A Paródia

(Redirecionado de A Paródia (1923))
Disambig grey.svg Nota: Para o jornal publicado entre 1900 e 1907, veja A Paródia (jornal).
A paródia : folha independente feita para toda a gente
Periodicidade semanal
Formato (37 cm)
Sede Lisboa, Portugal Portugal
Fundação 1923
Director João Lemos de Nápoles
Idioma Português europeu

A paródia : folha independente feita para toda a gente publicou-se em Lisboa em janeiro de 1923 sob a direção de João Lemos de Nápoles. Destaca-se pela sua existência fugaz mas recheada de informação humorística valiosa, já que se publicou no rescaldo das eleições administrativas de novembro de 1922, sendo seu objetivo primordial manter viva e coesa a mobilização monárquica. Não é ao acaso que se repete o título da célebre Paródia de Bordallo iniciada em 1900, indo em busca do traço do mestre e de algumas das suas figuras mais emblemáticas, mas agora numa réplica insistente assinada por “Adão” (pseudónimo de Calvet Magalhães) o que originou queixa e desconforto por parte da família Bordallo Pinheiro. Também se realça a participação de Simões Coelho, muito embora se leiam por toda a obra assinaturas como “Eva”, “Caim” e outros personagens bíblicos.[1]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Rita Correia (15 de julho de 2013). «Ficha histórica:A paródia : folha independente feita para toda a gente (1923)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 20 de janeiro de 2017 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.