Abrir menu principal
Zara Larsson
Larsson no iHeartRadio Music Awards 2019 em Los Angeles.
Informação geral
Nome completo Zara Maria Larsson
Nascimento 16 de dezembro de 1997 (21 anos)
Local de nascimento Estocolmo, Suécia
 Suécia
Nacionalidade sueca
Gênero(s)
Ocupação(ões)
  • Cantora
  • compositora
Extensão vocal Soprano
Período em atividade 2008–presente
Gravadora(s) TEN, Epic, Kemosabe
Página oficial zaralarsson.se

Zara Maria Larsson (pronúncia sueca: /ˈsɑːra maˈriːa ˈlɑːʂɔn/, Estocolmo, Suécia, 16 de dezembro de 1997) é uma cantora e vocalista solo e compositora sueca.[1] Ela recebeu fama internacional por vencer a temporada de 2008 do talent show Talang, a versão sueca do Got Talent. Zara assinou com a gravadora TEN Music Group em 2010 e lançou seu primeiro extended play Introducing, em janeiro de 2013. O single "Uncover" liderou as paradas na Suécia e na Noruega. Tanto o single "Uncover", bem como o EP Introducing foram disco de platina tripla em julho de 2013 pela Universal Music Sweden.[2] Zara também assinou um contrato de três anos com a Epic Records nos Estados Unidos em abril de 2013.[3][4] Larsson foi destaque em 2016 por cantar a música tema oficial do UEFA Euro 2016 realizado na França, ao lado de David Guetta.

Antes da famaEditar

Larsson estudou na universidade hospitalar de Karolinska em Solna, Estocolmo, sueca filha de Agnetha e Anders Larsson.[5][6] Em uma entrevista ao Svenska Dagbladet, ela disse que nasceu "morta" devido à falta de oxigênio do cordão nucal.[6] Ela tem uma irmã mais nova, Hanna, que também é cantora e membro da banda Lennixx.[7] Em uma entrevista em 2015, Larsson disse que foi aceita na Escola de Música de Adolf Fredrik, mas recusou porque não queria cantar em um coro.[8]

CarreiraEditar

2008 — 2011: Início da carreiraEditar

Larsson ganhou a temporada 2008 de Talang, a versão sueca de Got Talent, com apenas 10,[9] e ganhou o premio de 500,000SEK.[1][10] "My Heart Will Go On", originalmente cantada por Celine Dion, foi lançada mais tarde como o primeiro single de Larsson.

2012 — 2014: Ascensão com o 1Editar

 
Larsson no Allsång på Skansen em Junho de 2013

Em 2012, Larsson assinou com TEN Music Group para gravar seu álbum de estreia. O EP de estreia de Larsson, Introducing, foi lançado em 9 de Dezembro de 2012 através de uma prévia de "Uncover" no YouTube.[11] O álbum de cinco canções foi lançado em 21 de Janeiro de 2013.[12] "Uncover" foi lançado como primeiro single do álbum. Alcançou o primeiro lugar em ambas paradas da Suécia, Sverigetopplistan e DigiListan,[13] além de alcançar o número 1 na Noruega e alcançar o terceiro lugar na parada da Dinamarca,[14][15] no dia 25 de Fevereiro de 2013 a música foi certificada com disco de Platina na Suécia pela Universal Music Sueca.[16] A canção entrou nas listas de faixas da Svensktoppen, uma parada musical da "Rádio Suécia". [2] Em Julho de 2013, no programa da suécia, Sommarkrysset em Gröna Lund, recebeu o certificado de tripla platina por Introducing.[17]

Em 27 de Março de 2013, o próximo EP de Larsson foi anunciado através de um prévia de "She's Not Me (Pt. 1)". O EP de cinco músicas, Allow Me To Reintroduce Myself, foi lançado em 5 de Julho de 2013.[18] O single "She's Not Me" (que consiste em "She's Not Me (Pt. 1)" e "She's Not Me (Pt. 2)") foi lançado em 25 de Junho de 2013.[18] Em 3 de Abril de 2013, Larsson revelou em seu blog que ela tinha assinado um contrato de três anos com Epic Records, nos Estados Unidos.[3] Em 1 de Outubro de 2014, Larsson lançou seu primeiro álbum de estúdio chamado "1", incluindo as músicas "Uncover", "Bad Boys" e "She's Not Me" (Parte 1 e 2). O álbum foi certificado por platina na Suécia. Larsson foi um ato de abertura para a turnê da cantora britânica Cher Lloyd, I Wish Tour.[19]

2015 — 2017: So Good e sucesso internacionalEditar

Em 5 de Junho de 2015, Larsson lançou seu single de estreia "Lush Life" de seu segundo álbum de estúdio. A música tornou-se seu segundo single número 1 e foi certificado de platina quadrupla na Suécia. A canção chegou ao top 5 nas paradas da Austrália, Dinamarca, Irlanda, Noruega, Holanda, Suíça, Bélgica, Alemanha, Áustria e Reino Unido.[20][21][22]

Em 22 de Julho de 2015, Larsson colaborou com o cantor britânico MNEK, nomeado do Grammy[23], e lançou seu segundo single chamado "Never Forget You".[24] A canção alcançou número 1 na Suécia, número 5 no Reino Unido,[25][26] número 3 em Austrália,[27] número 1 no top 50 de Suécia [28] ,parada musical (baseado na popularidade semanal de YouTube). E também alcançou na parada do Spotify da Suécia.[29] A canção ganhou o disco de platina na Suécia depois de duas semanas de lançada.[30]

Em fevereiro de 2016, o cantor Tinie Tempah lançou um single intitulado "Girls Like", em parceira com Larsson.[31] Larsson também participou da canção oficial do UEFA Euro 2016, "This One's for You" de David Guetta.[32]

Em 1 de Setembro de 2016, Larsson lançou seu terceiro single intitulado "Ain't My Fault", que fará parte do seu próximo álbum.[33] Em 22 de Outubro de 2016, Larsson foi nomeada um dos 30 mais influentes adolescentes da revista Time de 2016.[34]

Em 11 de novembro de 2016, Larsson lançou "I Would Like" como um single promocional para seu próximo álbum.[35]

Larsson lançou um novo single intitulado "So Good", que conta com vocais do rapper americano Ty Dolla Sign, como o quarto single de seu segundo álbum, de mesmo título, em 26 de janeiro de 2017. Seu segundo álbum "So Good" foi lançado em 17 de março de 2017.[36]

2017—presente: Terceiro álbum de estúdioEditar

Em setembro de 2017, Larsson anunciou que começou a trabalhar em seu terceiro álbum de estúdio dizendo em uma entrevista que ela havia escrito duas novas músicas com MNEK. Um ano depois de ter anunciado seu terceiro álbum de estúdio, em setembro de 2018, ela revelou que um novo single intitulado "Ruin My Life" com lançamento para 18 de outubro de 2018. Em 2019, lançou os singles "Don't Worry Bout Me" e "Wow" como segundo e terceiro single do futuro álbum.

Vida pessoalEditar

Larsson, é uma auto-proclamada fã de Beyoncé, identifica-se como uma feminista e modela-se coma uma "ativista" depois de cantora.[37] Ela atribui sua opinião na mídia social e nas entrevistas e com seus pais, alegando: "Meus pais são muito educados quando se trata de questões sociais e de serem atentos sobre o que está acontecendo no mundo, e eles têm sido muito favoráveis as minhas opiniões".[37]

Larsson tem crescido cada vez mais vocalmente através de suas influências em outros artistas e trabalhos com quem admira. Embora ela seja fã artistas como Beyoncé,[37] ela tem visões opostas a alguns produtores musicais, como o Dr. Luke, de quem ela não tem "boas lembranças".[38]

Acusações de sexismoEditar

Algumas observações e opiniões de Larsson em relação aos homens chamaram a atenção tanto do público como dos meios de comunicação, alguns dos quais criticando-a. Alguns seguidores até a chamaram de "man-hater" (algo parecido com "odiadora de homens"); Larsson retrucou dizendo que ela "felizmente [é]", afirmando: "Não quero machuca-lós, apenas odeio-os [homens machistas]." [39]

Depois de saber que um homem tinha cometido uma agressão sexual durante seu show no Festival de Bråvalla na Suécia em Julho de 2016, Larsson, através do Twitter, condenou o ato e foi criticada por muitos por "culpar todos os homens pelo ataque".[40] Larsson confirmou as declarações dizendo: "Não é ruim generalizar, é difícil sentir-se segura em um festival onde você só quer se divertir, mas não pode, por causa dos homens".[40]

DiscografiaEditar

 Ver artigo principal: Discografia de Zara Larsson
Álbuns

Prêmios e indicaçõesEditar

Brit Awards
Ano Categoria Nomeação Resultado
2017 British Single of the Year[41] "Girls Like" Indicado
British Video[42]   Eliminado
DAF Bama Music Awards[43]
Ano Categoria Nomeação Resultado
2017 Best New Artist Ela mesma Indicado
Gaygalan
Ano Categoria Nomeação Resultado
2014 Best Swedish Song of the Year[44] "Uncover" Indicado
2016 Hetero of the Year[45] Ela mesma
Artist of the Year[45]
Grammis
Ano Categoria Nomeação Resultado
2014 Song of the Year[46][47] "Uncover" Indicado
2015 "Carry You Home"
2016 Artist of the Year [48] Ela mesma
Song of the Year[49] "Lush Life"
2017 Artist of the Year Ela mesma Venceu
Song of the Year "Ain't My Fault" Indicado
Kids Choice Awards
Ano Categoria Nomeação Resultado
2014 Best Swedish Star[50] Ela mesma Indicado
2015 Favorite Swedish Star[50]
2016 Favorite Swedish Star[51] Indicado
2017 Favorite Global Music Star Pendente
MTV Europe Music Awards
Ano Categoria Nomeação Resultado
2015 Best Push[52] Ela mesma Indicado
2016 Best New Act[53] Venceu
Best Swedish Act[54] Venceu
MTV Video Music Award
Ano Categoria Nomeação Resultado
2016 Best New Artist [55] Ela mesma Indicado
P3 Guld
Ano Categoria Nomeação Resultado
2014 Song of the Year[56] "Uncover" Indicado
2015 Artist of the Year[57][58] Ela mesma
2016 Ela mesma
Song of the Year[59] "Lush Life" Venceu
Rockbjörnen
Ano Categoria Nomeação Resultado
2013 Best Female Live Artist[60] Ela mesma Venceu
Breakthrough of the Year[60]
2014 Best Female Live Artist[61]
2015 Best Female Live Artist[62]
Best Fans[63] Zara Larsson fans Indicado
Special Award[64] Ela mesma Venceu
Teen Choice Awards
Ano Categoria Nomeação Resultado
2016 Choice Music: Break-Up Song[65] "Never Forget You" Indicado
NRJ Music Awards
Ano Categoria Nomeação Resultado
2016 International Breakthrough of the Year[66] Ela mesma Indicado
International Song of the Year This One's for You

Veja tambémEditar

Referências

  1. a b «Zara Larsson» (em Swedish). TV4. 27 de novembro de 2009. Consultado em 16 de maio de 2010. Arquivado do original em 15 de agosto de 2010 
  2. Holmberg, Joakim (7 de julho de 2013). «Robin Stjernberg och Zara Larsson heta artister på Sommarkrysset». Aftonkuriren (em Swedish). Consultado em 30 de julho de 2013 
  3. a b «I'M SO LUCKY» (em Swedish). zarish.blogg.se. 3 de abril de 2013. Consultado em 27 de junho de 2013 
  4. Säll, Jonna (10 de maio de 2013). «Zara Larsson får treårskontrakt i USA». Aftonbladet (em Swedish). Consultado em 11 de junho de 2014 
  5. «Därför nobbade Zara Larsson Justin Bieber». 1 de abril de 2016 
  6. a b harry.amster@svd.se, Harry Amster. «Zara Larsson: När hatvågen kom ville jag lämna Sverige». Consultado em 4 Março 2017 
  7. «Zara Larsson's Sister Starts a Band, Hanna & Andrea, With Very Good Debut Single | SPIN». Spin. 26 de maio de 2016. Consultado em 4 Março 2017 
  8. Matilda Gustavsson (15 de maio de 2015). «Zara Larsson: Jag ska vara miljardär innan jag är 2» (em Swedish). Dagens Nyheter. Consultado em 4 Março 2017. Cópia arquivada em 5 de março de 2016 
  9. «Make Way For Zara Larsson, Sweden's Latest Weapons-Grade Pop Export». Stereogum. 16 de junho de 2016. Consultado em 19 de janeiro de 2017 
  10. Bergqvist, Mattias (1 de dezembro de 2009). «Zara Larsson, 11: "Vill bli en legend"» (em Swedish). Expressen. Consultado em 16 de maio de 2010 
  11. «Zara Larsson». Urban 96.5 FM (em inglês). 21 de julho de 2016. Consultado em 19 de janeiro de 2017 
  12. «Zara Larsson - Introducing». Expressen (em sueco). Consultado em 19 de janeiro de 2017 
  13. «Discography Zara Larsson». Hung Medien. swedishcharts.com/ 
  14. «Discography Zara Larsson». Hung Medien. norwegiancharts.com/ 
  15. «Zara Larsson discography». danishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 24 de janeiro de 2015 
  16. «Zara Larsson säljer Platina» (em Swedish). Universal Music Sweden. 25 de fevereiro de 2013. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  17. Holmberg, Joakim (7 de julho de 2013). «Robin Stjernberg och Zara Larsson heta artister på Sommarkrysset». Aftonkuriren (em Swedish). Consultado em 30 de julho de 2013 
    Note: A fonte confunde a música "Uncover" e o EP Introducing, veja fotos do evento em que Zara Larsson segura um disco de platina tripla por seu EP de estreia Introducing.
  18. a b «Zara Larsson – "She's Not Me"» (em Swedish). Universal Music Sweden. 25 de junho de 2013. Consultado em 27 de junho de 2013 
  19. «Svenska Zara Larsson turnerar i USA med Cher Lloyd!». Posh24 (em Swedish). 27 de agosto de 2013. Consultado em 3 de dezembro de 2016 
  20. «never+forget+you | full Official Chart History | Official Charts Company». Consultado em 20 de janeiro de 2017 
  21. «The Irish Charts - All there is to know» (em inglês). IRMA. Consultado em 4 Março de 2017  Nota: Pesquise "Never Forget You" na barra "Procurar por título de música". Os dois primeiros resultados são para a canção correta.
  22. Hung, Steffen. «danishcharts.com - Zara Larsson - Lush Life». www.danishcharts.com. Consultado em 4 Março de 2017 
  23. Metro.co.uk, Tina Campbell for (29 de setembro de 2014). «Who is MNEK? 9 facts about this singer-songwriter you need to get on your iPod». Metro. Consultado em 4 Março de 2017 
  24. «Never Forget You by MNEK & Zara Larsson Songfacts». www.songfacts.com (em inglês). Consultado em 20 de janeiro de 2017 
  25. «never+forget+you | full Official Chart History | Official Charts Company». Consultado em 19 de janeiro de 2017 
  26. Hung, Steffen. «swedishcharts.com - Swedish Charts Portal». swedishcharts.com. Consultado em 19 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 17 de novembro de 2015  |access-date= e |acessodata= redundantes (ajuda)
  27. «Australian Charts-"Never Forget You" (song)». Consultado em 20 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2015  Retrieved 4 Março de 2017.
  28. «Sweden Top 50 Music Chart – "Never Forget You"»  Retrieved 4 Março de 2017.
  29. «Sweden's #1 Hit is soon to be a International SMASH!»  Retrieved 4 Março de 2017.
  30. «Sverigetopplistan - Sveriges Officiella Topplista» (em Swedish). Sverigetopplistan. Consultado em 4 Março de 2017  Nota: Procure por "Zara Larsson" e pressione "Sök" para ver os resultados da pesquisa. Procure por "Never Forget You" e pressione "VISA" para ver as posições selecionadas nos gráficos e os prêmios de certificação.
  31. «Girls Like (single)». iTunes Australia. Consultado em 4 Março de 2017 
  32. «This One's For You by David Guetta Songfacts». www.songfacts.com (em inglês). Consultado em 4 Março de 2017 
  33. «Hear Zara Larsson's bold new single 'Ain't My Fault'». www.ew.com/. Consultado em 4 Março de 2017 
  34. Staff, TIME. «The 30 Most Influential Teens of 2016». TIME.com. Consultado em 4 Março de 2017 
  35. «Listen to Zara Larsson's huge new anthem 'I Would Like'». Digital Spy (em inglês). 11 de novembro de 2016. Consultado em 4 Março de 2017 
  36. «Top 40/M Future Releases - Mainstream Hit Songs Being Released and Their Release Dates». AllAccess Music Group. 17 de janeiro de 2017. Consultado em 4 Março de 2017. Cópia arquivada em 17 de janeiro de 2017 
  37. a b c Gonzalez, Erica (29 de novembro de 2016). «Zara Larsson Sings Beyonce». Harpers Bazaar. Consultado em 4 Março de 2017. I listen to a lot of Beyoncé and a lot of male artists 
  38. Mackay, Emily (21 de setembro de 2016). «Zara Larsson – The Full NME Cover Interview». www.nme.com. Consultado em 4 Março de 2017 
  39. Lipshutz, Jason (3 de junho de 2016). «Zara Larsson Interview on Feminism: 'It Doesn't Hurt Men If I Hate Them'». fuse.tv. Consultado em 4 Março de 2017 
  40. a b Lindner, Emilee (5 de julho de 2016). «Zara Larsson After Festival Rapes: 'Where Do All the Nice Guys Go When Girls Get Raped?'». Fuse. Consultado em 4 Março de 2017 
  41. «Nominees». BRIT Awards (em inglês). Consultado em 4 Março 2017 
  42. «Voting - British Video». BRIT Awards (em inglês). Consultado em 4 Março 2017 
  43. «daf BAMA MUSIC AWARDS». bama-music-awards.org. Consultado em 4 Março 2017 
  44. «Nominera dina favoriter till QX Gaygala 2014». qx.se. 27 de outubro de 2013 
  45. a b «Här är de nominerade till QX Gaygala 2016!». qx.se. 15 de dezembro de 2015 
  46. «Årets låt 2014». grammis.se. 14 de agosto de 2015. Consultado em 2 de março de 2016. Arquivado do original em 20 de janeiro de 2014 
  47. «Årets låt 2015». grammis.se. 14 de agosto de 2015. Consultado em 2 de março de 2016. Arquivado do original em 7 de janeiro de 2015 
  48. «Årets artist 2016». grammis.se. 12 de junho de 2016. Consultado em 12 de junho de 2016. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2016 
  49. «Årets låt 2016». grammis.se. 12 de junho de 2016. Consultado em 12 de junho de 2016. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2016 
  50. a b «Sveriges Favoritstjärna 2015». kca.nickelodeon.se. 14 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 3 de abril de 2015 
  51. «Sveriges favoritstjärna 2016». kca.nickelodeon.se. 12 de junho de 2016. Consultado em 12 de junho de 2016. Arquivado do original em 13 de junho de 2016 
  52. «ZARA LARSSON». MTV. 15 de setembro de 2015 
  53. «MTV EMA 2016 | 6.11.2016 | Rotterdam | Zara Larsson». EMA.MTV. Consultado em 13 de outubro de 2016 
  54. «MTV EMA 2016 | 6.11.2016 | Rotterdam | Vote - Best Swedish Act». EMA.MTV. Consultado em 8 de novembro de 2016 
  55. «Get Ready: Your 2016 VMA Nominations Are Here - MTV». mtv.com. Consultado em 4 Março 2017 
  56. «Här är artisterna som är nominerade till P3 Guld 2014». sverigesradio.se. 3 de dezembro de 2013 
  57. «Här är artisterna som är nominerade till P3 Guld 2015». sverigesradio.se. 2 de dezembro de 2014 
  58. «Här är artisterna som är nominerade till P3 Guld 2016». sverigesradio.se. 1 de dezembro de 2015 
  59. «Årets låt: Zara Larsson – Lush life». sverigesradio.se. 15 de janeiro de 2016 
  60. a b «Hela listan! Här är alla vinnare från Rockbjörnen 2013!». posh24.se. 29 de agosto de 2013 
  61. «Hela listan: Här är stjärnorna som vann årets Rockbjörnen!». posh24.se. 29 de agosto de 2014 
  62. «Här är alla vinnarna i Rockbjörnen». aftonbladet.se. 13 de agosto de 2015 
  63. «Rockbjörnen Live 2015». aftonkuriren.se. 13 de agosto de 2015 
  64. «De är årets Rockbjörnen-vinnare». svt.se. 13 de agosto de 2015 
  65. «Vote now for wave 2 Teen Choice nominees!». teenchoice.com. 13 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016. Arquivado do original em 20 de junho de 2016 
  66. «NRJ Music Awards 2016 - Site Officiel - VOTER». NRJ.fr (em francês). Consultado em 5 de novembro de 2016 

Ligações externasEditar