Adara (em devanagari: आधार, Ādhāra), cujo significado é "suporto" ou "base", na filosofia do ioga, é entendido como o suporte à meditação (dhyāna). Existem 16 suportes ou sodasadara (ṣoḍaśādhāra):[1]

  1. Angusta (aṅguṣṭha) - dedos dos pés;
  2. Gulpa (gulpha) - tornozelos;
  3. Janu (jānu) - joelhos;
  4. Uru (ūru) - coxas;
  5. Sivani (sīvanī) - rafe do períneo;
  6. Linga (liṅga) - pênis;
  7. Nabi (nābhi) - umbigo;
  8. Hṛd - coração;
  9. Griva (grīvā) - nuca;
  10. Canta (kaṇṭha - garganta;
  11. Lambica (lambikā) - palato mole;
  12. Nasica (nāsikā) - narinas;
  13. Brumadia (bhrūmadhya) - espaço entre as sobrancelhas;
  14. Lalata (lalāṭa) - testa;
  15. Murdã (mūrdhan) - cabeça;
  16. Bramarandra (brahmarandhra) - fontanel ou a abertura de Brama.

Referências

BibliografiaEditar