Abrir menu principal
Yulimar Rojas
Atletismo
Modalidade salto triplo
Nascimento 21 de outubro de 1995 (24 anos)
Caracas, Venezuela
Nacionalidade Venezuela venezuelana
Compleição Altura: 1,92 m
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Rio 2016 Salto triplo
Campeonatos Mundiais
Ouro Doha 2019 salto triplo
Ouro Londres 2017 salto triplo
Campeonatos Mundiais – Indoor
Ouro Birmingham 2018 salto triplo
Ouro Portland 2016 salto triplo
Jogos Pan-Americanos
Ouro Lima 2019 salto triplo

Yulimar Andrea Rojas Rodríguez (Caracas, 21 de outubro de 1995) é uma atleta venezuelana, especialista em salto triplo. Uma ex-jogadora de voleibol de 1,92 m de altura que migrou para o atletismo na adolescência, onde começou no salto em altura, ela é a atual bicampeã mundial ao ar livre e em pista coberta da modalidade. Em setembro de 2019, em Andújar, Espanha, ela fez um salto de 15,41 m, o segundo maior da história do salto triplo feminino.[1]

CarreiraEditar

Estreando com um quarto lugar na sua primeira competição internacional adulta, o Pan de Toronto 2015, competiu a seguir na Rio 2016, conquistando a medalha de prata com a marca de 14,98 m, perdendo apenas para sua grande rival sul-americana e mundial, a colombiana Caterine Ibarguen.[2] Foi campeã mundial em Londres 2017, conquistando a primeira medalha de ouro da Venezuela na história do Campeonato Mundial de Atletismo, com a marca de 14,91 m.[3] Ela também é a atual bicampeã mundial do salto triplo em pista coberta, com as medalhas de ouro conquistadas em Portland 2016 e Birmingham 2018.[4]

Em agosto de 2019, ela venceu a competição nos Jogos Pan-Americanos de Lima com a marca de 15,11 m, quebrando o recorde dos Jogos e estabelecendo novo recorde nacional venezuelano. Um mês depois, em Andújar, Espanha, ela saltou 15,41 m, o segundo maior salto de todos os tempos, apenas nove centímetros abaixo da marca da ucraniana Inessa Kravets, em Gotemburgo 1995.[1] Favorita para o bicampeonato mundial em Doha 2019, ela conquistou seu segundo título saltando 15,37 m, a quarta melhor marca da história.[5]

Referências