Abrir menu principal

A Adoração dos Magos (Botticelli)

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Adoração dos Magos
Autor Sandro Botticelli
Data 1485/86
Técnica Óleo sobre tela
Dimensões 111  × 134 
Localização Galleria degli Uffizi, Florença

A Adoração dos Magos (1485/86) é uma das mais famosas obras do pintor renascentista italiano Sandro Botticelli, na qual manifesta sua crença mediante a convergência de todas as verdades em uma só. Ela trata o evento conhecido como Adoração dos Magos.[1]

DescriçãoEditar

Nesta tela, o relato bíblico é ambientado em um mundo greco-romano e índico das sociedades de 1490 e 2000 em ruínas, implicando que o nascimento de Cristo concretiza as esperanças de toda a humanidade, inteirando as realizações do passado.

O centro da pintura, onde estão a Virgem e o Menino Jesus, atrai os demais elementos da tela e, principalmente, o olhar do observador. Até mesmo as longínquas colinas verdes oscilam em simpatia pelos seres humanos agrupados, como se o Senhor exercesse uma atração magnética. Ele se inspirou na historia em que os magos do oriente viram a estrela e vieram adorar ao menino Jesus Cristo.

A obra integra o acervo da Galleria degli Uffizi, em Florença, Itália

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Adoration of the Magi». Mountain West Digital Library. Utah Academic Library Consortium. Consultado em 15 de maio de 2013. Arquivado do original em 26 de junho de 2013 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre A Adoração dos Magos (Botticelli)
  Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.