Abrir menu principal
Abrão Berman
Nascimento 1941
Morte 4 de junho de 1990 (49 anos)
Cidadania Brasil
Empregador Fundação Armando Álvares Penteado

Abrão Berman (São Paulo, 1941 - São Paulo, 4 de junho de 1990) foi um apresentador e cineasta brasileiro. É considerado o "pai" do super 8 no Brasil[1].

BiografiaEditar

Graduado em Direção Cinematográfica pela Haute École D'études Pratiques dans Cinéma (em português literal: escola prática de altos estudos em cinema) de Paris, retornou ao Brasil em 1969 e começou a produzir e a incentivar que outros cineastas trabalhassem com o super 8, pois filmes neste formato eram considerados amadores pelos profissionais de cinema até então. Para isso acontecer, no início da década de 1970 abriu um cineclube no Teatro Paiol de São Paulo, onde criou e apresentou festivais de cinema de curta metragem dedicados às produções em 8 mm, 16 mm e Super 8[2][1].

Logo em seguida, criou o GRIFE (Grupo de Realizadores Independentes de Filmes Experimentais)[3][4] em parceria com a publicitária Maria Luísa Alencar[1][5].

Em 1975, Berman criou e apresentou o programa "Ação Super 8" na TV Cultura. Este programa foi o único dedicado ao formato Super 8 na televisão brasileiro[1].

Foi o produtor e diretor dos filmes de curta-metragens: "The Body", "São Paulo", "A Banana", "Marilyn", "Cinemania 50" e "Brasil ou Aquarela do Brasil"[1][6].

Com o total declínio do Super 8, que perdeu espaço para as produções em formatos de vídeo-cassete a partir da década de 1980, o GRIFE é desfeito em 1983[5] e logo em seguida acabam os festivais. Desta maneira, Berman passou a dar aulas de cinema no Senac, na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP)[1].

Seu programa na TV Cultura foi cancelado e passou a apresentou um programa de dança, no mesmo canal, chamado ""Jogo de Cintura", até o seu falecimento em junho de 1990[1].

Referências

  1. a b c d e f g Guia eletrônico de fundos e coleções do acervo arquivístico do Museu da Imagem e do Som (PDF), Museu da Imagem e do Som de SP, consultado em 1 de novembro de 2016 
  2. Um brasileiro por trás da fantasia, Portal Brasileiros, consultado em 1 de novembro de 2016, cópia arquivada em |arquivourl= requer |arquivodata= (ajuda) 🔗  Parâmetro desconhecido |fechaarchivo= ignorado (|arquivodata=) sugerido (ajuda); |fechaacceso= e |acessodata= redundantes (ajuda)
  3. Made in Brasil: três décadas do vídeo brasileiro - Por Arlindo Machado, Livro no Google Books, consultado em 1 de novembro de 2016 
  4. Este ano o festival presta homenagem ao cineasta Abrão Berman, precursor no uso do Super 8 no Brasil e criador do GRIFE, Jornal Gazeta do Povo, consultado em 1 de novembro de 2016 
  5. a b Super Festivais do GRIFE: produção, circulação e formação de cineastas no Super8 brasileiro (1973-1983), Universidade Federal de São Carlos, consultado em 1 de novembro de 2016 
  6. ABRÃO BERMAN-São Paulo, SP, 1941 / São Paulo, SP, 1990, Expo Projeção, consultado em 1 de novembro de 2016