Abrir menu principal
Yasuhiro Yamashita
Yamashita em 2005
Judô
Nascimento 1 de junho de 1957 (62 anos)
Yamato, Kumamoto
Nacionalidade Japão japonesa
Compleição Peso: 127 kg Altura: 1,80 m
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Los Angeles 1984 Aberto
Campeonato Mundial
Ouro Paris 1979 +95 kg
Ouro Maastricht 1981 +95 kg
Ouro Maastricht 1981 Aberto
Ouro Moscou 1983 +95 kg

Yasuhiro Yamashita (山下 泰裕, Yamashita Yasuhiro?, Yamato, 1 de junho de 1957) é um ex-judoca japonês, campeão olímpico em Los Angeles 1984 e um dos mais bem sucedidos judocas de todos os tempos.

Índice

CarreiraEditar

Devido ao boicote japonês nas Olimpíadas de Verão de 1980 em protesto contra a invasão soviética do Afeganistão em 1979, Yamashita foi forçado a assistir a esses Jogos como espectador enquanto seus rivais competiam no palco olímpico.

Yamashita ganharia mais três medalhas de ouro no Campeonato Mundial antes de se classificar para as Olimpíadas de 1984. Ele era o único competidor japonês de judô que havia se classificado para os Jogos Olímpicos de 1980 que também se classificou para as Olimpíadas de 1984.

Jogos Olímpicos de 1984Editar

Em sua única aparição nas Olimpíadas, Yamashita machucou a panturrilha direita na luta preliminar contra Arthur Schnabel. Isso colocou Yamashita em uma enorme desvantagem, uma vez que ele executava seus arremessos girando em sua perna direita. Apesar de ter conseguido vencer a partida com um Okuri-Eri-Jime, a lesão fez com que ele visivelmente mancasse durante a luta das semi-finais contra o fancês Laurent Del Colombo. Nesta luta, Yamashita foi arremessado ao chão com um Osoto Gari com apenas 30 segundos de luta, mas conseguiu retornar um Osoto Gari e venceu a partida com um Yoko-Shiho-Gatame. Com isso, ele se classificou para a final, contra o egípcio Mohamed Ali Rashwan. Yamashita venceria esta final e conquistaria a tão sonhada medalha de ouro, apesar de sua lesão. Esta luta foi marcada pelo Fair Play de Rashwan, que, sabendo da lesão de seu adversário, poupou a perna direita do japonês, não atacando-a diretamente. Por conta disso, Rashwan recebeu um prêmio do International Fairplay Committee[1].

Depois da AposentadoriaEditar

Ele trabalha atualmente como instrutor ou consultor de numerosas organizações, incluindo a Universidade de Tokai, a Federação Internacional de Judô, e do All Japan Judo Federation. Aposentou-se do judô competitivo em 17 de junho de 1985, após uma carreira notável, onde ganhou cinco medalhas de ouro em competições internacionais e marcou 203 vitórias consecutivas (com 7 empates no meio), até sua aposentadoria. Ele recebeu o Prêmio Nacional de Honra Japonês em 9 de outubro de 1984.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) judoca, integrado ao Projeto Artes Marciais, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.