Abrir menu principal
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde setembro de 2012). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Ygor da Silva, mais conhecido como Nena (Santos, 19 de dezembro de 1981), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, defende o Esportivo.

Nena
Informações pessoais
Nome completo Ygor da Silva
Data de nasc. 19 de dezembro de 1981 (37 anos)
Local de nasc. Santos, São Paulo (SP), Brasil
Nacionalidade brasileira
guinéu-equatoriana
Altura 1,84 m
Destro
Apelido Nena
Informações profissionais
Clube atual Brasil Esportivo
Número 9
Posição Atacante
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2005–2006
2006
2006
2007
2007
2008
2008
2008
2008
2009
2009
2009
2010
2010
2011
2011
2011
2012
2012
2013
2013
2014–2016
2017
2018
2018
2019–
Brasil São Vicente
Brasil América de Natal
Brasil Botafogo-SP
Brasil Cascavel CR
Brasil Olímpia
Brasil São Bento
Brasil XV de Piracicaba
Brasil Londrina
Brasil ASA
Brasil São Bernardo
Brasil ASA
Brasil Vila Nova
Brasil São Bernardo
Brasil ASA
Brasil São Bernardo
Brasil São José
Brasil Red Bull Brasil
Brasil Metropolitano
Brasil Icasa
Brasil Caldense
Brasil Guarani
Brasil Brasil de Pelotas
Brasil Ituano
Brasil Manaus
Brasil Esportivo
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
00012 000(2)
0000? 000(?)
00010 000(1)
00005 000(1)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
0000? 000(?)
00008 000(6)
00002 000(0)
000108 00(37)
0006 00(0)
0002 00(2)
0000? 000(?)
Seleção nacional3
2013 Guiné Equatorial Guiné-Equatorial


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 19 de abril de 2015.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 19 de abril de 2015.

Índice

CarreiraEditar

Nascido na cidade de Santos, em São Paulo, Nena começou a sua carreira como jogador de futebol profissional pelo São Vicente, clube por onde atuou durante duas temporadas. Destacou-se, primeiramente, vestindo a camisa do Caldense, onde marcou, pelo Campeonato Mineiro de Futebol, 6 gols em 8 jogos, se tornando o vice-artilheiro da competição, ficando atrás, apenas, de Borges, do Cruzeiro e Junior Negão, do Tombense. Seus desempenhos chamaram a atenção do Guarani, que o contratou logo depois. No entanto, devido à falta de espaço, passou em branco.

Brasil de PelotasEditar

Para o início da temporada de 2014, o Brasil de Pelotas, campeão gaúcho da divisão de acesso no ano anterior, buscou montar um elenco a fim de obter bons resultados no Campeonato Gaúcho de Futebol e no Campeonato Brasileiro da Série D. Logo na primeira quinzena de janeiro, o clube anunciou a contratação de Nena.[1]

Pelo Gauchão, Nena levou sua equipe à terceira melhor campanha, somente atrás de Grêmio e Internacional. Nas quartas de final, eliminou o Novo Hamburgo pelo placar de 2 a 0. No entanto, na fase seguinte, não foi capaz de evitar a eliminação para o Grêmio, por 2 a 1, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Terminou a competição com 6 gols em 15 partidas, ficando entre os artilheiros e destaques. Caiu nas graças da torcida no segundo semestre do ano, ao se tornar uma das grandes referências do Brasil de Pelotas no vice-campeonato brasileiro da Série D. Fez gols importantes, inclusive contra o Londrina, nas semifinais, em pleno território paranaense. Foram 8 gols em 16 partidas. Em dezembro, anunciou que renovaria seu contrato por mais um ano.

No ano de 2015, foi novamente peça fundamental do Brasil de Pelotas na grande campanha pelo Gauchão. Fez gols importantes na primeira fase, como por exemplo o da vitória sobre o Grêmio na Arena do Grêmio, por 1 a 0. Como no ano anterior, sua equipe chegou até a semi-final, sendo eliminada pelo Internacional, por 3 a 1, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Terminou o campeonato como vice-artilheiro com 6 gols, mas com o bi-campeonato do Campeonato do Interior Gaúcho. Na Copa do Brasil do mesmo ano, marcou um gol importante contra o Flamengo aos 47 minutos do segundo tempo, com isso a partida ficando 2 a 1, o que garantiu a partida de volta no Maracanã. Mas na partida de volta a forte equipe carioca venceu pelo placar de 2 a 0, o que culminou na eliminação da competição. Na Série C de 2015, foi titular em grande parte da competição, e terminou como o vice-artilheiro do Brasil de Pelotas, na campanha que levou a equipe ao acesso a Série B de 2016.

Em 2016, não conseguiu ajudar na campanha do Gauchão, terminando o campeonato na oitava posição, e marcando apenas 3 gols. No decorrer do ano, na disputa da Série B, acabou perdendo espaço no time titular, e no fim do ano, decidiu encerrar seu ciclo no Brasil de Pelotas.

ItuanoEditar

Em 17 de janeiro, assinou contrato com o Ituano para a disputa do Campeonato Paulista de 2017. Jogou apenas 6 jogos, e fez parte da equipe campeã do Paulista do Interior, mas após o fim da competição encerrou seu contrato com a equipe de Itu.

ManausEditar

No começo de dezembro, foi apresentado no Manaus como a principal peça de ataque do time amazonense para as disputas do Campeonato Amazonense, Copa do Brasil, Copa Verde e Série D.

Seleção Guiné-EquatorianaEditar

Por ser naturalizado guinéu-equatoriano, em 2013 foi convocado para a seleção da Guiné-Equatorial, para atuar em uma partida da seleção pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. Foi convocado junto com outros 8 jogadores brasileiros também naturalizados.

EstatísticasEditar

Clube Temporada Campeonato
Nacional
Copa
Nacional
Competições
Continentais
Outros
Torneios
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
  Brasil de Pelotas 2014 16 8 0 0 0 0 15 6 31 14
2015 17 5 2 1 0 0 18 7 37 13
Brasil de Pelotas 2016 0 0 0 0 0 0 3 2 2 1
Total na carreira 33 13 3 2 0 0 38 15 71 29

TítulosEditar

ArtilhariasEditar

Referências

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.