Abrir menu principal

Wikipédia β

Elena Vyacheslavovna Mukhina, em russo: Елена Вячеславовна Мухина, (Moscou, 1 de junho de 1960 - Moscou, 22 de dezembro de 2006), foi uma ginasta russa que competiu em provas de ginástica artística pela extinta União Soviética.

Elena Mukhina
Елена Мухина
Informações pessoais
Nome completo Elena Vyacheslavovna Mukhina
Representante União Soviética
Nascimento 1 de junho de 1960
Moscou, Moscou Oblast
Nacionalidade Rússia russa
Falecimento 22 de dezembro de 2006 (46 anos)
Moscou, Moscou Oblast
Nível sênior
Treinador Mikhail Klimenko
Clube CSKA Moscow
Período em atividade 1975 - 1980

Elena Mukhina surgiu para o mundo no Mundial de Estrasburgo, com cinco medalhas, sendo três de ouro - concurso geral, equipe e solo - tendo conquistado também outras sete em três edições de campeonatos europeus.

Em 1980, poucas semanas antes dos Jogos de Moscou, sua carreira sofreu uma súbita interrupção, quando, ainda se recuperando de uma lesão na perna sofrida no ano anterior, tentou um movimento que causou sua queda, fazendo-a quebrar o pescoço e ficar tetraplégica. Em 2006, a ex-ginasta faleceu por complicações causadas pela deficiência.

Índice

CarreiraEditar

Elena perdeu os pais ainda criança e foi morar com a vó, Anna Ivanova. Nessa época, interessou-se pela ginástica. Quando atletas apresentaram-se em sua escola, a menina voluntariou-se a tentar os movimentos. Mais tarde, entrou para a escola CSKA Moscou. Em 1975, ignorada pela equipe técnica soviética - liderada por Larissa Latynina -, a ginasta não qualificou-se para os Jogos de Montreal.[1]

Começando a trabalhar com Mikhail Klimenko, Elena tornou-se conhecida do público no Campeonato Nacional Soviético de 1977, no qual terminou com a segunda colocação, e no Europeu de Praga, do qual saiu com a prata no individual geral, o bronze no solo e o ouro nas barras assimétricas, na trave e no solo. Contudo, seus primeiros êxitos em nível mundial, ocorreram no Mundial de Estrasburgo, na França. Nele, superou ginastas como Nellie Kim e Nadia Comaneci, para conquistar o ouro no concurso geral. Além, ainda fora a medalhista de ouro por equipes e no solo, e prata nas barras assimétricas e na trave.[2][3] Entre seus movimentos realizados durante as disputas, está o Mukhina, no solo, presente no Código de Pontos e o Korbut flip, nas barras assimétricas, além de uma nova linha de apresentações: inspirada no balé.[4]

Em 1979, a atleta participou do Europeu de Copenhagen, na Dinamarca, no qual conquistou o ouro das assimétricas e a prata do solo. No mesmo ano, preparando-se para os Jogos de Moscou, a ginasta fora pressionada a dificultar mais sua rotina com o salto Thomas - do ginasta Kurt Thomas - considerado difícil para uma mulher realizar, por conta da altura necessária que elas não atingem. Durante os treinamentos para o Mundial de Ft. Worth, quebrou a perna e não participou. Faltando pouco para as Olimpíadas, a ginasta, não totalmente recuperada, retomou os treinamentos. Duas semanas antes dos Jogos, tentando executar o Thomas, caiu. Poucas horas após, os médicos diagnosticaram sua tetraplegia. Mukhina treinava em Minsk, sem o técnico Klimenko, e só teve sua condição levada a público após encerrada a edição russa das Olimpíadas.[2][4]

Afetado pela nova condição de Mukhina e pela certeza de não se tornar o treinador de uma campeã olímpica, Klimenko mudou-se para a Itália. O salto Thomas fora retirado do CoP feminino e permaneceu no masculino até 2008. Elena trabalhou como colunista do Moscow News e fora o tema principal de alguns documentários da ABC e do A&E.[4] Em 2006, a ex-ginasta faleceu em decorrência das complicações de sua deficiência. Em dezembro do ano seguinte, um memorial de honra foi realizado no cemitério Troekourov.[5]

Principais resultadosEditar

Ano Evento AA Equipe        
1977 Copa do Mundo    
Campeonato Europeu          
Campeonato Nacional Soviético      
Copa Soviética  
1978 Campeonato Mundial de Ginástica Artística          
Campeonato Nacional Soviético      
1979 Campeonato Europeu    
Campeonato Nacional Soviético  

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Легендарная Лариса ЛАТЫНИНА: "Бабушка, которая ухаживала за прикованной к постели Еленой Мухиной, лежит теперь с ней рядом"» (em russo). Телепередача. Consultado em 20 de julho de 2009 
  2. a b «Yelena Mukhina» (em inglês). FindAGrave. Consultado em 20 de julho de 2009 
  3. «Elena Mukhina» (em inglês). Gymn-Forum. Consultado em 15 de julho de 2009 
  4. a b c «Whatever happened to Elena Mukhina?» (em inglês). GymnPics. Consultado em 15 de julho de 2009 
  5. «A morte da ginasta esquecida pela União Soviética». Diário de Notícias (Portugal). Consultado em 20 de julho de 2009 

Ligações externasEditar