Zoysia japonica


Como ler uma infocaixa de taxonomiaZoysia japonica
Zoysia japonica em um jardim
Zoysia japonica em um jardim
Classificação científica
Reino: Plantae
Ordem: Poales
Família: Poaceae
Gênero: Zoysia
Espécie: Z. japonica
Nome binomial
Zoysia japonica
Steud.

Zoysia japonica,[1] mais conhecida como Grama-Esmeralda[2][3] ou Grama Silvestre é uma espécie de gramínea rizomatosa e estolhosa .[4][5] É nativa dos campos costeiros do Sudeste da Ásia e Indonésia[6], mais especificamente do Japão. Daí a origem do nome científico.

Morfologia e característicasEditar

A Zoysia japonica é robusta, com folhas estreitas, macias e pontiagudas.[7][8] Esta grama possui coloração verde intensa lembrando a da cor da pedra preciosa Esmeralda, daí o nome popular dessa grama: Grama Esmeralda. Cresce até aproximadamente 0.5 mm em largura, é peluda próxima à base e apresenta inflorescências. Seus pedicelos crescem até aproximadamente 1.75 mm, enquanto seus internódios medem aproximadamente 14 mm de comprimento.[6]

A Z. japonica tem uma textura bastante áspera, se comparada às outras gramíneas do mesmo gênero.[5] Tem alta tolerância à seca e a temperaturas baixas, o que favorece seu uso em jardins.[5][9][7] Porém, por necessitar de sol pleno, ela não tolera sombra, e portanto, ela não deve ser plantada em áreas de pomar ou que tenham muitas árvores e construções que impedem a luz solar direta. Esta grama se adapta facilmente em situações de seca prolongada desenvolvendo raízes mais profundas.[10] Apesar de tolerante à temperaturas baixas, suas folhas perdem coloração em caso de geada, ficando com uma cor marrom.[9], possui grande resistência as intempéries e forma um gramado denso.

Clima e regiõesEditar

A Z. japonica necessita de um clima úmido para ser cultivada[11] mas ela é tipicamente encontrada em climas tropicais e subtropicais, bem como em climas temperados, equatoriais e em regiões de clima mediterrâneo.

A Z. japonica era originalmente cultivada na China, Japão e Coreia[4].

No Brasil, a Z.japonica é plantada em todo o território nacional sendo utilizada para embelezamento de jardins de residências e áreas comerciais, campos de recreação e esportes, inclusive campos de futebol apesar de, após a Copa do Mundo de 2014, a grama Bermuda ser a preferida desde então, principalente porque a grama Bermuda se regenera mais rapidamente comparada com a grama Esmeralda.

AplicaçãoEditar

A Z. japonica é amplamente usada em jardins e paisagismos residencias, em beiras de piscinas, playgrounds, praças públicas, jardins comerciais de empresas e condomínios.

Ela também é utilizada em campos esportivos de uso e pisoteio leve a moderado tais como e principalmente em campos de futebol amador, campos de beisebol, campos de tênis e hockey de grama. Em alguns lugares, ela também é utilizada em campos de golfe, porém, neste caso, a grama preferida seja a Grama Coreana.

A grama Esmeralda forma um tapete denso e firme, relativamente resistente ao pisoteio, pragas e ervas daninhas que, pela densidade compacta característica do gramado, encontra dificuldade para crescer.

Atualmente, ela é utilizada no plantio de terrenos inclinados e barrancos como taludes e em encostas para evitar e conter erosões, substituindo bem a Grama Batatais, que é uma grama nativa, e portanto, sendo menos e menos comercializada por conta do projeto de Lei Federal 10.711/2003 e o Decreto 5.153/2004 que tem como premissa "coibir as atividades lesivas ao meio ambiente, além de garantir a segurança e qualidade aos usuários de mudas e sementes".

ComercializaçãoEditar

No Brasil, a Z. japonica ou Grama Esmeralda é cortada em grameiros e geralmente vendida na forma de rolos de 40 cm x 125 cm ou placas de 40 cm x 62,5 cm que pesam 5 a 7 Kg por placa.

Quando vendida em forma de placas, ela é transportada em pallets em caminhões abertos do tipo truck, bi-truck ou carreta, carregando entre 1000 a 1500 m² dependendo do tipo de caminhão.

Atualmente, alguns grameiros têm vendido uma variedade da grama Esmeralda denominada grama Esmeralda Premium que nada mais é do que a grama Esmeralda com maior tempo de safra, geralmente com mais de 1 ano e meio[12]. Este tipo de grama possui raiz mais bem formada, o que faz com que ela "pegue" mais rapidamente ao solo após o plantio, as folhas brotem mais rapidamente e assim forme o gramado totalmente fechado, compacto e denso o que, no final, diminui os custos de manutenção a médio e longo prazos proporcionando o melhor custo-benefício.

PlantioEditar

Por ser um tipo de grama relativamente resistente, a Z. japonica pode ser plantada em qualquer época do ano, mesmo no frio do inverno ou no calor do verão.

Ela deve ser plantada imediatamente após a entrega em um terreno pré-preparado para o plantio, ou seja, livre de desníveis, pedras, sujeiras, ervas daninhas e mato e entulhos.

Geralmente, esta grama não necessita de adubação prévia do solo mas, dependente do tipo do terreno, caso seja pobre em nutrientes, é recomendada a consulta de um especialista Agrônomo ou Engenheiro Agrônomo para analisar o solo e fazer a correção necessária.

Uma vez plantada, colocando-se as placas lado-a-lado, recomenda-se cobrir com terra e a rega da grama deve ser feita diariamente por pelo menos 30 dias. Depois disso, a rega pode ser feita por pelo menos 3x por semana, depois de algumas semanas, pode ser feita pelo menos 1x por semana. Deve-se tomar cuidado para a rega excessiva.

A poda da grama deve ser feita quando a grama atingir tamanho acima de 5-10 cm, não cortando mais do que 1/3 de sua altura. Algumas pessoas dizem que a grama seca pode chegar a fermentar se não limpa após a poda, porém, a importância da limpeza da grama cortada possui mais fins estéticos, de modo a se ter um gramado sempre bonito.

CuriosidadesEditar

A grama Esmeralda é o tipo de grama mais vendida e comercializada no Brasil.

A grama Esmeralda é uma grama versátil e é a grama que mais se adapta a diferentes tipos de solo, clima e usos, além de ser de fácil plantio e manutenção, inclusive resistência a ervas daninhas, e quando se infecta, ela é resistente a tratamentos com herbicidas seletivos[13].

A grama Esmeralda plantada no Brasil é na realidade uma planta híbrida de duas espécies de Zoysia: Z. tenuifolia e Z. japonica.


Referências

  1. «Zoysia japonica». Natural Resources Conservation Service Bases de dados de PLANTS. USDA. Consultado em 3 de Abril de 2017 
  2. Iwai, Leo K. (20 de março de 2005). «Características da grama Esmeralda. Informações, curiosidades, preço por m2, cotação». realgramas.com.br. Consultado em 5 de setembro de 2020 
  3. Patro, Raquel. «Grama-esmeralda – Zoysia japonica». Jardineiro.net. Consultado em 4 de Junho de 2019 
  4. a b Casler, Michael D.; Duncan, Ronny R. (2003). Turfgrass Biology, Genetics, and Breeding. [S.l.]: John Wiley & Sons. pp. 272, 273. ISBN 0471444103 
  5. a b c Duble, Richard L. (2001). Turfgrasses: Their Management and Use in the Southern Zone, Second Edition. [S.l.]: Texas A&M University Press. pp. 61–66. ISBN 1585441619 
  6. a b Casler, Michael D.; Duncan, Ronny R. (2003). Turfgrass Biology, Genetics, and Breeding. [S.l.]: John Wiley & Sons. pp. 271, 274. ISBN 0471444103 
  7. a b Christians, Nick E.; Patton, Aaron J.; Law, Quincy D. (2016). Fundamentals of Turfgrass Management, 5th edition. [S.l.]: John Wiley & Sons. ISBN 1119205565 
  8. Aldous, David (2014). International Turf Management. [S.l.]: Routledge. ISBN 1317844904 
  9. a b Cai, Hongwei; Yamada, Toshihiko; Kole, Chittaranjan (2016). Genetics, Genomics and Breeding of Forage Crops. [S.l.]: CRC Press. pp. 158, 169. ISBN 1482208113 
  10. Pessarakli, Mohammad (2007). Handbook of Turfgrass Management and Physiology. [S.l.]: CRC Press. 434 páginas. ISBN 1420006487 
  11. Brede, Doug (2000). Turfgrass Maintenance Reduction Handbook: Sports, Lawns, and Golf. [S.l.]: John Wiley & Sons. pp. 42, 45, 116–119. ISBN 1575041065 
  12. Iwai, L.K. (20 de março de 2020). «Comercialização de grama Esmeralda e Esmeralda Premium, Sao Carlos e Sao Carlos Plus Bermudas Santo Agostinho e Coreana». realgramas.com.br. Consultado em 5 de setembro de 2020 
  13. Iwai, Adriana A.S.F. (5 de maio de 2020). «Como manter e cuidar de sua grama Esmeralda». Consultado em 5 de setembro de 2020 
  Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.