Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura o personagem da mitologia grega, veja Ápis (rei do Peloponeso).
Ápis
V28Aa5
Q3
E1
G39
Aa5
Q3
G43
Aa5
Q3
Nascimento
adorado em Mênfis
Parentesco Ptah

Na antiga religião egípcia Ápis (Hapi-ankh) é a personificação da Terra.

O "morto-vivo" (Osíris) encarnou num touro branco sagrado. Era o touro de Mênfis. Simbolicamente representado como um touro negro com um triângulo branco na testa e o disco do sol entre os chifres.

Seu culto está associado com Ptah.

O local onde eram enterrados os seus touros sagrados levava o nome de serapeu.

O escritor satírico Luciano de Samósata ridiculariza o culto a Ápis, comentando que quando grande deus Ápis morre, cada homem corta o seu cabelo; em seguida, através de uma eleição, um dos touros que estão no pasto é levado para o templo, pois a sua beleza superior e porte majestoso mostram que ele é mais que um touro.[1]

Referências

  1. Luciano de Samósata, Sobre o Sacrifício
  Este artigo sobre mitologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.