminiwtradores que participaram nessa discussão? A opinião dos não-administradores foi tida em conta na decisão final? Lijealso

Não tive curiosidade em saber quem não era administrador. Mas o endosso foi apenas para o arquivamento. Não quer dizer que seria necessário para os casos aqui em pauta. - Al Lemos (discussão) 22h27min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Decisão de banirEditar

Pontos 2 e 3: transferem-se atribuições do tal ArbCom anglófono para os processos de mediação informal existentes por cá. Mau, no meu ponto de vista. Estes processos são informais, não vinculativos, com intuito de resolver disputas pela positiva. Está-se a desvirtuar a sua função, se for intenção de lhes colocarem também essas novas atribuições. Lijealso 22h10min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Os pontos 2 e 3 são mesmo controversos. Foi exatamente por isso que estão em negrito (por que mais haveria de ser? :). Eu cheguei a apresentar uma proposta na Esplanada para a criação da função de mediador formal (as pessoas se candidatariam, seria feito um exame de suas qualificações para o exercício do cargo etc). Posso apresentar uma proposta formal para isso, caso seja necessário. Todavia, perceba que o item 2 fala que o banimento "pode ser recomendado como solução extrema" e não que será utilizado. O item 3 dá seguimento ao 2 e surge o "estágio probatório", que seria digamos, uma "liberdade vigiada". Mas não há imposição do banimento, pois "o tutor poderá solicitar o banimento". Ninguém disse que isso é a palavra final. Como pode perceber, o banimento só é adotado em casos extremos, e dão-se todas as oportunidades antes de sua aplicação. - Al Lemos (discussão) 22h37min de 1 de Março de 2008 (UTC)

Banimento ou Bloqueio?Editar

Sou recente wikipedista e novato. A discussão é bem confusa pra mim. Afinal é: Banir wikipedista definitivamente (ou bloquear provisoriamente ou infinitivamente)? Lech (discussão) 01h36min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Usuário banido um usuário significa que ele será naturalmente bloqueado. Porém não será dado a ele a oportunidade de se redimir e poder ser desbloqueado e voltar a editar.

Se ele editar, via sock puppet suas edições deverão ser revertidas (salvo se ele tinha removido um WP:VDA e casos semelhantes) e os demais usuários não deverão responder a quaisquer mensagem dele, podendo estas mensagens serem revertidas (apagadas). O objetivo desta instância é ter paz na wiki para editar.

Usuário bloqueado provisoriamente pelo que comentaram, seria um usuário que seria mantido bloqueado por tempo infinito até que a sua situação fosse totalmente avaliada e discutida pela comunidade. Mas isso eu ainda não sei bem em que caso seria aplicado. Não usamos até o momento esta opção.

Usuário banido definitivamente usuário que sofreu uma sansão de insultos ou que criou uma conta apenas para vandalizar ou que insiste em subir imagens com copyright e casos sistemáticos de comportamento desestabilizador. Porém poderá ter seu bloqueio suspenso, caso cesse suas ação errônea e decida colaborar na wiki.

O que eu escreví acima foi o que eu consegui entender até o momento. A proposta foi apresentada ha´pouco (um dia).--OS2Warp msg 02h03min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Obrigado, OS2Warp. Felizmente, existem pessoas dispostas a colaborar (e não apenas a se prestar ao papel de "agente provocador"). Complementando o que disse o OS2Warp:

  • Banimento provisório (e não "bloqueio provisório"): seria usado em casos em que ainda há alguma esperança de reverter o comportamento desestabilizador do usuário (alguém que tenta fraudar votações seguidas vezes, insulta repetidamente outros usuários etc, poderia ser enquadrado aqui). O usuário é banido da comunidade e bloqueado por um tempo estipulado. En quanto estiver banido, o conteúdo de sua página de usuário é substituído por um aviso de banimento.
  • Banimento definitivo: a comunidade conclui que o comportamento do usuário não sofreu alteração, apesar de todos os avisos, sanções, bloqueios etc. Ele então poderá ser excluído definitivamente da comunidade (e não apenas suas contas "sock puppet", como ocorre hoje). E, caso tente "reencarnar", se descoberto, sua nova identidade sofrerá a mesma punição destinada aos sockpuppets ilegais.

Espero ter dirimido eventuais dúvidas. - Al Lemos (discussão) 12h38min de 2 de Março de 2008 (UTC) Tentando responder a pergunta de forma simples. De acordo com o texto original, que talvez seja de mais fácil observação nesta tradução adaptada [5], sob a minha interpretação o banimento se diferencia do bloqueio comum por ser resultado de uma decisão coletiva da comunidade. O bloqueio comum seria resultado de uma decisão restrita, normalmente ao administrador independente que realizou o bloqueio.
Por sua fez o bloqueio, como ferramenta que impede as edições de determinado usuário ou endereço IP, pode ser utilizado para garantir a execução do banimento.—pédiBoi (discussão) 14h01min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Você está aqui discutindo a sua proposta de texto ou a que eu apresentei? Se é a sua, eu sugiro que vá discutí-la em sua página de discussão. Aqui não é CPI para ter "voto em separado". - Al Lemos (discussão) 14h22min de 2 de Março de 2008 (UTC)
Isso, Pédiboi. Vá colocando links para a sua "proposta adaptada". Deveria também aproveitar e fazer um anúncio formal da mesma na Esplanada. Quem sabe os críticos da atual proposta não endossam a sua? - Al Lemos (discussão) 14h31min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Necessidade de adaptação ao contexto da Wikipédia lusófonaEditar

Meus parabéns pela iniciativa em criar a página. Acho que precisará de revisão e muito debate, pois é certamente um texto mais complexo do que os recentemente propostos. Olhando diagonalmente, uma seção que precisa muito de revisão é o Decisão de banir. Nos procedimentos de mediação que temos, nunca se pretendeu decidir o banimento, e o poder de decisão do Jimbo e da Wikimedia Foundation só se aplica na wiki anglófona. É exatamente esse um dos problemas ao se traduzir o gênero de texto: além de traduzir, é preciso adaptar muita coisa para o contexto da wiki lusófona. Marcelobbr 16h27min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Peço desculpa de discordar novamente (isto não é perseguição ao Marcelobbr), mas mesmo a wikipédia lusófona é propriedade da Wikimedia Foundation. GoEThe (discussão) 17h10min de 2 de Março de 2008 (UTC)
Grato pelas contribuições ao debate. Realmente, esse ponto da Wikimedia foi replicado aqui por analogia. A Wikimedia é a instituição-mãe e Jimbo Wales é o fundador. Acredito que eles sejam a instância máxima em qualquer idioma, mesmo que, como alerte a Wikipedia anglófona, eles jamais tenham se manifestado. Em suma: ressaltar esse direito é válido, mesmo que ele jamais venha a ser exercido. As pessoas também são livres para escrever para o presidente da república, o primeiro-ministro ou o Papa. Se eles vão responder, já é uma outra história... - Al Lemos (discussão) 17h13min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Discordo de banimentoEditar

Eu discordo do conceito de banimento, principalmente na Wikipédia. Em um ano as pessoas mudam muito. Eu mesmo mudei minha postura em muitas coisas. A gente evolui. Não existe punição infinita, para nada. Isso não funciona mesmo. --Lipe λ FML 17h44min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Grato pelo comentário. Eu discordo. Se o banimento não fosse necessário, não teria sido criado na Wikipédia em inglês, em francês, em alemão etc. Os lusófonos não são mais santos do que o resto da Humanidade - e os abusos devem ser contidos. - Al Lemos (discussão) 18h09min de 2 de Março de 2008 (UTC)
Além disso, é melhor criar a política agora quando ainda não é precisa. Se fosse preciso fazer uma política em cima do joelho para um caso em particular, os proponentes seriam acusados de conspiração e outras coisas que tal. Note-se também que esta política só deve ser aplicada quando os outros mecanismos todos tiverem esgotado em com razões muito fortes. GoEThe (discussão) 18h18min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Para aqueles que defendem que isto não pode ser levado a cabo, ou que não serve para nada aqui vai um exemplo de como já foi levado a cabo (no âmbito de uma sanção de insultos) e de como funciona (só não lhe chamaram banimento). Não sejamos hipócritas a tal ponto. João Sousa DC 23h34min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Concordo com o João Sousa. Não esquecer também do Rui Resende... que simplesmente se desintegrou da Wikipédia depois de banido (Wikipedia:Right to vanish). Marcelobbr 23h45min de 2 de Março de 2008 (UTC)

Só na wiki é que se discute quando infinito não é infinito. Fico imaginando as centenas de horas se discutindo se um determinado user indesejado deve ser banido ( infinito infinito ) ou se deve ser bloqueado infinitamente (infinito finito). Fico imaginando qual deve ser a dimensão do ato disruptivo para determinar se o indesejado leva uma sanção infinito infinitesimal ou infinito finitesimal.

Não querendo ser estraga prazeres contra aqueles que gostam de propor regras, normas, leis, decretos, etc, proponho que: se a proposição desta política de banimento ( que ainda não é oficial ) for aceita pela comunidade altere-se também a política que versa sobre bloqueios. A expressão bloqueio infinito deve ser mudada para bloqueio por tempo indeterminado ou bloqueio infinito não infinito [sic meu]. NH (discussão) 12h26min de 3 de Março de 2008 (UTC)

Tem gente que prefere entrar na discussão sem sequer ter lido a proposta. Que pena... - Al Lemos (discussão) 12h38min de 3 de Março de 2008 (UTC)

A proposta que li cuidadosamente é confusa e mal escrita. Confunde qualquer leitor misturando palavras como bloqueio, banimento, permanente, temporário, infinito, finito, indefinido, parcial, provisório, edição em parte, edição no todo, "reencarnação" e outras.

Só acho que é muita ficção para pouca praticidade. Agora, se for mais uma norma oficial para ficar perdida nos becos da wikipédia...tudo bem para mim. Não retorno mais a este assunto. NH (discussão) 13h40min de 3 de Março de 2008 (UTC)

Por que é que você não vota no "relatório em separado" do Pédiboi? Ele traduz bem melhor do que eu ;) Agora, ficar fazendo críticas no atacado, sem explicitar exatamente do que não gostou ou o que está assim tão confuso, além de cômodo, é atitude muito pouco construtiva. - Al Lemos (discussão) 14h18min de 3 de Março de 2008 (UTC)

Eu concordo plenamente com o NH. Foi o único que falou sério até agora. O bloqueio em "infinito" ao Vidente foi uma coisa tosca, mesmo porque ele continua editando com socks, como me disseram. Ou seja, a única diferença agora é que NÃO sabemos quem é ele. Isso é ridículo! Se não dá pra banir, não bana, banana. Lipe λ FML 16h35min de 3 de Março de 2008 (UTC)

Bon appétit, FML. As suas colocações contra esta política são todas voltadas no intuito de que inocentes não sejam injustamente condenados por administradores cruéis e injustos, bem o sabemos. - Al Lemos (discussão) 17h09min de 3 de Março de 2008 (UTC)
Deve ter gente rindo muito nos bastidores da Wikipédia, é só o que tenho a dizer. Jurema Oliveira (discussão) 02h38min de 4 de Março de 2008 (UTC)
É verdade. Alguém por aqui tem de ter coragem para botar um nariz de palhaço e sair em público recebendo pérolas do tipo "então bana, banana" ;) - Al Lemos (discussão) 13h14min de 4 de Março de 2008 (UTC)

É Isso...Editar

É isso que eu escrevi acima. Parece que Wiki-pt está criando dois julgamentos paralelamente, como li das discussões dos wikipedistas.

Como sou um bom tradutor, sock puppets, em inglês, significa Meias marionetas marionetes (BR) / Peúgas marionetas (PT).

Lech (discussão) 18h03min de 6 de Março de 2008 (UTC)

Eu chamo de sockpuppets mesmo. Não tem meio termo... - Al Lemos (discussão) 18h05min de 6 de Março de 2008 (UTC)
Não confundir marionetas com fantoches.....João Sousa DC 22h53min de 6 de Março de 2008 (UTC)
Corrigindo marionetas para marionetes. Pra mim, Sockpuppet é estrangerismo, como outras exessivas palavras estrangeiras. Lech (discussão) 13h53min de 7 de Março de 2008 (UTC)
  • O que interessa aqui é o significado da palavra. Como diria Shakespeare (desculpe o estrangeirismo), What's in a name? that which we call a rose/ By any other name would smell as sweet... - Al Lemos (discussão) 14h04min de 7 de Março de 2008 (UTC)

O que está em um nome? O que nós chamamos uma rosa/ Por qualquer outro nome que cheiram tão doce ... Rosas??? Lech (discussão) 17h17min de 7 de Março de 2008 (UTC)

Navalha de OccamEditar

  • Ou não multiplique hipóteses desnecessariamente. Concordo com alguns. Discordo de outros e desta (ou dessa?) proposta.
De qualquer forma, o texto foi válido ao chamar a atenção dos usuários para temas importantes como vandalismo e liberdade. Um abraço. Merrill (discussão) 15h38min de 7 de Março de 2008 (UTC)
Discordar é válido. Não propor soluções ou se omitir não é. - Al Lemos (discussão) 15h58min de 7 de Março de 2008 (UTC)
Soltem os cães! Soltem os cães! Há estranhos no portão!
  • Caro amigo, não sou obrigado a tirar soluções da cartola para uma situação que se arrasta aqui na Wiki, pelo que vejo dos comentários, há muito tempo. E tenho liberdade para participar de qualquer discussão que esteja rolando. Assim a minha opinião, por mais sucinta que possa parecer, bem como as dos demais usuários deveria ser bem vinda. Leia-a com atenção e talvez consiga extrair alguma coisa. Se não...bom, ela foi gratuita. Merrill (discussão) 17h17min de 7 de Março de 2008 (UTC)
Soltem os cachorros! Passe por baixo da mesa! (Ana Maria Braga)
Claro que você não tem que tirar soluções da cartola. Soltar ditos espirituosos deve estar mais de acordo com a sua nobre personalidade (e não vamos sujar as mãos com estes temas mundanos... bleargh!) - Al Lemos (discussão) 17h23min de 7 de Março de 2008 (UTC)
  • Talvez "ditos espirituosos" estejam dentro de alguma política que eu não conheço...ou reservado a administradores. Cara, o tema não é frívolo. Talvez tenha achado que eu quis menospreza-lo (o tema) mas não foi isso. Simplesmente acho a Wiki pode passar sem mais essa regra. Merrill (discussão) 17h26min de 7 de Março de 2008 (UTC)

ArquivoEditar

Aguém poderia arquivar esta discussão sobre Política de Banimento? Já temos Sanção aos Insultos! Pelo jeito, lendo toda a discussão desta página, infelizmente virou uma arena de discódia entre ironias e provocações, deixando o lado desta discussão... Lech (discussão) 15h51min de 9 de Março de 2008 (UTC)

Alguma sugestão prática sobre a política em si? Se esta discussão lhe dá engulhos, basta ignorá-la...- Al Lemos (discussão) 16h15min de 9 de Março de 2008 (UTC)
Alguma sugestão prática sobre a política pra mim? Você não é administrador pra debater se eu estou certo ou errado. E não pretendo ignorá-la. Lech (discussão) 18h59min de 9 de Março de 2008 (UTC)
Não, não. Você entendeu errado: esse é um espaço para discussão da política. Se não está aqui para isso, veio ao lugar errado. O fato de eu não ser administrador, não vem ao mérito nesse caso. Mas eu sou sim, o proponente da presente política. Novamente: alguma sugestão construtiva? - Al Lemos (discussão) 19h09min de 9 de Março de 2008 (UTC)
Agora entendi. Só manifestei por não entendi a política da wikipédia de colocar o Banimento, já que um dia, o wikipedista for bloqueado, vi criar novoa conta e assumir com novo nome ou titude. Lech (discussão) 21h36min de 9 de Março de 2008 (UTC)

Al Lemos, esta política não faz sentido se não houver um estudo de caso, ou um caso para que ela seja aplicada. Há algum caso em específico que te incomoda? Podemos analisar o caso. abraço, --Lipe λ FML 16h20min de 13 de Março de 2008 (UTC)

Grato pela pergunta, FML. Não acho que deva particularizar a aplicação dessa política. Se ela for aprovada, se e quando chegar o momento, as pessoas saberão o que fazer (as diretrizes são bem explícitas e detalhadas). - Al Lemos (discussão) 16h57min de 13 de Março de 2008 (UTC)

== Sem consenso== Retiro a marcação de busca de consenso e marco a página como ensaio? Infelizmente (acho uma pena ter sofrido certa rejeição), penso que o assunto precisará de maior discussão, e a comunidade não parece preparada para aceitar a nova política. No momento que julgarem oportuno reavivar a discussão, só precisariam marcar com a predefinição novamente. Marcelobbr C 02h21min de 26 de Março de 2008 (UTC) Perdeu o sentido com a seção abaixo. Marcelobbr C 20h51min de 27 de Março de 2008 (UTC)

Consenso sobre o temaEditar

Tendo o prazo para discussão desta proposta sido encerrado em 16/3, e não havendo qualquer discordância concreta sobre pontos específicos da mesma (todos os que foram levantados, já foram devidamente esclarecidos), será verificado se existe consenso entre os que participaram da discussão em relação à proposta. Como diria a PatríciaR, para os que discordarem, por favor apontem razões para tal e se possível sugiram alterações. Caso não haja interesse em tal argumentação, procederemos no sentido da aprovação por consenso.

Concordo
  1. --OS2Warp msg 00h41min de 27 de Março de 2008 (UTC)
  2. --Jurema Oliveira (discussão) 01h35min de 27 de Março de 2008 (UTC)
  3. --João Sousa DC 18h36min de 27 de Março de 2008 (UTC) - conforme minha opinião anterior
  4. Marcelobbr C 20h50min de 27 de Março de 2008 (UTC)
  5. JSSX uai 13h30min de 28 de Março de 2008 (UTC)
  6. Alex Pereirafalaê 15h10min de 28 de Março de 2008 (UTC)
Discordo
  1. Merrill (discussão) 17h57min de 26 de Março de 2008 (UTC)
  2. pédiBoi (discussão) 02h34min de 28 de Março de 2008 (UTC) conforme abaixo
    Lipe λ FML 03h29min de 28 de Março de 2008 (UTC) Eu sempre fui contra qualquer política de banimento, e continuo contra. Mas o texto poderia ser muito melhorado, a começar pelo título
  3. => Rjclaudio msg 03h34min de 28 de Março de 2008 (UTC)
  4. NH (discussão) 15h55min de 28 de Março de 2008 (UTC) Posso mudar de opinião quando entender a diferença entre infinito infinito (banir) e infinito finito (bloqueio infinito).
Comentários
  • Por achar o conteúdo complexo e com possibilidades abertas para ser utilizado de forma obscura e/ou arbitrária; por achar, ainda, a regra inteiramente desnecessária no atual contexto da Wiki. Merrill (discussão) 17h57min de 26 de Março de 2008 (UTC)
    • Em resumo: você é contra a idéia da política em si, não contra qualquer tópico destacado da mesma. Grato pela participação, mas não considero esse tipo de objeção de consciência válido nesse contexto. - Al Lemos (discussão) 17h59min de 26 de Março de 2008 (UTC)
    • Não existe objeção de consciência. Sou contra a proposta, simples assim. Não adianta vir com essa estória de´"tópicos" para passar por consenso uma idéia de sua autoria. Resumindo: não sou contra nenhum tópico específico e sim contra toda a idéia representada por esse texto. Não a aprovo e o que você considera acho irrelevante, pelo menos quando você tenta utilizar a votação para discursar e retomar um debate quando você mesmo já o deu por encerrado, apenas porque não admite que alguém discorde e se posicione contrário! Vamos aos votos!
Obs.: Justifiquei meu voto só porque você especificou lá em cima mas acho que aqui na Wiki esse tipo de exigência está sendo usado apenas como uma forma de afugentar a maioria das decisões.

Merrill (discussão) 18h16min de 26 de Março de 2008 (UTC)

  • Ou seja, a política de banimento tem que existir, não importa quantas pessoas não gostem dela. O máximo que se pode fazer é mudar o texto. => Rjclaudio msg 18h10min de 26 de Março de 2008 (UTC)
    • Curioso. Tem muita gente por aqui defendendo o sagrado direito dos sockpuppets de existir (só não têm coragem de declarar isso em público ;). Estou eu submetendo democraticamente a proposta ao voto (embora a Wikipedia não seja uma democracia) e os mesmos de sempre começam a rosnar em volta. Imaginem se eu caísse na besteira de querer aprovar "por decreto", como fez esse cidadão aqui. Provavelmente os hipócritas de plantão iriam querer me apedrejar. Em tempo: a discussão foi encerrada em 16/3. Participou quem quis participar. Estou apenas seguindo o rito, da mesma forma que foi feito nesta outra. Não que eu deva satisfações a ninguém por aqui, mas quero ver quem vai ter moral para querer vir me acusar de passar por cima das regras ou ignorar as existentes. - Al Lemos (discussão) 18h35min de 26 de Março de 2008 (UTC)
Acho que não vai piorar a situação atual. Antes tê-la caso seja necessária. Jurema Oliveira (discussão) 01h35min de 27 de Março de 2008 (UTC)
Penso que o texto poderia ser melhorado, mas o atual já é suficiente e não creio que possa gerar efeitos adversos. Marcelobbr C 20h50min de 27 de Março de 2008 (UTC)
  • Discordo especialmente nos pontos já evidenciados aqui, mas imediatamente revertidos pelo mesmo que agora diz aceitar sugestões, e nesta mesma página de discussão. O autor tenta criar novas alterações nas entrelinhas, talvez para concretizar seu sonho de ser um super moderador, mais do que um mero administrador, mas alguém que decide "quem tem razão e pode até recomendar banimentos".[6]
Esta versão da política é distorcida e não traduz o teor original de proibição ou suspensão (formal) de edição. Utilizando a pobreza do vocabulário da língua portuguesa um viés autoritário transformou uma política de "ban" em uma política de "banish".
O autoritarismo é tanto que esta versão chega ao absurdo de dizer que um usuário bloqueado informalmente por um único administrador pode "ser bloqueado por um período ainda maior" caso peça revisão do bloqueio. Consenso sobre estes casos vira "maioria simples" na versão lusófona. O texto fala em "observância da pena" e "desrespeitando a pena" como se a wikipédia fosse um poder coercitivo.
O texto também perde o sentido na parte que diz que a garantia do banimento não deve ser uma obstinação. "A abordagem da Wikipédia para garantir o banimento" vira "O cumprimento dos banimentos pela Wikipédia", falsos positivos (enganos) vira "identidade fraudulenta", ausência de obrigações vira opção de "apoio formal".
Sei que alguns podem por vezes se esquecer da humanidade quando se sentem frustrados ou preferem que a wikipédia se torne autoritária, mas para mim esta versão da política lusófona não reflete a política original nem os princípios da wikipédia.--pédiBoi (discussão) 02h34min de 28 de Março de 2008 (UTC)

Na seção "Influência exterior" : "Não havendo outros agravantes, a duração deste banimento será de no mínimo 30 dias." Mínimo de 30 dias ? Então pode-se fazer um banimento com 30 dias ? Pra mim isso está mais para bloqueio.

Numa mediação informal pode-se decidir pelo banimento de até um ano ? Acho isso muito exagero, principalmente se for a primeira vez. Normalmente um bloqueio de alguns dias, ou semanas é suficiente. Nada fala sobre quando banir e quando bloquear, nem pelo tempo. Daqui a pouco qualquer mediação informal pode levar a um banimento.

"Se nenhum administrador propõe desbloquear um utilizador e o bloqueio foi considerado apropriado pela comunidade, o utilizador é considerado banido." Ou seja, usuário banido === usuário bloqueado. Pra que ter duas políticas, uma de banimento e outra de bloqueio, quando as duas tratam do mesmo assunto ?

E já tem uma política de bloqueio (mais ampla) em discussão que inclui esses casos, prefiro esperar pela completa e resolver tudo junto.

=> Rjclaudio msg 03h34min de 28 de Março de 2008 (UTC)

Isso já está virando uma votação. Por que não se faz uma votação normal de uma vez ? => Rjclaudio msg 03h36min de 28 de Março de 2008 (UTC)

Apesar de nossa presente política permitir bloqueios infinitos e muita gente achar útil, eu sou pessoalmente contra. Eu acho que (no máááááximo) em 1 ano qualquer ser humano pode mudar e rever suas atitudes, principalmente quando se trata de editar uma enciclopédia e não de ter cometido crimes reais (sendo contra portanto especificamente sobre a frase inicial "potencialmente permanente"). Talvez eu não tenha entendido a utilidade real da política, por isso pedi que me fossem dado exemplos concretos para que eu pudesse analisar melhor. Na dúvida, prefiro que algo assim não seja aprovado, mesmo porque um pedaço que analisei também achei o conceito distorcido do original. — De qualquer forma, tem gente que acha a política útil, por isso eu posso mudar de idéia se me derem exemplos mais concretos de como ela poderia ser aplicada. Lipe λ FML 03h41min de 28 de Março de 2008 (UTC)

Por mim acho possível chegar a um consenso, mas antes de tudo é necessário que haja espaço para sugestões, como as já sugeridas mas revertidas e troca do nome da política para "Política de Suspensão" ou algo que valha. Com esta versão não dá.--pédiBoi (discussão) 03h48min de 28 de Março de 2008 (UTC)
  • Na minha opinião a idéia é boa, porém de difícil aprovação através de consenso até por que temos usuários muito mais preocupados com a defesa dos vândalos que com a preservação da Wiki. Então qualquer tentativa de punir eles sempre terá opositores ferrenhos. E como não citei ninguém em específico, fique a vontade quem desejar vestir o chapéu. GRS73 msg 04h03min de 28 de Março de 2008 (UTC)
  • Dado os argumentos do pédiBoi e do Rjclaudio, e também havendo uma política de bloqueio que funcione, além da existência da sanção de insulto para casos que extrapolem os trinta dias, como já está previsto (e já foi aplicado punições de 3 meses a infinito), a presente proposta é inócua e desnecessária. Cumprimentos. __ Observatore (discussão) 04h37min de 28 de Março de 2008 (UTC)
É pra rir ou é pra chorar? - Al Lemos (discussão) 12h46min de 28 de Março de 2008 (UTC)

Concordo com as palavras do Fabiano. Também concordo com o texto apresentado. JSSX uai 13h30min de 28 de Março de 2008 (UTC)

  Concordo com o Fabiano. Alex Pereirafalaê 15h10min de 28 de Março de 2008 (UTC)
Citação: FML escreveu: «em 1 ano qualquer ser humano pode mudar e rever suas atitudes» O texto prevê isso, é só ler. "Utilizadores que tiverem sido banidos indefinidamente só poderão apelar da decisão um ano depois da aplicação da pena." Exemplo de usuário banido? O Rui Resende do Think Finance, que colaborou para que alguns editores abandonassem o projeto. Foi banido e a conta desapareceu com a aplicação do en:Wikipedia:Right to vanish... pode usar socks? Sim, mas se descoberto, será bloqueado o quanto antes. Enfim, estou apenas repetindo o texto. Sobre o comentário do Observatore, discordo da obrigatoriedade de passar por sanção de insultos todas as vezes que formos bloquear alguém por mais de 1 mês, pois há casos e casos e tal medida tende a dificultar o trabalho administrativo e burocratizar o sistema (aliás, muita gente já pensa em acabar com as sanções). Exemplo: o Guru2001 D​ C​ E​ F foi bloqueado indefinidamente sem esse procedimento, pois houve um consenso tácito de que o banimento foi merecido, já que ninguém discordou. É um assunto para discutir nos detalhes finais da nova política de bloqueio, e como ainda não foi aprovada, não invalida esta. A página deve nos ajudar a pacificar a pt.wiki, principalmente nos momentos mais conturbados, como os de agosto/setembro de 2007. Marcelobbr C 15h46min de 28 de Março de 2008 (UTC)
O texto original já prevê isto (bloqueio indeterminado), mas no caso de falta de consenso quando o bloqueio unilateral for analisado o usuário pode ser desbloqueado, bloqueado por tempo adequado (suponho que seria o previsto na política de bloqueio) ou então seja aberto um pedido formal que adaptei com o mecanismo similar da Wikipédia lusófona (Sanção de Insultos). No entanto a versão proposta atualmente exige maioria simples dos administradores e também, no "Processo de Apelação", diminui a participação do usuário em questão.
Reforço novamente que "Banimento" (em português) é falso cognato de "Banning" (em inglês), termo que é usado na origem desta proposta. "Banimento", no seu uso comum em português, é traduzido como outra palavra: "Banishing" em inglês. "Banning" literalmente poderia significar proibição, o que alguns da wiki espanhola preferiram traduzir no contexto como "suspensão" (embora a proposta ficou como esboço). Como curiosidade a wiki alemã preferiu manter como "bloqueio" (eles não tem duas políticas) e a francófona arquivou a proposta. Querer criar uma política de "banimento", considerando o significado comum do termo em português e utilizar como justificativa aquela política anglófona é no mínimo um engano.--pédiBoi (discussão) 23h54min de 29 de Março de 2008 (UTC)

Parece que algumas pessoas estão impacientes com a minha opinião. É só uma opinião, e não me oponho à criação desta política se a julgarem necessária. Para mim, parece-me estranha, ou eu ainda não entendi. Lamento minha ignorância. Lipe λ FML 17h20min de 28 de Março de 2008 (UTC)

Após ler e reler o texto, acho que agora entendi e   Concordo com a idéia. Trata-se de uma espécie de sanção política. Mas o título me parece muito inadequado: "Política de banimento". Banimento é muito rapidamente associado ao bloqueio, e no caso a política não fala necessariamente de bloqueio. Também simpatizo muito com a alteração feita pelo Pé de Boi ([7]) e posteriormente revertida. Lipe λ FML 17h30min de 28 de Março de 2008 (UTC)
  • Esta política de banimento surgiu numa hora e com argumentos que são de estranhar. NH (discussão) 17h32min de 28 de Março de 2008 (UTC)
"Parem de falar grego" (Minha vó, cap. II vers. XV) --Lipe λ FML 18h32min de 28 de Março de 2008 (UTC)

LOL. É latim, traduzido significa aproximadamente acaso vai tudo bem? NH (discussão) 20h05min de 28 de Março de 2008 (UTC)

A tecla SAP agradece!! rs Lipe λ FML 20h10min de 28 de Março de 2008 (UTC)


Sobre os comentários do Marcelobr,
Quanto à vossa reflexão séria, uma sanção de 30 dias não é pouca e está a disposição dos administradores aplicarem. Havendo reincidência o disruptor estará a 60 dias longe da wiki pelo clic do administrador. E se não se integrar, mais bloqueio. Isso é pouco? Mais do que isso, a comunidade deve participar. Um banimento a comunidade também deve participar. Se uma política de banimento fosse aceita, o que teríamos, na prática, eram duas páginas repetidas com nomes diferentes: uma “sanção de insultos” e uma “política de banimento”, seguindo em trâmites paralelos. Resultaria em discussões descentralizadas em duas páginas distintas, pois o surgimento de uma política não teria poderes para anular a outra. Se a sanção de insultos é mal gerida, não quer dizer que seja inaplicável – ruim com ela, pior sem ela. O que infelizmente ocorre é que antes de se pedir a mediação de um conflito, vai-se logo a esses dispositivos, emotivamente. Como o colega Marcelo comentou, já houve banimento e sanções severas por consenso, então o dispositivo já existe por tradição, confirma-se o que afirmei: a presente proposta é desnecessária. Por isso concordo que sua proposta é bem mais simples e coerente, cito: “É um assunto para discutir nos detalhes finais da nova política de bloqueio”. Isso penso, até a apresentação de melhor juízo. Meus cumprimentos Marcelobr, pois sua participação é elevada e ponderada. __ Observatore (discussão) 21h31min de 28 de Março de 2008 (UTC)

Sobre os comentários ácidos do Al LemosEditar

Quanto a essa pergunta do Al Lemos - Se quer que uma proposta sua seja levada a sério, o colega poderia reagir melhor às frustrações e as oposições, levando em conta que é uma pessoa instruída e de madura idade. Possivelmente me retirarei nessa edição, pois sua técnica tem sido afugentar qualquer pessoa que apresente argumento oposto. Não manterei diálogos em níveis de primário escolar.  

Quanto a essa pergunta do Al Lemos. - A resposta a essa pergunta foi: “Quae pax? Adhuc fornicationes Iezabel matris tuae et veneficia eius multa vigent!” (II Reis 9:22). Não vou traduzir, mas vou “interpretar”: “Que paz, o quê? Depois de todas as fornicações que vem da tua parte...” Se quer paz, Al Lemos, procure não provocar tanto uma resposta ríspida; corresponda a tua cultura e a tua idade. Perceberá que não somos teus inimigos. Contudo, se continuar as “fornicações” de teus comentários ácidos, tua colheita será conforme tua semente. Eu quero ter paz contigo, e valorizo o que há de bom em ti, mas sei perceber o que é azedo, e não vou ficar provando continuamente, sem fazer cara feia, e fazendo de conta que tu é uma criança mimada que deve ser ignorada. Paz, aos homens de boa vontade; paz, a quem quer paz!

Fica na paz, se é que tu é capaz de desejar isso para tua cerne.

Observatore (discussão) 21h41min de 28 de Março de 2008 (UTC)

Citação: Observatore escreveu: «Até aqui somente falei do "processual" e sobre a provocação do Al Lemos a minha pessoa. Então, ainda aguardo os esclarecimentos dele(a).» É um rapaz de finíssimo trato, como podem ver. Gastei o meu latim com este cidadão aí em cima nesta discussão, onde poderão ler essa e outras provocações. Ele defendeu com unhas e dentes o JM-JM (sockpuppet bloqueado em infinito) e tomou as dores do LOoOl num debate na Esplanada (queria que desse satisfações de um comentário que nem foi dirigido a ele - tem piada!). Para pessoas assim, só pedindo muita Luz... - Al Lemos (discussão) 19h32min de 29 de Março de 2008 (UTC)
  • (kkkkk) Considerou essa citação acima uma provocação? Com sua capacidade de distorcer os acontecimentos, como faz acima, imagine uma política de banimento nas suas mãos... (rsrsrs)

Al Lemos, como alguns já demonstraram... ou tentaram... Você joga muito latir fora Por mais que seja admoestado Você não aprende a diferença do latim bem empregado para o latir com proposito de afugentar quem discorda. Você não disse nada, quando deveria estar defendendo sua proposta, mas nem isso foi capaz de fazer, porque sua proposta está viciada, e num simples parágrafo apresentei como ela pode ser falha. Somente provocou e provocou os opositores. Leia novamente essa admoestação, feita na Esplanada. Se essa política de banimento passar, poderá se voltar contra o colega, pois está cultivando a arte da provocação. Se fosse uma boa proposta, ainda que você esteja ávido para banir o observatore, votaria a favor (rsrs), contudo, da forma como foi formulada, até o presente, é inócua e principalmente desnecessária. Essa é minha opinião, que provavelmente alguns discordarão, mas nem por isso esses outros que discordam, passam a latir como um pit bull, querendo defeder seu ossinho; eles são civilizados. Aprenda a conviver com opiniões contrárias, senão acaba tendo um AVC. Seja civilizado. Abraços au au.  __ Observatore (discussão) 21h32min de 29 de Março de 2008 (UTC)

Comovente. Só falta agora cantar "Eu não sou cachorro não"... - Al Lemos (discussão) 22h11min de 29 de Março de 2008 (UTC)

Já quer me banir...Editar

Al Lemos pediu bloqueio de uma semana para o Observatore. Isso é para o Observatore não votar contra essa proposta bem redigida. Uée, e o banimento? Ahhh, ele não pediu banimento porque ainda não chegou esse poder as mãos.

Viu Al, porque duas políticas não dariam lá muito bem? Você nunca passa pela “resolução de conflitos” (que por sinal esses conflitos sempre são criados por você, nem sabe abrir uma "sanção de insultos", como foi no caso do JM-JM. Se passar mais essa política, você vai acabar tendo uma estafa. Seriam muitos trâmites de guerra que você gosta de participar.

Ahh, procure colocar toda a conversa em seu pedido. colocar o pedido assim truncado, esconde os links que fiz a respeito do seu comportamento raivoso. (rsrs)

Agora, que o pedido foi bonitinho foi: “você só estava citando a Bíblia, coitadinho...”. Ah é, é? Aí o Observatore teve que lhe dar uma noção de Bíblia e de história bíblica? Foi, foi... Pobrezinho. Se pedir mais uma vez, eu me bloqueio. Pede, pede...

Observatore (discussão) 15h13min de 30 de Março de 2008 (UTC)

VotaçãoEditar

Como não foi obtido o consenso face à presente proposta, a mesma será convertida em votação a partir de segunda-feira, 31 de março. O anúncio será feito oportunamente na Esplanada, e todos os interessados estão convidados a participar da mesma. - Al Lemos (discussão) 20h25min de 29 de Março de 2008 (UTC)

Só falta criar a página de votação, com o link para esta página, e depois finalmente votarmos. => Rjclaudio msg 00h14min de 30 de Março de 2008 (UTC)
E a votação propagandeada...? Cadê? Onde vai se processar? __ Observatore (discussão) 17h02min de 31 de Março de 2008 (UTC)

Banimento táticoEditar

Precisamos desta regra. Todos os dias eu me deparo com usuários, provavelmente pessoal bem jovem, que explodem ao verem seus artigos de propaganda de seu cursos e projetos acadêmicos ou sites serem postos a apagar.

Para estes usuários, tudo o que eles tem na vida, são seus projetos... Ao apaga-los, eles se tornam terroristas e usam as características da Internet para guerrear. O fato não se torna mais público, ou não chega na esplanada, por que alguns de nós ficamos em silêncio. --OS2Warp msg 02h33min de 31 de Março de 2008 (UTC)

Até onde eu sei um simples bloqueio temporário resolve a maioria dos casos. Quando for mais usa o bloqueio progressivo. Se usar mais de uma conta, o Check user. Partir do nada para um banimento é exagero. Se tem outros meios melhores prefiro não usar este. => Rjclaudio msg 02h53min de 31 de Março de 2008 (UTC)
Ademais, a Política de bloqueio, está em fase final debate para suprir tais aspirações. Pelo que se debateu nos tópicos iniciais (lá), procurou-se ampliar a liberdade de atuação discricionária do administrador wiki. Cumprimentos. __ Observatore (discussão) 03h42min de 31 de Março de 2008 (UTC)

Não entendoEditar

Lendo toda esta página, entendo (quase!) a política do bloqueio, mas uma coisa que eu concordo: Pode haver o bloqueio, desde que o denunciante apresente as provas. No entanto, a discussão vista aqui é troca de ofensas, ataques e ironias. Lech (discussão) 02h20min de 3 de Abril de 2008 (UTC)

Vai ser uma boa idéia, assim que acabar a votação, arquivar toda essa discussão e esquecer essas ofensas, ataques e ironias. => Rjclaudio msg 02h35min de 3 de Abril de 2008 (UTC)
Agradeço o apoio Rjclaudio. A idéia é o seguinte, as provas são seguintes: as coincidências das edições/datas, mas é verdade ou falso que mesmo cadastrado, não esconde o IP? Essas são minhas ponderações, mas e os outros?? Lech (discussão) 14h45min de 3 de Abril de 2008 (UTC)

Não sei como funciona, mas mesmo cadastrado tem como ver o ip. Creio eu que é através do Check user (único modo de usar essa ferramenta. Se o mesmo ip aparecer nos dois, é a mesma pessoa).

Ainda assim, com um ip dinamico creio ser impossível um bloqueio infinito.

=> Rjclaudio msg 14h58min de 3 de Abril de 2008 (UTC)

Nome da políticaEditar

Estou achando esse nome muito pesado, tende a interpretações erradas (tende ao bloqueio infinit), e creio eu que esse foi o maior problema das discussões até agora.

Seria de mudar para ... sei lá, "política de restrição" ?

=> Rjclaudio msg 14h58min de 3 de Abril de 2008 (UTC)

Com certeza. Lech (discussão) 17h05min de 6 de Abril de 2008 (UTC)
  •   Concordo, sem dúvida que esse nome é bem melhor.- Darwin Alô? 05h34min de 11 de agosto de 2009 (UTC)
Voltar à página de projeto "Política de banimento".