Abutre-barbudo

O abutre-barbudo[2] (Gypaetus barbatus),[3] também conhecido como quebra-ossos,[4][5] é um abutre originário das montanhas da Europa, Ásia e África. Tem plumagem dorsal escura e ventral castanho-clara e a cabeça e o pescoço emplumados.[2]

Como ler uma infocaixa de taxonomiaAbutre-barbudo
Bartgeier Gypaetus barbatus front Richard Bartz.jpg
Estado de conservação
Quase ameaçada
Quase ameaçada (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Falconiformes
Accipitriformes
Família: Accipitridae
Género: Gypaetus
Storr, 1784
Espécie: G. barbatus
Nome binomial
Gypaetus barbatus
Linnaeus, 1758
Distribuição geográfica
BartgeierVerbreitung.jpg

Nomes comunsEditar

Também é conhecido por brita-ossos[6][7][8] (não confundir com o Gyps fulvus, que consigo partilha este nome comum), xofrango[9] e gipaeto[10].

CaracterísticasEditar

Ave de grande porte, atinge 12,5 quilos de peso, 1,10 metros de comprimento e 2,75 a 3,08 metros de envergadura.

O abutre-barbudo preenche um nicho ecológico altamente especializado, já que se alimenta quase exclusivamente de ossos (que engole inteiros ou atira ao solo em voo, para comer a medula óssea, uma fonte de proteína não aproveitada por outras espécies necrófagas). Daí não possuir o pescoço sem penas dos demais abutres, que não lhe conferiria qualquer vantagem evolutiva, pois não enfia a cabeça no interior das carcaças. Patrulha áreas montanhosas em busca de ossos de animais mortos em avalanches, como a camurça, ou espreita outras aves necrófagas enquanto estas limpam os cadáveres. A espécie tem uma vasta área de ocorrência e é objeto de uma série de experiências de reintrodução nos Alpes, onde foi exterminada pela caça no século XIX.[11]

CuriosidadesEditar

  • Morte do poeta grego Aeschylus: Reza a lenda que, o poeta, ao visitar Gela, na ilha de Sicília, um Abutre-barbudo confundindo sua careca com uma rocha, deixando cair um osso em sua cabeça, e matando-o.[12]

Referências

  1. «IUCN red list Gypaetus barbatus». Lista vermelha da IUCN. Consultado em 19 de abril de 2022 
  2. a b «Gypaetus barbatus». Museu Virtual Biodiversidade. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  3. «Bearded Vulture (Gypaetus barbatus) - BirdLife species factsheet». datazone.birdlife.org. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  4. «gypaetus barbatus - Página de Espécie • Naturdata - Biodiversidade em Portugal». Naturdata - Biodiversidade em Portugal. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  5. Infopédia. «quebra-ossos | Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». www.infopedia.pt. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  6. S.A, Priberam Informática. «Consulte o significado / definição de brita-ossos no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, o dicionário online de português contemporâneo.». dicionario.priberam.org. Consultado em 13 de dezembro de 2020 
  7. Viterbo, Joaquim de Santa Rosa de (1856). Elucidário das palavras, termos e frases que em Portugal antigamente se usaram e que hoje regularmente se ignoram vol. 1. Lisboa: A. J. Fernandes Lopes. p. 227. 552 páginas  «A huma espécie de Aguia, que com o bico quebra ossos, chamão hoje Aguia quebrantosso; mas antiguamente lhe chamavão Brita-ossos»
  8. Paixão, Paulo (2021). Os Nomes Portugueses das Aves de Todo o Mundo (PDF). [S.l.]: A Folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias. p. 274. 334 páginas. ISBN 978-989-33-2134-8. ISSN 1830-7809 
  9. S.A, Priberam Informática. «Consulte o significado / definição de XOFRANGO no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, o dicionário online de português contemporâneo.». dicionario.priberam.org. Consultado em 13 de dezembro de 2020 
  10. Infopédia. «gipaeto | Definição ou significado de gipaeto no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 13 de dezembro de 2020 
  11. «Reintrodução do abutre-barbudo nos Alpes» 🔗 (em inglês) 
  12. oeco.org.br/ Abutre-barbudo, a ave que gosta de esqueletos

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Imagens e media no Commons
  Diretório no Wikispecies