Abrir menu principal

XP Investimentos

Corretora de valores
XP Investimentos Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários S.A.
Slogan Para cada investidor, existe uma XP.
Atividade Investimentos
Fundação 2001
Sede Rio de Janeiro
Presidente Guilherme Benchimol
Pessoas-chave Guilherme Benchimol, Julio Capua, Gabriel Leal, Carlo Ferreira, Fernando Rosado
Empregados 1.200
Produtos Ações, Fundos de investimento, Fundos imobiliários, Ativos de renda fixa, Derivativos
Subsidiárias Clear, Rico
Website oficial www.xpi.com.br

A XP Investimentos é uma corretora de valores brasileira, considerada uma das maiores corretoras independentes do Brasil.[1] Em janeiro e fevereiro de 2010, foi a corretora que mais negociou ações no sistema da BM&FBovespa.[2]

Índice

HistóriaEditar

Em 2001, Guilherme Benchimol e Marcelo Maisonnave criaram a XP Investimentos CCTVM S.A., em Porto Alegre, como empresa de agentes autônomos de investimentos.[3][4][5][6]

Em 2005, foi criada a XP Gestão de Recursos, empresa de administração de recursos. Com a incorporação da empresa Americainvest CCTVM Ltda em 2007, a XP Investimentos passou a atuar como corretora. Atualmente a empresa conta com mais de 580 mil clientes ativos e mais de R$ 200 bilhões sob custódia. Atua em vários países, principalmente no Brasil e Estados Unidos. Possui mais de 3.200 assessores de investimentos espalhados por 600 escritórios.[7]

Em 2011, a XP Investimentos anunciou a aquisição da empresa Interfloat, e da empresa Senso Corretora.[1] Além disso, em outubro de 2011, a companhia também formalizou a compra do Infomoney.[8][9]

Em 2012, a XP Investimentos anunciou a união de forças com a empresa Prime Corretora.[10]

Em julho de 2014, anunciou a compra da Clear Corretora por R$ 90 milhões.

Em dezembro de 2016, a XP Investimentos anunciou que adquiriu a empresa Rico Corretora de Valores.[11][12][13][14]

No final de 2017, a XP Investimentos anunciou associação com o Itaú Unibanco, que adquiriu 49,9% das ações da XP por R$ 6,3 bilhões.[15]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «XP Investimentos anuncia absorção da Senso Corretora | Valor Econômico». valor.com.br. 2012. Consultado em 15 de março de 2012 
  2. «No alto do pódio da bolsa - ISTOÉ Dinheiro». istoedinheiro.com.br. 2012. Consultado em 15 de março de 2012 
  3. Guilherme Benchimol, o professor de finanças que criou a XP - Por Exame em 29/10/2013
  4. O Novo caminho da XP - Por Exame
  5. XP: Venda ao Itaú leva Guilherme Benchimol ao topo do mundo - Por Isto É Dinheiro em 12/05/2017
  6. Ex-sócio da XP Investimentos volta ao mercado com Fintech - Por Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios em 17/04/2017
  7. Futema, Fabiana (6 de agosto de 2018). «XP recruta 1.000 assessores de investimento – ganho médio de R$ 15 mil». Veja. Consultado em 23 de abril de 2019 
  8. «XP Investimentos compra InfoMoney e reforça braço on-line Valor Econômico». valor.com.br. 2012. Consultado em 15 de março de 2012 
  9. Kahil, Gustavo (28 de outubro de 2011). «XP vê Brasil com apenas 4 grandes corretoras independentes». Exame. Consultado em 23 de abril de 2019 
  10. «XP Investimentos incorpora a corretora Prime, do Rio | Valor Econômico». valor.com.br. 2012. Consultado em 15 de março de 2012 
  11. XP, maior corretora independente do país, compra a Rico, vice no mercado - Por Folha de São Paulo em 01/12/2016
  12. Conheça a história da Rico: da criação até a venda para a XP - Por Money Times em 05/05/2018
  13. XP Investimentos anuncia compra de 100% do capital da Rico Corretora - Por Infomoney em 01/12/2016
  14. XP Investimentos compra corretora Rico - Por Revista Época Negócios em 02/12/2016
  15. «Cade aprova compra de fatia da XP Investimentos por Itaú Unibanco». Exame. 14 de março de 2018. Consultado em 16 de março de 2018 

Ligações ExternasEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.