Abrir menu principal

BiografiaEditar

William Nordhaus formou-se em 1959 na Phillips Academy, escola localizada em Andover, no estado americano de Massachussetts.[2] Graduou-se pela Yale em 1963 e obteve um Ph.D. do MIT em 1967. Deste ano em diante, ele tem sido membro do corpo docente de Yale e também foi administrador da instituição (entre 1986-88) e vice-presidente para finanças e administração (entre 1992-93). Nordhaus criticou alguns fatores econômicos do relatório Stern, sobre o aquecimento global, nomeadamente a taxa de atualização por considerá-la demasiado baixa, pondo assim em causa a magnitude das conclusões desse relatório.

William Nordhaus, juntamente com Paul Romer, foi laureado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 2018.[3] Nordhaus recebeu o prémio "por integrar as mudanças climáticas na análise macroeconómica de longo prazo".[4]

ObrasEditar

ReferênciasEditar

  1. «PDS SSO». library.mit.edu 
  2. Predefinição:Https://www.andover.edu/people
  3. Appelbaum, Binyamin (8 de Outubro de 2018). The New York Times, ed. «2018 Nobel in Economics Awarded to William Nordhaus and Paul Romer» 
  4. Royal Swedish Academy of Sciences, ed. (8 de Outubro de 2018). «The Prize in Economic Sciences 2018» (PDF) 

Ligações externasEditar