Wing and a Prayer

filme de 1944 dirigido por Henry Hathaway
Wing and a Prayer
No Brasil Uma Asa e uma Prece[1]
 Estados Unidos
1944 •  pb •  92 min 
Direção Henry Hathaway
Produção Walter Morosco
William Bacher
Roteiro Jerome Cady
Elenco Don Ameche
Dana Andrews
William Eythe
Gênero filmes de guerra
filme de drama
filme de ação
Música Hugo Friedhofer
Companhia(s) produtora(s) Twentieth Century Fox Film Corporation
Lançamento Estados Unidos 24 de julho de 1944
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Wing and a Prayer (bra Uma Asa e uma Prece) é um filme de guerra estadunidense de 1944, dirigido por Henry Hathaway para a Twentieth Century Fox Film Corporation. A história se passa nos primeiros dias do envolvimento norte-americano na Segunda Guerra Mundial até a Batalha de Midway.[2][3] Apesar da intenção propagandista, o filme é apreciado pelo realismo e foi indicado ao Óscar de Melhor Roteiro Original.

ElencoEditar

SinopseEditar

Logo após o ataque a Pearl Harbor, o povo e a imprensa norte-americanas se perguntam "Onde está a Marinha? Por que não luta?". Gravemente atingida pelo bombardeio japonês, a Marinha desenvolve um plano para atrair os inimigos a uma armadilha, usando um porta-aviões e muitos navios para serem avistados em diferentes pontos do Oceano Pacífico, inclusive em território inimigo, e darem a impressão que a frota está espalhada, quando pretendem se concentrar em Midway para uma batalha decisiva. O porta-aviões escolhido para a missão é o comandado pelo Capitão Waddell enquanto as operações aéreas são planejadas pelo rigoroso comandante Bingo Harper. O piloto-comandante Edward Moulton tem dificuldades em controlar seus homens, principalmente o ator vencedor do Óscar Hallam Scott, quando recebe ordens para não responder ao fogo dos aviões inimigos.

Exatidão históricaEditar

Os aviões de combate usados nas filmagens foram principalmente o Grumman TBF Avenger torpedeiros, Caças Grumman F6F Hellcat e o bombardeiro de mergulho Curtiss SB2C Helldiver. Eram contemporâneos aos porta-aviões desenhados entre 1943 e 1944 e não em 1942 quando a história se desenvolve. Em algumas cenas aparecem o Caça Grumman F4F Wildcat e o bombardeiro de mergulho Douglas SBD Dauntless que operavam em 1942. O Caça Grumman F4F Wildcat figura no lugar dos Zeros japoneses. Um Curtiss-Wright CW-22 também fez uma breve aparição como um avião de reconhecimento japonês. O porta-aviões é o USS Yorktown, um típico classe Essex, que a Marinha permitiu aos cinegrafistas da 20th Century Fox mostrarem durante uma navegação em 1943.[4]

O título do filme Wing and a Prayer foi copiado de uma canção de sucesso em 1943, "Coming In On a Wing and a Prayer".[5]

Como autopromoção do estúdio, a tripulação do porta-aviões assiste outro filme da 20th Century Fox, Tin Pan Alley, com Betty Grable.

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Uma Asa e uma Prece no CinePlayers (Brasil)
  2. Variety resenha de filme; 19 de julho de 1944, pg 13
  3. Harrison's Reports resenha de filme; 22 de julho de 1944, pg 118.
  4. http://www.historynet.com/curtiss-sb2c-helldiver-the-last-dive-bomber.htm
  5. http://www.phrases.org.uk/meanings/on-a-wing-and-a-prayer.html Acessado em 13 de outubro de 2010
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.