Abrir menu principal
Yamaguchi Falcão
Informações pessoais
Nome completo Yamaguchi Falcão Florentino
Nascimento 24 de janeiro de 1988 (31 anos)
São Mateus, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Compleição Altura: 1,79m[1]
Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Londres 2012 Meio-pesado
Jogos Pan-Americanos
Prata Guadalajara 2011 Meio-pesado

Yamaguchi Falcão Florentino (São Mateus, 24 de janeiro de 1988) é um pugilista brasileiro.[1]

Yamaguchi é irmão de Esquiva Falcão e filho de Adegard Câmara Florentino, conhecido como Touro Moreno, ex-pugilista que ganhou esta alcunha ao empatar uma luta realizada na década de 60 contra Waldemar Santana, pupilo de Hélio Gracie.

Quando criança, treinava na academia improvisada por seu pai no quintal de casa, onde esmurrava uma bananeira para aprimorar socos. Seu nome de origem japonesa foi-lhe dado em homenagem a um falecido amigo de seu pai. Touro Moreno teria arrumado briga com uma turma de marinheiros que, como vingança, teriam matado seu amigo Yamaguchi, dono de uma academia. Touro então decidiu batizar um de seus filhos com o nome do colega assassinado.[2]

Foi um dos representantes do país nos Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara, no México,[3] onde conquistou uma medalha de prata no peso meio-pesado, perdendo a final para o cubano Julio La Cruz.[4]

Nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, participando da categoria meio-pesado (até 81 kg), Yamaguchi derrotou Sumit Sangwan na primeira rodada, por 15 a 14. Nas oitavas-de-final, empatou com Meng Fanlong por 17 a 17, passando às quartas-de-final por contagem de pontos não atribuídos.[5][6] Depois de ver seu irmão Esquiva Florentino avançar às semifinais de sua categoria e garantir uma medalha olímpica, Yamaguchi participou das quartas-de-final, onde surpreendeu, ao conseguir derrotar o cubano Julio César la Cruz Peraza, campeão mundial amador em 2011, por 18 a 15. Assim, conseguiu a revanche pela final perdida no Pan de Guadalajara e garantiu a terceira medalha brasileira no boxe na mesma edição dos Jogos, feito inédito para o país.[7] Na semifinal, Yamaguchi foi derrotado pelo russo Egor Mekhontcev por 23 a 11 e ficou com a medalha de bronze.[5]

Carreira ProfissionalEditar

Anunciou se tornar profissional em 2 de outubro de 2014. [8] Em maio de 2019 ele conta com um cartel de 16 vitórias (7 nocautes, 9 por pontos), 1 derrota, 0 empates e 1 sem resultado [9][10]

No começo de maio de 2019, Yamaguchi já era o nono colocado no ranking do Conselho Mundial de Boxe (WBC, em inglês), e o então campeão latino, título que conquistou na sua 10ª vitória seguida, contra Jorge Daniel Caraballo. Em 2 de maio, colocou o título em jogo contra o americano Christopher Pearson em Las Vegas e foi derrotado por pontos, perdendo a invencibilidade e o cinturão latino.[10] Se vencesse, o brasileiro caminharia para uma eliminatória pelo cinturão mundial, que pertence ao mexicano Saúl Canelo Alvarez.[11]

Cartel de boxe profissionalEditar

16 Vitórias (7 nocautes, 9 decisões por pontos), 1 Derrota, 0 Empates, 1 No Contest[12]
Res. Recorde Oponente Método Rounds Data Localização Notas
Derrota 16–1   Chris Pearson Decisão (unânime) 10 2019-05-02   Hard Rock Hotel and Casino, Las Vegas, Nevada Perde o título de Campeão Latino da WBC.
Vitória 16–0   Elias Espadas Decisão (unânime) 10 2018-07-21   Hard Rock Hotel and Casino, Las Vegas, Nevada
Vitória 15–0   Richard Gutierrez Decisão (unânime) 8 2018-03-31   Marina Bay Sportsplex, Quincy, Massachusetts
Vitória 14–0   Taronze Washington Nocaute Técnico 4 (10) 2017-08-12   A La Carte Event Pavilion, Tampa, Florida
Vitória 13–0   Morgan Fitch Decisão (unânime) 10 2017-05-05   Cosmopolitan of Las Vegas, Las Vegas, Nevada
Vitória 12–0   Germán Pérez Nocaute Técnico 1 (10), 0:27 2016-12-17   The Forum, Inglewood, California
Vitória 11–0   Devis Cáceres Nocaute Técnico 2 (10), 0:54 2016-07-08   Mendes Convention Center, Santos, São Paulo Defende o título de Campeão Latino da WBC.
Vitória 10–0   Jorge Caraballo Nocaute 2 (10), 2:10 2016-03-04   Mendes Convention Center, Santos, São Paulo Se torna Campeão Latino da WBC de Pesos Médios.
Vitória 9–0   Francisco Cordero RTD 8 (10) 2015-11-14   Ginásio Municipal Falcão, Praia Grande, São Paulo
Vitória 8–0   Alberto Gustavo Sanchez Decisão (unânime) 8 2015-09-18   Club Juventud Unida, Mina Clavero, Córdoba
Vitória 7–0   José Carlos Paz Decisão (unânime) 10 2015-06-06   Arena Santos, Santos, São Paulo
Vitória 6–0   Gerardo Ibarra Decisão (unânime) 8 2015-04-30   Fantasy Springs Resort Casino, Indio, California
Vitória 5–0   Deartie Tucker Decisão (unânime) 6 2015-04-02   Belasco Theater, Los Angeles, California
Vitória 4–0   Raymond Terry Nocaute 1 (6), 1:21 2015-03-12   Freeman Coliseum, San Antonio, Texas
Vitória 3–0   Martin Fidel Ríos Decisão (unânime) 8 2014-11-15   Ginásio Municipal Falcão, Praia Grande, São Paulo
Vitória 2–0   Jesus Cruz Nocaute Técnico 3 (6), 3:00 2014-07-12   MGM Grand, Las Vegas, Nevada
Vitória 1–0   Francisco Najera Decisão (unânime) 4 2014-04-26   StubHub Center, Carson, California
NC   Martin Fidel Ríos NC 3 (4), 0:01 2014-01-25   Arena Santos, Santos, São Paulo Estréia no boxe profissional, no peso Médio.


Referências