Ébalo II de Roucy

Ébalo II de Roucy (em latim: Ebalus; em francês: Ebles; c. 1050 - 1104) foi conde de Roucy entre 1063 e 1104 e de Reims.

Ébalo II de Roucy
Conde de Roucy e de Reims
Escudo do Brasão de Armas do Condado de Roucy
Nome completo Ébalo II de Roucy
Nascimento c. 1050
Morte 1104
Pai Hilduino IV de Montdidier
Mãe Alice de Roucy

Participou em Espanha, para onde viajou com um exército para lutar contra o sarracenos[1] durante a chamada Cruzada Barbastro ocorrida em 1064, em seguida, ajudou o rei Sancho Ramirez, rei de Aragão, a conquistar o reino de Navarra em 1076. Nesta segunda expedição também envolveu seu sobrinho Rotrou III de Perche[2].

Relações familiaresEditar

Foi filho de Hilduino IV de Montdidier (? - 1063), Conde e Senhor dos Roucy e Alice de Roucy (1020 - 1062), filha de Ébalo I de Roucy (? - 1033) e Beatriz de Hainaut. Casou com Sibila de Autavila, filha de Roberto de Altavila (Hauteville-la-Guichard, c. 1025Cefalônia, 17 de julho de 1085), príncipe de Salerno, e Sigelgaita de Salerno (c. 1041 - 27 de março de 1090), de quem teve[3]:

  1. Guiscardo Cholet.
  2. Tomás Cholet.
  3. Hugo I de Roucy (1090 - 1160), conde de Roucy.
  4. Ébalo, pai de outro Ébalo.
  5. Manassés, pai de Thomas e Petronila, casado com Raul, foi conde de Vieille-Ville.
  6. Ermengarda, casada com Gervais do Bazoches, Senhor de Bazoches, provavelmente relacionada à Bazoches Gervais, Príncipe da Galileia.
  7. Mabille (c. 1095 - 1122), casou 1º com Hugo de Puiset (10701112), senhor de Puiset e Conde de Jafa, o 2º casamento foi em 1121 com Alberto de Namur (1070 - 1122), Conde de Jaffa.
  8. Inês, casada em primeiras nupcias com Godofredo de Ribeaumont, e em segundas nupcias com Simão II de Clefmont, senhor de Clefmont-em-Bassigny.

BibliografaEditar

  • Ángel López Canellas. "Las Cruzadas de Aragón en el siglo XII". Argensola: Revista de Ciencias Sociales del Instituto de Estudios Altoaragoneses 7 (1951): 217-28.
  • Lynn H. Nelson. "A Fundação de Jaca (1076): Crescimento Urbano em Aragon precoce." Speculum 53 , 4 (1978): 688-708.
  • Joseph F. O'Callaghan. Reconquista e Cruzada Medieval em Espanha . Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 2004.

Referências