Abrir menu principal
Rabino Yehuda Glick
יהודה גליק
Glick em 2014
Conhecido(a) por Campanha para os direitos de religiosos judeus sobre o Monte do Templo
Nascimento 20 de novembro de 1965 (53 anos)
Estados Unidos
Residência Otniel
Nacionalidade Israelita
Etnia Judeu
Progenitores Pai: Shimon Glick
Filho(s) 8[1]
Ocupação Rabino, ativista
Religião Judaísmo Ortodoxo

Yehuda Joshua Glick (em hebraico: יהודה גליק ; nascido em 20 de novembro de 1965) é um rabino israelense nascido nos Estados Unidos que faz campanha para expandir o acesso judaico ao Monte do Templo.[2][3]

Glick é o líder do HaLiba, uma coalizão de grupos dedicados a "alcançar liberdade e direitos civis completos e abrangentes para os judeus sobre o Monte do Templo."[4]

Glick ganhou em 2015 o Prêmio Moskowitz para o Sionismo por ser "Ativo para os direitos humanos e liberdade religiosa sobre o Monte do Templo de Jerusalém".[5] Ele também tem sido referido como um ativista de "direita".[6][7][8][9][10][11]

Em 29 de outubro de 2014, Glick sobreviveu a uma tentativa de assassinato por Mutaz Hijazi, um membro do Movimento da Jihad Islâmica na Palestina.

Referências

Ligações externasEditar