Abrir menu principal

Wing Chun

(Redirecionado de WyngTjun)
Wing Chun Kuen
Bruce Lee praticando chi sao com Yip Man
Informação geral
Prática Desporto de combate; arte marcial
Foco socos, chutes, cotoveladas
Outras informações
Esporte olímpico não
Cronologia das artes marciais  · Lista de artes marciais  · Projeto Artes Marciais

O Wing Chun (Ving Tsun ou Wing Tsun) é um sistema de luta surgido no sul da China que se distingue pela economia de movimentos, sendo um sistema de defesa pessoal. Simples e eficiente, descarta todo movimento acrobático. É uma arte marcial singular, desenvolvida para permitir que qualquer tipo de pessoa, independentemente de tamanho, força ou sexo, possa se defender de agressores maiores e mais fortes.

A principal diferença entre os estilos praticados atualmente está em seu conceito de defesa. Enquanto em outras artes marciais procura-se acima de tudo bloquear o ataque do agressor para depois contra-atacar, ou mesmo desviar este ataque para depois contra-atacar, o princípio básico do Wing Chun é o de utilizar esta força contra o próprio agressor, sendo que a defesa já funciona como ataque e vice-versa.

Embora muitos mestres oficiais do Wing Chun espalhados por todo o mundo trabalhem para o crescimento deste estilo, sua grande popularidade no ocidente veio a partir de seu praticante mais famoso, Bruce Lee, discípulo de Yip Man, que o praticou e o valorizou, utilizando-o como base para o estilo de luta que ele viria a criar tempos depois, o Jeet Kune Do.

Dentro do Wing Chun, existem diversas "famílias". Ou seja, ao longo do tempo, o estilo foi evoluindo e sofrendo alterações pelos seus mestres, alterações essas que foram sendo ensinadas aos novos praticantes, dando origem a diferenças de algumas técnicas nos grupos (famílias) de Wing Chun. Cada família fez alterações que visam a aperfeiçoá-lo e adaptá-lo para a sua própria realidade, mantendo os princípios fundamentais do estilo, o que é permitido pela arte marcial.

HistóriaEditar

 
Mu ren zhuang, equipamento de treinamento utilizado no wing chun.

O Wing Chun começa a partir de 1733 quando o Templo Shaolin foi destruído pelos Manchus. Yim Yee, um dos quinze discípulos sobreviventes, se refugiou próximo da montanha Tai Leung e passou a viver como um simples comerciante, junto à sua filha Yim Wing Chun. Um lutador local chamado Wong era apaixonado por ela e a ameaçou para que se casasse com ele. O velho Yim Yee já não era capaz de defender sua filha. Então, uma cliente que costumava fazer compras em sua loja percebeu sua preocupação e, depois de ouvir a história do velho, decidiu ajudá-lo.

Essa cliente era a monja Ng Mui, que estava hospedada no Templo da Garça Branca. Ela ensinou a filha do velho por três anos, e depois disso Yim Wing Chun conseguiu derrotar Wong. Pouco tempo depois, casou-se com o lutador de Kung Fu Leung Bok Chau. Ao observar seu esposo praticante, Yim começou a fazer críticas às falhas do estilo e seu esposo, chateado com as constantes críticas, a desafiou e perdeu. Logo após, ele quis aprender o estilo marcial da esposa e o renomeou para Wing Chun em homenagem a ela.

Vários anos depois, Bok Chau ensinou o já famoso Wing Chun ao médico Lan Kwai, que somente depois de velho decidiu ensinar o estilo a um jovem ator de ópera chinesa chamado Wong Wah Bo. Em uma de suas viagens, Wah Bo conheceu Yee Tei, um lutador de bastão longo e, com a amizade estabelecida, um aprendeu as técnicas do outro. Com a arte já mais evoluída, Yee Tei ensinou as técnicas a Leung Jan, um médico e comerciantes de ervas que morava em Fatshan. Jan ensinou a arte marcial aos seus filhos Leung Tsun e Leung Bik e a alguns discípulos.

Perto da loja, havia um homem chamado Chan Wah Shun, cujo sonho era ser discípulo do mestre Leung Jan. Porém, quando Chan pediu para o mestre aceitá-lo, ficou triste com o não recebido. Sem desistir do sonho, Chan conheceu um aluno chamado Wah, conhecido como homem de madeira, que tinha esse nome por ser muito forte e constantemente quebrar os bonecos de treino conhecidos como Mudjong (Mu ren zhuang). Assim, Chan conseguiu treinar as técnicas.

Certo dia, Wah levou Chan ao local de treino e disse, a Leung Tsun, filho do mestre, que seu amigo era perito em Wing Chun. Tsun o desafiou e, num golpe forte de Chan, Tsun caiu e quebrou a cadeira do mestre Jan. Todos correram para arrumá-la mas, à noite, quando o mestre sentou-se nela, a mesma desmontou. Depois de lhe explicarem o que tinha ocorrido, Jan solicitou a presença de Chan no local e, após este mostrar suas perícias marciais, o mestre acabou por aceitá-lo como seu discípulo.

Como Chan trabalhava com dinheiro, era comum ele ter que usar suas técnicas em combates reais, o que possibilitou seu aperfeiçoamento e ele acabou por virar mestre no estilo. Já idoso, foi convidado a ensinar o Wing Chun no templo ancestral da rica família Yip, e neste local ele se tornou mestre de Yip Man, que futuramente seria o mestre de Bruce Lee.

CaracterísticasEditar

  • Movimentos simples, curtos e rápidos
  • Técnicas de ataque e defesa simultâneas
  • Ataques focados em pontos vitais e áreas sensíveis (linha central)
  • Explosão nos movimentos (rajadas de ataques)
  • Objetivo de atingir e finalizar o combate rapidamente
  • Base alta e estreita
  • Cotovelos próximos ao corpo
  • Mãos defendem a linha central do corpo[1]

FormasEditar

小念頭 Siu Nim Tau (pequena ideia) A primeira e mais importante forma do wing chun é o Siu Nim Tau ("a pequena idea para começar"). Ela deve ser treinada pelo praticante por toda sua vida.[2] É a base ou "semente" da arte, da qual irão depender todas as formas e técnicas subsequentes.[3] Regras fundamentais de equilíbrio e estrutura corporal são desenvolvidas por esta forma. Usando a analogia de um carro, esta forma fornece um chassi,[4] ou um motor.[5] Serve como alfabeto básico do sistema. Algumas escolas consideram que a base simétrica é a posição fundamental de combate; outras a veem como uma base de treinamento, usada para desenvolver a técnica.[6]
尋橋 Chum Kiu (procurando a ponte) A segunda forma, Chum Kiu, foca no movimento coordenado da massa corporal e técnicas de entrada para "preencher o intervalo" entre o praticante e o oponente, e avanços para romper a estrutura e o equilíbrio do adversário.[7][8] Ataques a curta distância usando os cotovelos e joelhos também são desenvolvidos aqui. Também ensina métodos para recuperar a posição e a linha central do corpo em situações onde a estrutura do Siu Nim Tau foi perdida. Em algumas escolas, o peso do corpo é importante, tanto para girar quanto para avançar. Para algumas escolas, essa forma "fornece o motor para o carro".
標指 Biu Ji (dedos que furam) A terceira e última forma, Biu Ji, se compõe de técnicas de curtíssima e de longa distâncias, chutes baixos e varreduras, e "técnicas de emergência" para contra-atacar quando a linha central foi seriamente comprometida ou quando o praticante foi seriamente machucado.[9] A forma inclui cotoveladas a curta distância e estocadas com os dedos na garganta. Para algumas escolas, é o motor turbo do carro. Para outras, é o pit stop que recupera o motor quando ele foi danificado. Outras escolas consideram que possui técnicas mortais que nunca devem ser usadas sem uma boa razão. Um ditado do wing chun diz que "o Biu Ji não sai pela porta".

Nomenclaturas de família Wing ChunEditar

Erroneamente, muitos acreditam que os termos são utilizados para graduações. Entretanto, segundo a terminologia do wing chun kung fu oficial, se trata de uma estrutura familiar, onde o vínculo, em vez de ser o parentesco consanguíneo, se baseia no kung fu.

Professores (Mestres)Editar

  • Si Kun - Mestre-Avô. (O mestre do seu mestre)
  • Si Fu - Mestre-Pai. (Seu mestre)
  • Si Sok - Mestre-tio (Que entrou na família antes de seu mestre)
  • Si Pak - Mestre-tio (Que entrou na família após o seu mestre)
  • Si Lz - após seis meses ministrando aulas.

AlunosEditar

  • Si Hing - aluno que entrou antes de você (Irmão mais velho com referência a você.)
  • Si Dai - aluno que entrou após você (Irmão mais novo com referência a você.)

AlunasEditar

  • Si Je - aluna que entrou antes de você (Irmã mais velha com referência a você.)
  • Si Mui - aluna que entrou após você (Irmã mais nova com referência a você.)

CinemaEditar

As artes marciais, desde já um bom tempo, são um tema recorrente no cinema. No caso do Wing Chun, as maiores amostras desse estilo estão nos filmes sobre a história do mestre Yip Man.

Filmes sobre Yip Man
Ano Título em português Título em inglês
2008 O Grande Mestre Ip Man
2010 O Grande Mestre 2 Ip Man 2
2010 The Legend Is Born: Ip Man
2013 O Grande Mestre (2013) The Grandmaster
2013 Ip Man: The Final Fight
2015 O Grande Mestre 3 Ip Man 3
2019 O Grande Mestre 4 Ip Man 4

No filme Sherlock Holmes, dirigido por Guy Ritchie, o método de luta utilizado por Sherlock (Robert Downey Jr.) é o Wing Chun.

Nos Filmes do Universo Cinematográfico Marvel, o método de luta usado por Tony Stark - Iron Man (Robert Downey Jr.) é o Wing Chun.

BibliografiaEditar

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  1. Betsy Olay (7 de setembro de 2016). «HOW TO WU SAU CORRECTLY – TECHNIQUE IS EVERYTHING». Consultado em 13 de setembro de 2019 
  2. «WING CHUN CONCEPTS: Siu Nim Tao». Wing Chun Concepts. 23 de setembro de 2017. Consultado em 24 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2017  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda)
  3. Michel Boulet. «The Simple Basics of a Complex Art». the Wing Chun Archive. Consultado em 10 de fevereiro de 2013 
  4. Jim Fung (23 de fevereiro de 2009). «Wing Chun Stance». International wing Chun academy. Wingchun.com.au. Consultado em 10 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 19 de março de 2014  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda)
  5. «The Hidden Power of Siu Nim Tau by Tsui Sheung Tin». 22 de maio de 2017. Consultado em 23 de novembro de 2018 
  6. Sifu Cogar. «An Overview of Wing Chun». richhealthandwellness.com. Consultado em 4 de maio de 2007. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2010 
  7. «The Forms of Wing Chun Kuen Kung Fu | Reading Academy Wing Chun & Kali». Teamwingchun.co.uk. Consultado em 10 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 1 de maio de 2012  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda)
  8. «Ving Tsun Martial Arts Studio – Training». Tstvingtsun.bc.ca. Consultado em 10 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 28 de junho de 2013  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda)
  9. City Wing Chun – Training Notes Arquivado em abril 15, 2009[Erro data trocada], no Wayback Machine.