Xerém (distrito de Duque de Caxias)

Xerém é o 4º distrito do município de Duque de Caxias, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Localiza-se ao pé da Serra de Petrópolis. O cantor Zeca Pagodinho morou por muitos anos em Xerém. Atualmente, mora na Barra da Tijuca, mas ainda mantém seu sítio em Xerém. O Centro de Treinamento da Divisão de Base do Fluminense Football Club também está localizado em Xerém. O distrito de Xerém é nacionalmente conhecido por abrigar o campus tecnológico do INMETRO e o parque industrial da extinta Fábrica Nacional de Motores (FNM), a qual pertence atualmente à Marcopolo/Ciferal. Parte da Reserva Biológica Federal do Tinguá se encontra em Xerém. O Arco Metropolitano do Rio de Janeiro passa por Xerém, pelo mesmo caminho da Estrada do Rio D'Ouro. Xerém é uma localidade municipal de Duque de Caxias.

Xerém
  Distrito do Brasil  
[[Imagem:
Pico do Congonhas em Xerém, 2021
|250 px|centro|]]
Localização
Estado Rio de Janeiro
Município Duque de Caxias
História
Criado em 28 de maio de 1954
Características geográficas
População total 61,129 hab.
Outras informações
Limites Petrópolis, Miguel Pereira, Nova Iguaçu e Belford Roxo

Etimologia

editar

Existem duas hipóteses etimológicas para a origem do nome do distrito:

  • provém de "xerém", o nome de um prato comum na culinária nordestina, feito de grãos de milho seco quebrados no pilão e cozidos na água e sal. O prato é originário de Portugal, onde pode ser conhecido também como "xarém".
  • Outra hipótese etimológica para a origem do nome remete ao comerciante inglês John Charing, que, no século 17, possuía barcos que faziam a ligação entre o porto do Rio de Janeiro, o porto do Pilar e o atual município de Petrópolis. Segundo essa hipótese, o antropônimo "Charing" teria sido convertido pela população no atual topônimo "Xerém".

História

editar

Período colonial

A localidade que é hoje conhecida como Xerém estava na passagem do Caminho de Garcia Paes para ligar as serras do ouro até o porto no Rio de Janeiro, isso no século XVIII. São poucas as informações acerca da região antes, mas como resquícios deste passado ainda existem as ruínas da Capela de Santa Rita da Posse, fundada em 1766.[1]

Fins do Império e República

No final da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o distrito ficou famoso nacionalmente por abrigar uma fábrica de revisão de motores de avião. Logo em seguida, porém, a fábrica passou a fabricar caminhões da marca italiana Alfa Romeo. Nos anos 1970, a fábrica foi vendida para a Fiat, que veio a desativá-la.

Na noite do dia 3 de janeiro de 2013, o distrito foi atingido por uma forte chuva. Devido ao enchimento e vazão abrupta da comporta de uma das barragens do rio que corta a cidade, muitos dos seus bairros e sub-bairros, de topografias decrescentes, foram alagados.[2] A Prefeitura de Caxias decretou estado de emergência[3] após esse desastre.

Esportes

editar
 
Estádio Marrentão, localizado no distrito

Em Xerém, se encontram as sedes e estádios de times de futebol caxienses: o estádio Los Larios, estádio do Esporte Clube Tigres do Brasil; e o estádio Romário de Sousa Farias, vulgarmente conhecido como Marrentão,[4] estádio do Duque de Caxias Futebol Clube.

O Fluminense Football Club, clube da cidade do Rio de Janeiro, tem um hotel de concentração e seu Centro de Treinamento das categorias de base em Xerém. O clube mantém suas equipes jovens no distrito, de onde saíram jogadores hoje mundialmente conhecidos como Thiago Silva, Fabinho e Marcelo.

População

editar

Segundo o censo de 2010 do IBGE,[5] a população residente em 2010 era de 61.129 pessoas.[6] 98,54% da população localizava-se em área urbana e apenas 4,16% na área rural,[7] sendo que as mulheres representavam 50,8% da população total do distrito. É a menor população dos quatro distritos de Duque de Caxias, com apenas 7,1% da população do município.

Turismo

editar

O turismo ecológico é marcante no distrito, que se destaca pela presença da Mata Atlântica e diversas cachoeiras. Em Xerém, no parque Ana Dantas, acontecia, anualmente, a Vaquejada de Xerém.[8]

Referências

  1. ARAÚJO, José de Souza Azevedo Pizarro e (1794). Visitas Pastorais de Monsenhor Pizarro ao recôncavo do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Arquivo da Cúria e da Mitra do Rio de Janeiro (ACMRJ) 
  2. O Dia - Chuva causa estragos em Xerém
  3. Prefeito de Caxias, no RJ, decreta estado de emergência em Xerém
  4. FutRJ (25 de setembro de 2008). «Duque de Caxias vai tentar liberação do "Marrentão"». Consultado em 21 de novembro de 2010 
  5. «Censo Demográfico 2010 - IBGE». Consultado em 24 de julho de 2014 
  6. «População Residente - Banco de dados SIDRA/IBGE». Consultado em 24 de julho de 2014 
  7. «População residente - Banco de dados SIDRA/IBGE». Consultado em 24 de julho de 2014 
  8. SRZD-Estado do Rio (10 de setembro de 2009). «Vaquejadas são proibidas em Xerém». Consultado em 21 de novembro de 2010