Abrir menu principal

Wonsu é uma altíssima patente militar das Forças Armadas da República Popular da Coreia e da República da Coreia.[1]

Índice

Coreia do NorteEditar

 
Insígnia do wonsu (marechal) norte-coreano.

Wonsu é uma patente das Forças Terrestres da Coreia do Norte, equivalente a marechal em outros exércitos.

Enquanto foi o comandante supremo das Forças Armadas norte-coreanas, Kim Il Sung tornou-se o primeiro marechal do país por decisão da Assembleia Popular Suprema, o parlamento unicameral da Coreia do Norte, em 4 de fevereiro de 1953. Fotografias da época evidenciam que as platinas do ombro eram as mesmas utilizadas atualmente pelos detentores da patente de vice-marechal (chasu) (o brasão de armas da Coreia do Norte sobreposto a uma grande estrela).

A patente de vice-marechal (chasu) é única: existe somente no sistema norte-coreano de patentes militares. Essa patente foi conferida pela primeira vez em fevereiro de 1953 a Choe Yong Gon. Uma mudança ocorreu no sistema de patentes norte-coreano em 1992 com a criação da patente de taewonsu ou grão-marechal (denominação oficial: grão-marechal da República Democrática Popular da Coreia) para Kim Il Sung. Nessa época, a patente de marechal foi dividida: a patente de "marechal da República Democrática Popular da Coreia foi concedida ao filho de Kim Il Sung, Kim Jong-il, e a mesma patente, com o título de "marechal do Exército Popular da Coreia" foi conferida a O Jin U. Em 1995, dois outros oficiais receberam a patente de marechal do Exército Popular da Coreia: Choe Kwang e Ri Ul Sol.

Assim, em 1992 outros oito generais foram promovidos a vice-marechais, o que fez que naquela época na Coreia do Norte houvesse um grão-marechal, um marechal da República Democrática Popular da Coreia, um marechal do Exército da Coreia e oito vice-marechais.

Coreia do SulEditar

 
A insígnia do wonsu (marechal) sul-coreano.

Wonsu, denominada em inglês como "general do Exército da República da Coreia" ou "Almirante da República da Coreia" é a patente militar mais alta das Forças Armadas da República da Coreia, sendo o equivalente combinado das patentes de marechal, almirante e marechal-do-ar das Forças Armadas de outras nações. A patente é superior à de de daejang (general). Wonsu existe apenas em teoria e até o momento jamais foi concedida a nenhum oficial das Forças Armadas da Coreia do Sul. De acordo com a lei que define as patentes sul-coreanas, o marechalato é concedido aos generais com realizações de destaque.

A insígnia sul-coreana para wonsu foi profundamente influenciada pelas patentes das Forças Armadas dos Estados Unidos, que utilizam cinco estrelas, arranjadas em formato de pentágono para General do Exército, forma muito similar à utilizada nas Forças Armadas da Coreia do Sul para oficiais do Exército e da Força Aérea sul-coreanas. No caso da Marinha da Coreia do Sul, os oficiais promovidos recebem patente de desenho idêntico à de Almirante-de-frota (Fleet Admiral) da Marinha dos Estados Unidos.

SignificadoEditar

Coincidentemente, wonsu é também a palavra que designa "inimigo mortal" (怨讐). As duas palavras possuem etimologias e hanja diferentes, mas na Coreia do Sul são homófonas e dessa forma escritas de forma idêntica em hangul. Na Coreia do Norte, o governo resolveu a questão alterando a palavra que designa "inimigo" para "wonssu" (원쑤).[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Chung-in Moon, Understanding regime dynamics in North KoreaInternational Political Science Association. World Congress - 1998 Page 105 "Kim Jong Il.. ... which places him at the top of the party hierarchy, he holds the titles of the chairman of the National Defense Commission and the supreme commander of the Korean People's Army (KPA). He is, moreover, one of the two marshals (wonsu) in the DPRK, the other being Li Ul Sol who heads the KPA unit that guards top officials (honvi ch'ongguk)."
  2. Sohn 2006, p. 38

BibliografiaEditar

  • Sohn, Ho-min (2006), Korean language in culture and society, ISBN 978-0-8248-2694-9, University of Hawaii Press