Abrir menu principal

Wojciech Jaruzelski

político e militar comunista da Polônia
Wojciech Jaruzelski
Nascimento 6 de julho de 1923
Kurów
Polônia
Morte 25 de maio de 2014 (90 anos)
Varsóvia
Sepultamento Cemitério Militar de Powązki
Cidadania Polônia
Cônjuge Barbara Jaruzelska
Ocupação político
Profissão militar
Prêmios Cavaleiro da Ordem da Polônia Restituta, Ordem de Lenin, Medalha de Zhukov, Medalha "Pela vitória sobre a Alemanha na Grande Guerra Patriótica 1941-1945", Ordem do Estandarte Vermelho, Ordem da Revolução de Outubro, Colar da Ordem de Isabel a Católica, Ordem de Karl Marx, Medalha da Comissão Nacional de Educação, Ordem de Klement Gottwald, Medalha do 10º aniversário da Polônia Popular, Ordem de Scharnhorst, Ordem da Amizade dos Povos, Medalha "Pela Libertação de Varsóvia", Medalha "Pela captura de Berlim", Medalha do Jubileu "60 Anos de Vitória na Grande Guerra Patriótica 1941-1945", Medalha do Jubileu "50 anos de vitória na Grande Guerra Patriótica 1941-1945", Medalha do Jubileu "65 Anos da Vitória na Grande Guerra Patriótica 1941-1945", Oficial da Legião de Honra, Ordem dos Construtores da Polônia Popular, Medalha "Pelo fortalecimento da amizade nas armas", Medalha Pro Memoria, Medalha de Bronze de Mérito pela Defesa Nacional, Medalha da Vitória e Liberdade 1945, Medalha do 30.º aniversário da Polônia Popular, Ordem da Bandeira do Trabalho, 1ª classe, Cavaleiro da Grã-Cruz com colar da Ordem do Mérito da República Italiana, Grã-Cruz da Ordem do Infante Dom Henrique
Religião Igreja Católica
Causa da morte acidente vascular cerebral
Página oficial
http://www.wojciech-jaruzelski.pl/
Assinatura
Wojciech Jaruzelski - signature.PNG

Wojciech Witold Jaruzelski (Kurów, 6 de julho de 1923Varsóvia, 25 de maio de 2014[1]) foi um político e militar comunista da Polônia. Ocupou os cargos de primeiro-ministro (1981-1985), chefe do conselho de estado (1985-1989) e presidente da Polônia (1989-1990).

BiografiaEditar

Lutou na Segunda Guerra Mundial e tornou-se general em 1956. Chefe do Estado-Maior em 1965 e Ministro da Defesa da Polônia entre 1968 e 1981, Jaruzelski tornou-se, em seguida, chefe do governo e secretário do Comitê Central do Partido Operário Unificado Polaco. Utilizou o estado de exceção para reprimir o sindicato Solidariedade em dezembro de 1981 e requisitou a prisão dos líderes do movimento, incluindo Lech Wałęsa.

Formou o Conselho Militar de Salvação Nacional, que tomou o poder e submeteu o país à hegemonia soviética, com um tímido processo de reforma econômica e social para calar a oposição interna.

No final de 1982, a lei marcial foi suspensa e Wałęsa, libertado. Três anos depois, Jaruzelski abandonou o cargo de primeiro-ministro para se tornar presidente do Conselho de Estado. Abriu caminho para uma reforma democrática na Polônia, a partir das diretrizes de Mikhail Gorbatchev. Contudo, desacreditado, não conseguiu recuperar sua popularidade, apesar de seu programa de reformas.

Em 1988, demitiu-se do cargo de primeiro-secretário e tornou-se chefe de Estado. No ano seguinte, o Solidariedade foi legalizado e seus membros ganharam lugares no parlamento, mas o partido foi restringido a competir para somente 35% dos assentos. A limitação permitiu que Jaruzelski fosse eleito presidente pela margem de um voto no conjunto nacional.

Incapaz de manter um governo comunista, entretanto, foi forçado a ceder lugar a Wałęsa em dezembro de 1990. O general Wojciech Jaruzelski morreu, aos 90 anos, na sequência de um acidente vascular cerebral. Está sepultado no Cemitério de Powązki em Varsóvia.

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Wojciech Jaruzelski
Precedido por
Józef Pińkowski
Primeiro-ministro da Polônia
1981 - 1985
Sucedido por
Zbigniew Messner
Precedido por
Henryk Jabłoński
Presidente do Conselho de Estado da Polónia
1985 – 1989
Sucedido por
Presidente da Polónia
Precedido por
Conselho de Estado
Presidente da Polónia
1989 – 1990
Sucedido por
Lech Wałęsa
Precedido por
Stanisław Kania
Primeiro Secretário do Partido Operário Unificado Polaco
1981 - 1989
Sucedido por
Mieczysław Rakowski

Referências