Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde outubro de 2011).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

Yemin Moshe (YM) é uma interessante zona do século XIX, situada fora das muralhas de Jerusalém, onde se encontra o famoso moinho de vento de Montefiore (que acolhe o Museu Montefiore, dedicado à história do bairro, construído por Moses Montefiore, um abastado filantropo britânico judeu). Aí se encontram também o complexo YMCA (Young Men's Christian Association) de Jerusalém ― nomeado para o Prémio Nobel da Paz de 1993 ― com a característica torre do seu edifício principal (que abriga o hotel YMCA Três Arcos, gerido conjuntamente por judeus, cristãos e muçulmanos) e o hotel Rei David (o primeiro hotel de Israel, aberto nos anos trinta para albergar celebridades internacionais ricas). De um bairro degradado, Yemin Moshe tem vindo a transformar-se desde a reunificação de Jerusalém de 1967 (após a vitória israelita na Guerra dos Seis Dias), sendo hoje considerada a zona imobiliária mais cara da cidade.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Yemin Moshe