Abrir menu principal
WrestleMania 31
Poster WrestleMania 31.jpg
Poster promocional do evento, apresentando, da esquerda para direita, Brock Lesnar, Roman Reigns, John Cena, Triple H, Sting, Daniel Bryan e The Undertaker.
Música(s)-
tema
Detalhes
Promoção WWE
Patrocinador Mountain Dew[2]
Data 29 de março de 2015
Assistência 76.976[3]
Local Levi's Stadium
Cidade Estados Unidos Santa Clara, Califórnia
Cronologia dos pay-per-views
Fastlane (2015) WrestleMania 31 Extreme Rules (2015)
Cronologia do WrestleMania
WrestleMania XXX WrestleMania 31 WrestleMania 32

WrestleMania 31 foi o trigésimo-primeiro evento de luta livre profissional WrestleMania produzido pela WWE, transmitido em formato pay-per-view e pelo WWE Network,[Nota 1] que aconteceu em 29 de março de 2015, no Levi's Stadium, na cidade de Santa Clara, na Califórnia.[5] Este foi o primeiro WrestleMania realizado na Área da baía de São Francisco, o sexto a acontecer no estado da Califórnia (após o 2, VII, XII, 2000 e 21) e em um local aberto (depois do IX, XXIV, XXVI, XXVIII e 29) e o primeiro que utilizou o novo logotipo da WWE.[6]

Ao todo, foram realizados nove combates de livre luta profissional (dois deles ocorreram no pré-show), que produziram um supercard.[Nota 2] No evento principal, Seth Rollins conquistou o Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da WWE ao descontar o seu contrato do Money in the Bank durante o confronto entre o então campeão Brock Lesnar e Roman Reigns. Nos combates preliminares, The Undertaker derrotou Bray Wyatt e Triple H venceu Sting.

O WrestleMania 31 quebrou o recorde de público do Levi's Stadium com uma assistência total de 76.976 pessoas, e gerou o maior lucro na história de um evento da WWE, com uma arrecadação de US$ 12.6 milhões.[8] O show também recebeu avaliações positivas de fãs e críticos, sendo considerado por alguns como o melhor WrestleMania de todos.[9][10]

Índice

ProduçãoEditar

O WrestleMania é considerado o principal evento da WWE,[11] sendo descrito como o Super Bowl do entretenimento esportivo.[12]

Em 10 de dezembro de 2013, foi anunciado em uma coletiva de imprensa no Santa Clara Convention Center que o Levi's Stadium, localizado em Santa Clara, na Califórnia, seria a cidade-sede do WrestleMania 31. Também foi anunciado que a semana de festividades ("WrestleMania Week"), convenção de fãs ("WrestleMania Axxess"), a cerimônia do Hall da Fama da WWE e o episódio do Raw do dia seguinte ao WrestleMania aconteceriam na cidade de San Jose.[13]

O WrestleMania 31 é o primeiro a não ser creditado numericamente em propagandas e anúncios, sendo descrito assim apenas para organizar os eventos sob o nome WrestleMania cronologicamente. Segundo o presidente da WWE, Vince McMahon, marcar o evento com números o deixaria com aspecto de antigo.[14] Em vez disso, o uso de símbolos ligados à região onde o WrestleMania se realizaria era uma melhor opção. Para o espetáculo de 2015, foi escolhido um botão "executar" (play) vermelho para integrar a publicidade do evento. De acordo com um artigo do San Jose Mercury News, McMahon explicou que tal botão representava as proezas tecnológicas do Vale do Silício.[15]

Pacotes de viagens para o evento começaram a ser vendidos em 29 de setembro de 2014 através da California Dreamin' Travel Package, com preços variando até US$ 5.500. Os pacotes VIP, Platinum Premium, Ouro e Prata estavam disponíveis no dia 6 de outubro, com preços a partir de US$ 3.250, US$ 1.650, US$ 1.150 e US$ 900, respectivamente, que incluíam ingressos para o WrestleMania, alojamento em hotel, passagem aérea e outras atividades no WrestleMania Axxess.[16] Os ingressos individuais foram colocados à venda em 15 de novembro, com preços de US$ 35 a US$ 1.000.[17]

O evento contou com duas músicas-tema. A primeira delas foi "Rise", de David Guetta (apresentada juntamente com Skylar Grey), e a outra "Money and the Power", de Kid Ink.[18][19] LL Cool J se apresentou no início do show, bem como Aloe Blacc, que cantou "America the Beautiful".[20][21] Kid Ink, Skylar Grey e Travis Barker também fizeram apresentações ao vivo.[22]

Antes do eventoEditar

WrestleMania 31 teve combates de luta livre profissional de diferentes lutadores com rivalidades e histórias pré-determinadas, que se desenvolveram no Raw, SmackDown e Main Event — programas de televisão da WWE, tal como nos programas transmitidos pela internet - Superstars e NXT. Os lutadores interpretaram um vilão ou um mocinho seguindo uma série de eventos para gerar tensão, culminando em várias lutas.[23][24]

No Royal Rumble, Brock Lesnar defendeu com sucesso o seu Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da WWE contra John Cena e Seth Rollins em uma luta triple threat, enquanto que o combate Royal Rumble de 2015 foi ganho por Roman Reigns, garantindo assim uma oportunidade pelo título de Lesnar no evento principal do WrestleMania 31. A vitória de Reigns e a precoce eliminação de Daniel Bryan nesta luta gerou uma reação fortemente negativa nos fãs presentes, que em resposta vaiaram o vencedor do Royal Rumble.[25][26][27][28] No Raw de 2 de fevereiro, com o estímulo de Triple H e Stephanie McMahon (figuras de autoridade conhecidos conjuntamente como "The Authority") para resolver a controvérsia, Reigns concordou em colocar sua oportunidade pelo campeonato mundial da WWE em jogo no Fastlane;[29] mais tarde naquele noite, Daniel Bryan derrotou Seth Rollins e ganhou o direito de enfrentar Reigns em tal evento,[29] onde este último saiu vencedor, mantendo assim sua posição de desafiante ao título de Lesnar.[30] Nas semanas que antecederam o WrestleMania, a rivalidade entre Reigns e Lesnar (representado por seu manager, Paul Heyman) foi construída sobre se Reigns é ou não digno de estar no topo da WWE.[31] No Raw de 23 de março, os dois se confrontaram pela primeira vez; durante o segmento, Reigns tomou o título de Lesnar e o ergueu. Este último, por sua vez, tentou pegar seu campeonato de volta, mas Reigns não deixou. O confrontamento se encerrou com ambos os homens fazendo cabo de guerra com o título.[32][33] Também foi reconhecido na história que o contrato de Lesnar expiraria não muito tempo depois do WrestleMania. Porém menos de uma semana antes do evento, ele anunciou que havia assinado um novo contrato com a WWE, bem como sua aposentadoria das artes marciais mistas.[34]

No Survivor Series, Sting fez sua primeira aparição na WWE ao interferir no evento principal, uma luta Survivor Series 5-contra-5 de eliminação, atacando Triple H e auxiliando Dolph Ziggler a eliminar por último Seth Rollins, dando a vitória a equipe de John Cena e fazendo com que a The Authority fosse removida do poder segundo uma estipulação previamente estabelecida.[35] No Raw de 19 de janeiro, Sting fez sua estreia no programa interferindo novamente no evento principal, um combate 3-contra-1 entre Cena contra Big Show, Kane e Rollins. Desta vez, Sting distraiu Rollins e permitiu que Cena vencesse, restabelecendo assim os empregos (na história) de Ziggler, Ryback e Erick Rowan, que haviam sido demitidos duas semanas antes.[36] Em 26 de janeiro, foi anunciado oficialmente via WWE.com que Triple H havia desafiado Sting para um confronto "face-a-face" no Fastlane.[37] No Raw de 9 de fevereiro, Triple H novamente incentivou Sting a aceitar o desafio. As luzes se apagaram, e um grupo de sósias de Sting apareceu em torno da arena e dentro do ringue, iluminado por holofotes, enquanto uma mensagem no vídeo mostrava que ele havia aceitado a proposta.[38] No Fastlane, após ameaças de Triple H, Sting o desafiou silenciosamente para uma luta no WrestleMania, apontando seu bastão para o logo dela, que estava suspenso no topo da arena. No mesmo dia, o combate foi oficializado.[30]

No Raw de 23 de fevereiro, foi anunciado que a segunda battle Royal em memória de André the Giant ocorreria no WrestleMania 31. The Miz, Curtis Axel e Ryback anunciaram sua participação no mesmo dia.[39] Nas semanas seguintes, mais 16 lutadores confirmaram sua presença: Fandango, Adam Rose, Zack Ryder, Jack Swagger, Titus O'Neil, Darren Young, Big Show, Kane, Erick Rowan, Damien Mizdow, Sin Cara, Goldust, Heath Slater, Mark Henry, Konnor e Viktor.[40][41][42][43][44] Em 20 de março, foi anunciado no WWE.com que na sexta-feira anterior ao WrestleMania, como parte do WrestleMania Axxess, quatro lutadores do NXT (território de desenvolvimento da WWE) competiriam em um torneio, onde o vencedor receberia uma vaga na battle Royal.[45] Hideo Itami derrotou Finn Bálor nas finais e garantiu sua participação no WrestleMania.[46] Ainda neste dia, foi revelado que a luta aconteceria no pré-show do evento.[20]

 
Em sua estreia no WrestleMania, Rusev defendeu o Campeonato dos Estados Unidos da WWE e sua série invicta de vitórias contra John Cena.

No Fastlane, o campeão intercontinental da WWE Bad News Barrett derrotou Dean Ambrose por desqualificação. Após o fim da luta, Ambrose atacou Barrett e roubou o seu título.[30] Em 26 de fevereiro, foi anunciado no Facebook oficial da WWE que o Campeonato Intercontinental de Barrett seria defendido no WrestleMania 31 em uma luta de escadas com "múltiplos lutadores".[47] No Raw de 2 de março, foi anunciado que R-Truth era o primeiro integrante no combate.[48] Nas semanas seguintes, Ambrose, Luke Harper, Dolph Ziggler, Stardust e Daniel Bryan também foram adicionados a luta no WrestleMania.[42][49][50] Durante os shows, cada oponente de Barrett roubou o título dele para si em determinada ocasião. O campeão só conseguiu recuperar seu cinturão no Raw de 16 de março.[44]

Também no Fastlane, Rusev derrotou John Cena para manter o Campeonato dos Estados Unidos da WWE depois depois que ele aplicou um golpe baixo em Cena (enquanto o árbitro estava distraído com Lana) e fê-lo desmaiar com seu movimento de finalização, a submissão Accolade.[30] Nas semanas seguintes, Cena desafiou Rusev para uma revanche, que foi recusada.[39] No Raw de 2 de março, Stephanie McMahon decretou que Cena não iria competir no WrestleMania, a menos Rusev concordasse com o combate.[48] Após este derrotar Curtis Axel na semana seguinte, ele fez várias observações insultuosas contra os Estados Unidos. Cena reagiu e atacou Rusev, fazendo-o desmaiar após ele aplicar a submissão STF. Lana, desesperada, aceitou a revanche de Cena no WrestleMania em nome de Rusev.[43]

 
The Undertaker enfrentou Bray Wyatt no WrestleMania 31. Esta foi sua primeira aparição desde que perdeu para Brock Lesnar no evento do ano anterior.

No Raw de 2 de março, Paige derrotou a campeã das Divas, Nikki Bella, por desqualificação durante um combate pelo título desta após Brie Bella ataca-la; portanto, Nikki manteve o campeonato. Brie e Nikki então atacaram Paige até que AJ Lee, de regresso, a salvou.[48] Três dias depois, no SmackDown, AJ venceu Brie após Paige impedir Nikki de interferir na luta.[42] Em 9 de março, foi anunciado no WWE.com que AJ e Paige enfrentariam as Bellas no WrestleMania.[43]

No Fastlane, vários druidas apareceram na rampa de entrada, enquanto um caixão foi levado para o ringue, levando o público a acreditar que The Undertaker estava retornando. Entretanto, foi revelado que Bray Wyatt estava dentro do caixão. Ele se referiu a Undertaker, dizendo que este era apenas uma sombra do passado, e que sua alma estava perdida no limbo. Wyatt então se auto-proclamou como a "nova face do medo na WWE" e desafiou formalmente Undertaker para um combate no WrestleMania, afirmando que reclamaria a alma deste para si.[30] Durante o Raw de 9 de março, Undertaker aceitou o desafio de Wyatt através de uma mensagem no telão.[43]

No Raw de 20 de outubro de 2014, um combate 3-contra-2 foi realizado entre Randy Orton, Kane e Seth Rollins contra John Cena e Dean Ambrose, onde Orton conseguiu a vitória; porém, Rollins o atacou após o fim do combate.[51] Na semana seguinte, foi a vez de Orton atacar Rollins, desafiando assim a The Authority por não o controlar na semana anterior.[52] No Raw de 3 de novembro, Orton atacou Rollins durante sua luta pelo Campeonato Intercontinental da WWE contra Dolph Ziggler, e exigiu uma luta contra ele para resolver suas diferenças, que Triple H concedeu a fim de manter Orton do seu lado. Rollins conseguiu a vitória, entretanto, Orton atacou o resto da The Authority antes que Rollins lhe aplicasse seu movimento de finalização, o Curb Stomp.[53] Orton só retornou à televisão no Fastlane, quando ele atacou os membros da The Authority (Rollins, Kane e Big Show).[30] Todavia, nas semanas seguintes, Orton ajudou Rollins a ganhar suas lutas.[48] No Raw de 9 de março, Orton mais uma vez atacou Rollins, desta vez após o confronto deste com Roman Reigns.[43] No SmackDown de 12 de março, Orton desafiou Rollins para um combate no WrestleMania.[50] Quatro dias depois, no Raw, ele aceitou o desafio.[44]

EventoEditar

MiscelâneaEditar

O painel de discussão do pré-show foi formado por Renee Young, Booker T, Corey Graves e Byron Saxton.[54][55] Os comentaristas em inglês para o evento foram Michael Cole, John "Bradshaw" Layfield e Jerry "The King" Lawler,[56] enquanto houve também comentaristas em espanhol, alemão, francês e italiano no entorno do ringue.[57] Lilian Garcia e Eden atuaram como anunciadoras de ringue.[58] Mike Chioda é notável por ter sido o árbitro do evento principal entre Brock Lesnar e Roman Reigns.[56][58]

A personalidade televisiva Maria Menounos realizou entrevistas de bastidores durante o pré-show e a transmissão principal. O WrestleMania 31 começou com Aloe Blacc cantando "America the Beautiful". Durante o evento, Skylar Grey, Travis Barker e Kid Ink cantaram as músicas-tema do pay-per-view – "Rise" e "Money and the Power".[56][58]

No decorrer do evento, a classe de 2015 do Hall da Fama da WWE (Randy Savage (representado pelo seu irmão Lanny Poffo), Rikishi, Arnold Schwarzenegger, The Bushwhackers (Butch Miller e Luke Williams), Alundra Blayze, Connor Michalek (representado pelo seu pai), Larry Zbyszko, Tatsumi Fujinami e Kevin Nash) compareceu perante a platéia ao vivo depois de serem apresentados por Howard Finkel.[56][58]

ResultadosEditar

Resultados Estipulações Tempo[58]
Pré-
show
Tyson Kidd e Cesaro (c) (com Natalya) derrotaram The New Day (Big E e Kofi Kingston) (com Xavier Woods), Los Matadores (Diego e Fernando) (com El Torito) e The Usos (Jey Uso e Jimmy Uso) (com Naomi) Luta de quatro duplas pelo Campeonato de Duplas da WWE[59] 9:58 [55]
Pré-
show
Big Show venceu ao eliminar por último Damien Mizdow[nota 1] Battle royal pelo troféu em memória de André the Giant[60] 18:05 [55]
1 Daniel Bryan derrotou Bad News Barrett (c), R-Truth, Dean Ambrose, Luke Harper, Dolph Ziggler e Stardust Luta de escadas pelo Campeonato Intercontinental da WWE[61] 13:47
2 Randy Orton derrotou Seth Rollins (com Jamie Noble e Joey Mercury) Luta individual[62] 13:15
3 Triple H derrotou Sting Luta individual decidida apenas por pinfall ou submissão[63] 18:36
4 AJ Lee e Paige derrotaram The Bella Twins (Brie Bella e Nikki Bella) por submissão Luta de duplas[64] 6:42
5 John Cena derrotou Rusev (c) (com Lana) Luta individual pelo Campeonato dos Estados Unidos da WWE[65] 14:31
6 The Undertaker derrotou Bray Wyatt Luta individual[66] 15:12
7 Seth Rollins derrotou Brock Lesnar (c) (com Paul Heyman) e Roman Reigns Luta Triple Threat pelo Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados da WWE; Rollins descontou o seu contrato do Money in the Bank.[nota 2][67] 16:43
(c) – Refere-se aos campeões antes da luta.
  1. Os outros participantes foram (em ordem de eliminação): Curtis Axel, Adam Rose, Fandango, Alex Riley, Zack Ryder, Bo Dallas, Hideo Itami, Diego, Fernando, Sin Cara, Tyson Kidd, Mark Henry, Konnor, Viktor, Darren Young, Heath Slater, Titus O'Neil, Jack Swagger, Big E, Xavier Woods, Kofi Kingston, Erick Rowan, Goldust, Kane, Jimmy Uso, Cesaro, Ryback, The Miz e Damien Mizdow.
  2. A luta originalmente era um confronto apenas entre Lesnar e Reigns, porém Rollins descontou seu contrato do Money in the Bank durante o combate, transformando-o em uma luta triple threat.

Ver tambémEditar

Notas

  1. No Brasil, a transmissão do WrestleMania ocorreu ao vivo pelo Fox Sports através da plataforma Fox Play.[4]
  2. Um supercard corresponde a vários combates de alto nível em um único evento, que são promovidos fortemente, sendo estas lutas o principal foco do pay-per-view.[7]

Referências

  1. a b «Aloe Blacc, Skylar Grey, Kid Ink and Travis Barker join WWE at WrestleMania 31» (em inglês). WWE. 25 de março de 2015. Consultado em 2 de maio de 2015 
  2. «WRESTLEMANIA 31 KICKOFF» (em inglês). WWE. Consultado em 2 de maio de 2015 
  3. «WWE WrestleMania 31» (em inglês). Internet Wrestling Database. Consultado em 31 de março de 2015. Cópia arquivada em 3 de maio de 2015 
  4. «De contrato renovado, Brock Lesnar defende cinturão no WrestleMania». Fox Sports. 29 de março de 2015. Consultado em 2 de maio de 2015 
  5. Melok, Bobby (10 de dezembro de 2013). «WrestleMania 31 to take place at Levi's Stadium in Santa Clara, Calif. on March 29, 2015» (em inglês). WWE. Consultado em 7 de abril de 2014 
  6. «WrestleMania History». Pro Wrestling History. Consultado em 2 de maio de 2015 
  7. Molinaro, Jhon. «Starrcade, the original "super card"» (em inglês). SLAM! Sports. Consultado em 26 de maio de 2014 
  8. «WWE WrestleMania record setting again» (em inglês). Miami Herald. 30 de março de 2015. Consultado em 31 de março de 2015. Cópia arquivada em 31 de março de 2015 
  9. Powell, John. «WrestleMania 31 the best Mania ever». Canadian Online Explorer (em inglês). SLAM! Sports. Consultado em 31 de março de 2015 
  10. Graham, Mark (29 de março de 2015). «WrestleMania 31 Review: Seth Rollins emerges as WWE champ». AFP (em inglês). Consultado em 30 de março de 2015 
  11. «WrestleMania 29 press conference brings WWE to Radio City Music Hall» (em inglês). WWE. Consultado em 31 de março de 2014. Cópia arquivada em 7 de abril de 2013. ... WWE's flagship event lights up MetLife Stadium ... WrestleMania 
  12. Gelston, Dan. «WrestleMania is Super Bowl of sports entertainment» (em inglês). Associated Press. Consultado em 31 de março de 2014. Cópia arquivada em 31 de março de 2014 
  13. Melok, Bobby (10 de dezembro de 2013). «WrestleMania 31 to take place at Levi's Stadium in Santa Clara, Calif. on March 29, 2015» (em inglês). WWE. Consultado em 12 de dezembro de 2013 
  14. Pena, Daniel (27 de janeiro de 2015). «Why WWE Is No Longer Numbering WrestleMania, Bray Wyatt, Total Divas Preview (Video)» (em inglês). Wrestling Inc. Consultado em 13 de março de 2015 
  15. Giri, Raj (11 de dezembro de 2013). «Reason For 'Play' Button On WrestleMania 31 Logo, Tribute To The Troops Pics, WWE In Jacksonville» (em inglês). Wrestling Inc. Consultado em 13 de março de 2015 
  16. Middleton, Marc. «WWE WrestleMania 31 Travel Packages» (em inglês). Wrestling Inc. Consultado em 10 de março de 2015 
  17. «Get WrestleMania 31 tickets» (em inglês). WWE. Consultado em 11 de março de 2015 
  18. Middleton, Mar (27 de janeiro de 2015). «First WrestleMania 31 Theme Song, Byron Saxton Hosting WWE DVD, Matt Hardy Talks Daniel Bryan» (em inglês). Wrestling Inc. Consultado em 13 de março de 2015 
  19. Lee, Joseph (12 de março de 2015). «WWE News: Details On Second Wrestlemania Theme, Daniel Bryan With WNBA Star» (em inglês). 411 Mania. Consultado em 13 de março de 2015 
  20. a b Caldwell, James (26 de março de 2015). «WM31 NEWS: Andre Battle Royal bumped to PPV pre-show» (em inglês). PW Torch. Consultado em 27 de março de 2015 
  21. «WWE teams with LL Cool J for WrestleMania open» (em inglês). WWE. 16 de março de 2015. Consultado em 17 de março de 2015 
  22. Martin, Adam (23 de março de 2015). «Skylar Grey, Kid Ink, Travis Barker will be at WrestleMania 31» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 24 de março de 2015 
  23. Grabianowski, Ed. «How Pro Wrestling Works». HowStuffWorks. Discovery Communications. Consultado em 5 de março de 2012. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2013 
  24. «Live & Televised Entertainment» (em inglês). WWE. Consultado em 21 de março de 2012. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2013 
  25. Caldwell, James (25 de janeiro de 2015). «Royal Rumble PPV Report 1/25: Complete "virtual-time" coverage of Lesnar vs. Cena vs. Rollins for WWE Title, Royal Rumble, post-PPV Network show» (em inglês). PWTorch.com. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  26. Smith, Troy L. (25 de janeiro de 2015). «WWE Royal Rumble 2015: Live coverage, results, photos, reaction & more». The Plain Dealer (em inglês). Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  27. Melok, Bobby (25 de janeiro de 2015). «Roman Reigns won the 2015 Royal Rumble Match» (em inglês). WWE. Consultado em 21 de março de 2015 
  28. Schwartz, Nick. «Daniel Bryan was eliminated early from the Royal Rumble and fans are furious». USA Today. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  29. a b Caldwell, James (2 de fevereiro de 2015). «CALDWELL'S WWE RAW RESULTS 2/2: Complete "virtual-time" coverage of live Raw - Triple H's big "announcement," Rumble fall-out, Bryan vs. Rollins main event, more» (em inglês). PW Torch. Consultado em 20 de fevereiro de 2015 
  30. a b c d e f Caldwell, James (22 de fevereiro de 2015). «CALDWELL'S WWE FAST LANE PPV RESULTS 2/22: Complete "virtual-time" coverage of Bryan vs. Reigns, Cena vs. Rusev, Sting-Hunter confrontation, final PPV before WM31» (em inglês). PW Torch. Consultado em 26 de fevereiro de 2015 
  31. Tucker, Benjamin (3 de março de 2015). «Raw Instant Reaction: WWE limps toward WM Play Button, but what bright spots can WWE build on?» (em inglês). PWTorch.com. Consultado em 15 de março de 2015 
  32. Caldwell, James (23 de março de 2015). «CALDWELL'S WWE RAW RESULTS 3/23: Complete "virtual-time" coverage of live Raw - Sting opens Raw, Lesnar-Reigns ends Raw, Bryan vs. Ziggler, final WM31 hype, more» (em inglês). Consultado em 26 de março de 2015 
  33. Tucker, Benjamin (24 de março de 2015). «Raw Before Mania: WWE tries to hide Roman Reigns amongst well-developed Mania Feuds» (em inglês). PWTorch. Consultado em 26 de março de 2015 
  34. Laboon, Jeff (25 de março de 2015). «Brock Lesnar re-signs with WWE» (em inglês). WWE. Consultado em 25 de março de 2015 
  35. Caldwell, James (23 de novembro de 2014). «Caldwell's WWE S. Series PPV Results 11/23: Ongoing "virtual-time" coverage of Team Cena vs. Team Authority, more» (em inglês). PW Torch. Consultado em 26 de março de 2015 
  36. Tedesco, Mike (19 de janeiro de 2015). «WWE RAW Results - 1/19/15 (Sting debuts on RAW)» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 26 de março de 2015 
  37. Zucker, Joseph (26 de janeiro de 2015). «Triple H Challenges Sting to Confrontation at 2015 Fast Lane PPV». WWE (em inglês). The Bleacher Report. Consultado em 26 de março de 2015 
  38. Tedesco, Mike (9 de fevereiro de 2015). «WWE RAW Results - 2/9/15 (5-on-2 Handicap Match)» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 10 de fevereiro de 2015 
  39. a b Martin, Adam (23 de fevereiro de 2015). «WWE RAW Results - 2/23/15 (Fallout from Fastlane PPV)» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 24 de fevereiro de 2015 
  40. Tedesco, Mike (26 de fevereiro de 2015). «WWE Smackdown Results - 2/26/15 (Fastlane rematch)» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 26 de março de 2015 
  41. «Zack Ryder to enter Andre The Giant Memorial Battle Royal». Facebook (em inglês). WWE. Consultado em 2 de março de 2015 
  42. a b c Tedesco, Mike (5 de março de 2015). «WWE Smackdown Results - 3/5/15 (Tag Team Main Event)». Wrestle View. Consultado em 26 de março de 2015 
  43. a b c d e Tedesco, Mike (9 de março de 2015). «WWE RAW Results - 3/9/15 (Orton gets revenge on Rollins)» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 26 de março de 2015 
  44. a b c Tedesco, Mike (16 de março de 2015). «WWE RAW Results - 3/16/15 (Sting & Orton fight The Authority)» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 26 de março de 2015 
  45. Clapp, John (20 de março de 2015). «NXT tournament at Axxess to decide Andre the Giant Memorial Battle Royal entrant» (em inglês). WWE. Consultado em 26 de março de 2015 
  46. Caldwell, James (26 de março de 2015). «WM31 NEWS: NXT star qualifies for Andre Battle Royal; updated line-up» (em inglês). PW Torch. Consultado em 27 de março de 2015 
  47. «Intercontinental Championship Ladder Match at WrestleMania 31!». Facebook (em inglês). WWE. Consultado em 26 de fevereiro de 2015 
  48. a b c d Caldwell, James (2 de março de 2015). «WWE Raw results 3/2: Ongoing "virtual-time" coverage of live Raw - Heyman speaks for Lesnar, Rollins-Daily Show angle, WM31 build continues» (em inglês). PW Torch. Consultado em 3 de março de 2015 
  49. Martin, Adam (5 de março de 2015). «New names confirmed for matches at WrestleMania 31» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 26 de março de 2015 
  50. a b Tedesco, Mike (12 de março de 2015). «WWE Smackdown Results - 3/12/15 (Six Man Tag Match)» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 26 de março de 2015 
  51. Tedesco, Mike (20 de outubro de 2014). «WWE RAW Results - 10/20/14 (Handicap Tag Main Event)». Wrestle View. Consultado em 18 de março de 2015 
  52. Tedesco, Mike (27 de outubro de 2014). «WWE RAW Results - 10/27/14 (John Cena vs. Seth Rollins)» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 18 de março de 2015 
  53. Tedesco, Mike (3 de novembro de 2014). «WWE RAW Results - 11/3/14 (Randy Orton vs. Seth Rollins)». Wrestle View. Consultado em 18 de março de 2015 
  54. Powell, Jason (29 de março de 2015). «Powell's WrestleMania 31 Kickoff Show live review: Andre the Giant Memorial Battle Royal, Tyson Kidd and Cesaro vs. New Day vs. Los Matadores vs. The Uso Brothers for the WWE Tag Team Championship» (em inglês). Pro Wrestling Net. Consultado em 4 de abril de 2015 
  55. a b c Caldwell, James (29 de março de 2015). «CALDWELL'S WM31 PPV REPORT 3/29 (Pre-Show): Ongoing "virtual-time" coverage of Tag Title match, Andre Battle Royal, more» (em inglês). PW Torch. Consultado em 29 de março de 2015 
  56. a b c d Powell, Jason (29 de março de 2015). «Powell's WrestleMania 31 results and review: Brock Lesnar vs. Roman Reigns for the WWE World Heavyweight Championship, Sting vs. Triple H, Rusev vs. John Cena for the U.S. Championship, Undertaker vs. Bray Wyatt, Intercontinental Title ladder match» (em inglês). Pro Wrestling Net. Consultado em 4 de abril de 2015 
  57. Trionfo, Richard (29 de março de 2015). «WWE WRESTLEMANIA 31 REPORT: WHO IS THE WWE CHAMPION?, STING VERSUS TRIPLE H, LADDER MATCH, SURPRISES, AND MORE SURPRISES» (em inglês). PW Insider. Consultado em 4 de março de 2015. Cópia arquivada em 4 de abril de 2015 
  58. a b c d e Caldwell, James (29 de março de 2015). «CALDWELL'S WM31 PPV RESULTS 3/29: Ongoing "virtual-time" coverage of WWE World Title match, Taker's return, Sting vs. Triple H, Cena vs. Rusev, more big matches» (em inglês). PW Torch. Consultado em 29 de março de 2015 
  59. Clapp, John (23 de março de 2015). «WWE Tag Team Champions Tyson Kidd & Cesaro vs. The New Day vs. Los Matadores vs. The Usos (Fatal 4-Way)» (em inglês). WWE. Consultado em 26 de março de 2015 
  60. Clapp, John (23 de fevereiro de 2015). «2nd Annual Andre the Giant Memorial Battle Royal» (em inglês). WWE. Consultado em 25 de fevereiro de 2015 
  61. Clapp, John (26 de fevereiro de 2015). «Intercontinental Championship Ladder Match» (em inglês). WWE. Consultado em 2 de março de 2015 
  62. Vaccaro, Robert (16 de março de 2015). «Randy Orton vs. Seth Rollins» (em inglês). WWE. Consultado em 21 de março de 2015 
  63. Clapp, John (22 de fevereiro de 2015). «Sting vs. Triple H» (em inglês). WWE. Consultado em 25 de fevereiro de 2015 
  64. Clapp, John (9 de março de 2015). «AJ Lee & Paige vs. The Bella Twins» (em inglês). WWE. Consultado em 10 de março de 2015 
  65. Vaccaro, Robert (9 de março de 2015). «United States Champion Rusev vs. John Cena» (em inglês). WWE. Consultado em 10 de março de 2015 
  66. Melok, Bobby (9 de março de 2015). «The Undertaker vs. Bray Wyatt» (em inglês). WWE. Consultado em 10 de março de 2015 
  67. Clapp, John (22 de fevereiro de 2015). «WWE World Heavyweight Champion Brock Lesnar vs. Roman Reigns» (em inglês). WWE. Consultado em 25 de fevereiro de 2015 

Ligações externasEditar