Ypiranga Clube

clube de futebol com sede em Macapá, no Amapá.

O Ypiranga Clube, conhecido como Ypiranga do Amapá ou só Ypiranga, é um clube de futebol brasileiro com sede na cidade de Macapá, no estado no Amapá. A equipe foi fundada no dia 15 de maio de 1963, por jovens trabalhadores da Juventude Oratoriana do Trem. Atualmente disputa o Campeonato Amapaense.

Ypiranga
Nome Ypiranga Clube
Alcunhas Clube da Torre
Negro-Anil
Torcedor(a)/Adepto(a) Ypiranguista
Mascote Coruja [1]
Principal rival Trem
São José
Santos-AP
Fundação 15 de maio de 1963 (61 anos)
Estádio Zerão
Capacidade 13 680 pessoas
Localização Macapá, Amapá, Brasil
Presidente Ricardo Oliveira
Treinador(a) Renato Bessa
Patrocinador(a) Grupo Amper
Material (d)esportivo F2
Competição Campeonato Amapaense
Website ypirangaclube.com.br
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

O estádio oficial do Ypiranga é o Milton de Souza Corrêa, popularmente conhecido como Zerão, com capacidade para treze mil espectadores. A equipe tem a maior rivalidade do estado, popularmente conhecido como "O Derby Macapaense", é disputado junto com o São José. Embora a grande rivalidade, o Ypiranga e o São José só disputaram entre si na final em uma oportunidade, no Campeonato Amapaense de 1997, onde o Clube da Torre foi campeão após vencer o Pitbull da Amazônia por 2 a 0.

História editar

Em 15 de maio de 1963, jovens integrantes da extinta Juventude Oratoriana do Trem (JOT), movimento que pertencia à Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, fundaram o Ypiranga. O clube é conhecido como “clube da Torre”, em alusão à torre da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, no bairro do Trem, o principal símbolo do clube, e também como “negro-anil”, por causa das suas cores oficiais azul e preto.

Em 1964 participou da segunda divisão daquele ano e foi campeão,vencendo a equipe do Independente na final por 6-3. Com isto,ganhou o acesso pra primeira divisão do Campeonato Amapaense,fazendo sua estreia na competição em 1965.[2]

O Ypiranga manda os seus jogos no Estádio Milton de Souza Corrêa, também conhecido como "Zerão", com capacidade para cinco mil pessoas. Sua torcida é a maior do Município de Macapá.[carece de fontes?] Juntamente com o São José, faz um dos maiores clássicos do campeonato estadual, sempre lotando os estádios amapaenses.[carece de fontes?]

Durante a fase amadora do futebol amapaense, o clube conquistou apenas o título estadual de 1976.[3] Já na era profissional, tornou-se um dos mais bem sucedidos do estado. Já na década de 1990, o Ypiranga venceu os campeonatos amapaenses de 1992, 1994, 1997 e 1999. No título profissional de 1992, aliás, o time era treinado por Dadá Maravilha[3] e aquele foi seu primeiro e único título de sua trajetória como técnico de futebol.[4]

No início do século XXI, o Ypiranga manteve sua hegemonia no cenário local vencendo mais três estaduais em 2002, 2003 e 2004.

Contudo, atolado em dívidas, o clube não conseguiu montar uma equipe a altura dos adversários para disputar o Amapazão 2006 e acabou por ser rebaixado.

Voltou a divisão principal em 2011 e chegou a disputar, no ano seguinte, a semifinal do primeiro contra o Oratório, que venceu por 1 a 0. Em 2013, fez apenas figuração nos 2 turnos, embora ficasse empatado em pontos e saldo de gols com o Trem, mas foi eliminado por ter menos vitórias que a Locomotiva. Entre 2014 e 2016, não jogou o Campeonato Amapaense.

A volta por cima ocorreu em 2018 quando o clube superou o Santos nos pênaltis e conquistou seu primeiro título estadual em 14 anos.[5]

Duas temporadas depois, o clube venceu o Amapazão 2020 ao derrotar o Santana na final,[6][7] conquistando seu nono título na era profissional.

Em 2022, o Ypiranga chegou a anunciar sua desistência do estadual por excesso de dívidas e processos na justiça[8][9], tentou voltar atrás na decisão, mas a FAF negou o pedido. No dia da abertura do campeonato, o Clube da Torre ingressou com pedido no TJD-AP para ser incluído na competição, e o órgão definiu a suspensão do campeonato após a primeira rodada para o julgamento da ação[10]. Por unanimidade, o TJD-AP definiu a desistência da equipe e a continuidade do campeonato[11]

O Ypiranga ingressou com um novo pedido, desta vez no STJD, para que fosse incluído no campeonato. O tribunal determinou que o campeonato fosse suspenso a partir da 4º rodada até o julgamento da ação, e em 18 de maio o pedido foi julgado procedente (também por unanimidade), determinando a inclusão do clube no estadual.[12]

Elenco editar

Goleiros
Jogador
  Redson
  Vinícius
  Joel
Defensores
Jogador Pos.
  Regleison Z
  Gustavo Z
  Fernando Almeida Z
  Jorge Pet Z
  Lucas Matheus Z
  Carlinhos Rocha Z
  Rogério Marajó LD
  Davi LD
  Ramonzinho LD
  Ivanilso LD
  Hercules LE
  José Eduardo LE
  Cássio Freitas LE
  Reinaldo Carequinha LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
  Lucas Daniel V
  Hatos V
  Kairo Curiaú V
  Max M
  Felipe Silva M
  André Luiz M
  Marcone M
  Tairon M
Atacantes
Jogador
  Flávio
  Edson Júnior
  Anderson Tanque
  Greguri
  Tony Love
  Pablo Mota
Comissão técnica
Nome Pos.
  Renato Bessa T

O Derby Macapaense editar

Ypiranga x São José editar

O maior clássico do futebol macapaense refere-se a Ypiranga x Sociedade Esportiva e Recreativa São José. O Ypiranga Clube possui a maior torcida de Macapá, e a segunda que mais lota o Estádio Zerão, perdendo, neste quesito, para a torcida do Independente Esporte Clube, do município de Santana. Já o time do São José, seu maior rival, possui a segunda maior torcida da capital Amapaense. Apesar da rivalidade, as duas equipes só disputaram o título uma vez, em 1997, quando o Ypiranga sagrou-se campeão, ao vencer por 2 a 0.

Uma curiosidade sobre Ypiranga x São José é que, na década de 1970, houve uma partida realizada para descobrir quem tinha a maior torcida do Estado. Na oportunidade, o São José levou a melhor. Mas o afastamento das competições por parte do tricolor fez com que o Ypiranga ficasse como o time de maior torcida do Amapá.

Torcidas editar

O Ypiranga conta com as seguintes organizações:

  • Rebeldes
  • Guerreiros da Torre
  • Turbinados da Torre
  • YpiranGarra
  • Império Negro-Anil

Símbolos editar

Escudo editar

O escudo do clube apresenta a forma geométrica de um octógono irregular, constando no seu interior, ao centro, a configuração de uma torre em contorno preto, a qual simboliza a Igreja Nossa Senhora da Conceição, de cuja paróquia se originou o clube, tendo ao lado esquerdo da torre, a letra Y em cor azul e à direita a letra C em cor preto, ambas localizadas na parte superior do escudo na mesma disposição, representando as iniciais do nome da Agremiação, estando abaixo de cada letra, contornando a parte inferior do escudo e também a torre, constam 2 (duas) figuras de forma aproximadamente triangular, nas cores respectivas de cada letra, enfatizando as principais cores do clube, sendo o fundo do escudo branco e o seu contorno geral na cor preto.[13]

Bandeira editar

O Pavilhão da agremiação é constituído por um retângulo com 4 (quatro) listras horizontais, alternadas nas cores azul e preto, tendo um quadrado de campo branco no canto superior esquerdo no tamanho na metade de sua largura, com a configuração de uma torre em contorno preto ao centro, simbolizando a Igreja Nossa Senhora da Conceição e tendo, à esquerda, a letra Y e à direita a letra C, ambas em cor azul.[13]

Mascote editar

A coruja branca, também conhecida como suindara ou rasga-mortalha (devido ao fato de seu pio estridente lembrar o som de um tecido se rasgando) é o mascote do clube, sendo escolhido justamente por esse animal ter o hábito nada convencional de dormir em torres de igrejas (principal simbolo do Negro-Anil). A torre que está representada no escudo do clube é da igreja Nossa Senhora da Conceição, no bairro do Trem, padroeira do Ypiranga.


Títulos editar

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Amapaense 10 *1976, 1992, 1994, 1997, 1999, 2002, 2003, 2004, 2018, 2020
  Campeonato Amapaense - Segunda Divisão 2 1964 e 1987

* Era amadora

Outras Conquistas editar

Categorias de Base

Desempenho editar

Participações editar

Participações em 2024
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P   R  
  Amapazão 37 Campeão (10 vezes) 1965 2024 2
Segunda Divisão 4 Campeão (2 vezes) 1963 2007 3
  Copa Verde 2 13º colocado (2019) 2019 2021
  Copa Norte 2 4º colocado (1998) 1997 1998
Copão da Amazônia 1 3º colocado (1977) 1977
  Série C 5 7º colocado (2001) 1999 2003
Série D 4 37º colocado (2013) 2013 2021
Copa do Brasil 8 20º colocado (1999) 1997 2021

 Campeonato Amapaense - 1ª Divisão editar

Ano 1960 1961 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969
Pos.
Ano 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979
Pos.
Ano 1980 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987 1988 1989
Pos.
Ano 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999
Pos.
Ano 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
Pos.
Ano 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019
Pos.
Ano 2020 2021 2022 2023 2024
Pos.

 Campeonato Amapaense - 2ª Divisão editar

Ano 1963 1964 1987 2007
Pos.

Copa Verde editar

Ano 2019 2021
Pos. 13º 17º

  Copa Norte editar

Ano 1997 1998
Pos.

 Torneio da Integração da Amazônia editar

Ano 1977
Pos.

 Campeonato Brasileiro - Série C editar

Ano 1999 2000 2001 2002 2003
Pos. 16º 65º 34º 88º

 Campeonato Brasileiro - Série D editar

Ano 2013 2019 2020 2021
Pos. 37º 53º 68º 51º

 Copa do Brasil editar

Ano 1997 1999 2000 2003 2004 2005 2019 2021
Pos. 26º 20º 61º 52º 49º 31º 71º 90º

Histórico em competições oficiais editar

Retrospecto do time na Copa do Brasil editar

  • Participações: 4
  • Jogos: 10
  • Vitória: 4
  • Derrotas: 5
  • Empates: 1
  • Gols marcados: 10
  • Gols sofridos: 19
  • Saldo de gols: -9
  • Melhor colocação: 20º (na edição de 1999)

Ranking da CBF editar

Ranking da CBF atualizado em dezembro de 2014

  • Posição: 162º
  • Pontuação: 204 pontos[14]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil[15].

Ver também editar

Referências

  1. «Ypiranga Clube - Clube de Maior Torcida do Amapá». www.ypirangaclube.com.br. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  2. «YPIRANGA CLUBE: "Amor e Garra no Desporto Amapaense"». Ypiranga Net. Julho de 2003. Consultado em 4 de abril de 2024 
  3. a b «Amapá: Ypiranga». Placar (1127). São Paulo: Abril. Maio de 1997. p. 17. 98 páginas 
  4. Rafael Moreira (23 de junho de 2017). «Dadá Maravilha relembra único título como técnico: "inovei o futebol do Amapá"». Macapá: Globoesporte.com. Consultado em 16 de janeiro de 2021 
  5. Rafael Moreira (13 de junho de 2018). «Ypiranga derrota Santos-AP nos pênaltis e volta a ser campeão estadual após 14 anos». Macapá: Globoesporte.com. Consultado em 16 de janeiro de 2021 
  6. «Ypiranga volta a vencer o Santana e conquista título do Amapazão pela 9ª vez». Macapá: Globoesporte.com. 1 de outubro de 2020. Consultado em 16 de janeiro de 2021 
  7. Rodrigo Juarez (2 de outubro de 2020). «Ypiranga construiu título do Amapazão em meio a "vai e vem", superação e promessas». Macapá: Globoesporte.com. Consultado em 16 de janeiro de 2021 
  8. «Ypiranga desiste do Amapazão 2022 por excesso de dívidas». Diário do Amapá. 22 de abril de 2022. Consultado em 22 de abril de 2022 
  9. «Dívidas e processos na Justiça, as alegações do Ypiranga para desistir do Amapazão». Futebol do Norte. 22 de abril de 2022. Consultado em 22 de abril de 2022 
  10. «Após desistir, Ypiranga-AP volta atrás e entra no TJD para disputar Amapazão, que pode ser suspenso». ge 
  11. «TJD rejeita ação do Ypiranga-AP e mantém clube fora do Amapazão, que não será paralisado». ge 
  12. «STJD determina inclusão do Ypiranga-AP no Amapazão 2022». ge 
  13. a b «Ypiranga Clube - Clube de Maior Torcida do Amapá». www.ypirangaclube.com.br. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  14. «RNC - RANKING NACIONAL DOS CLUBES 2015» (PDF). cdn.cbf.com.br  Confederação Brasileira de Futebol - acessado em 11 de dezembro de 2014
  15. «Cruzeiro lidera o Ranking Nacional de Clubes 2015». www.cbf.com.br. Consultado em 15 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2014  CBF

Ligações externas editar