Maleque Adil Ceifadim Abu Becre/Abubacar/Abacar/Abubequer ibne Aiube[1] (em árabe: الملك العادل سيف الدين أبو بكر بن أيوب; romaniz.: al-Malik al-Adil Saif al-Din Abu-Bakr ibn Aiiub), melhor conhecido como Adil I (em árabe: العادل), foi um general aiúbida de origem curda e sultão do Egito entre 1200 e 1218. Por conta de seu nome honorífico "Ceifadim" ("Espada da fé") era conhecido entre os cruzados francos como Safadino.

Adil I
Sultão do Egito
Reinado 1200agosto de 1218
Antecessor(a) Almançor
Sucessor(a) Camil
Nascimento junho de 1145
  Damasco
Morte agosto de 1218 (73 anos)
Herdeiro(a) Almoazão (Sultão de Damasco)
Camil (Sultão do Egito)
Dinastia Aiúbidas
Pai Najemadim Aiube
Filho(s) Camil
Almoazão

História editar

Adil era filho de Najemadim Aiube e irmão mais novo de Saladino. Ele se destacou pela primeira vez como um oficial no exército de Noradine durante a terceira e última campanha de seu tio Xircu no Egito (1168-1169). Após a morte de Noradine em 1174, Adil governou o Egito em nome de seu irmão Saladino e mobilizou os vastos recursos da região para apoiá-lo em suas campanhas na Síria e na sua guerra contra os cruzados (1175-1183).

Ele foi governador de Alepo entre 1183 e 1186, mas retornou para administrar o Egito durante a Terceira Cruzada (1186-1192). Como governador das províncias setentrionais de Saladino, ele sufocou a revolta de Izadim Maçude de Moçul após a morte de Saladino (março de 1193 e teve um papel fundamental na resolução da disputa sucessória entre os filhos de Saladino, Alaziz Otomão e Alafedal ibne Saladino (1193–1196). Em seguida, Adil foi nomeado governador de Damasco e utilizou a cidade como base para expandir seu poder, liderando a facção que se opôs ao governo do inepto Alfedal após a morte de Alaziz em 1198. Mesmo tendo sido cercado em Damasco (1199), ele derrotou o sobrinho na Batalha de Bilbeis em janeiro do ano seguinte. Após a vitória, ele foi proclamado sultão e reinou sobre todo o Egito e a Síria por quase duas décadas, promovendo o comércio e boas relações com os estados cruzados (1200-1217).

Adil tomou Ahlat em 1207, encerrando o governo dos Ahlatshahs. Ele foi a campo novamente após saber da Quinta Cruzada, mesmo já tendo mais de setenta anos), e organizou as defesas do Egito e da Palestina. Ele adoeceu e morreu durante esta campanha, em agosto de 1218, e foi sucedido por seu filho Camil.

Um administrador talentoso e efetivo. Adil foi responsável por prover apoio militar e civil que foram cruciais para as grandes campanhas de Saladino - um exemplo primitivo de um "ministro da guerra". Ele também foi um grande general e estrategista, sendo tão responsável pela fundação e consolidação do estado aiúbida quanto seu irmão.

Ver também editar

Adil I
Nascimento: 1145 Morte: 1218
Precedido por:
Almançor
Sultões do Egito
1200-1198
Sucedido por:
Camil

Bibliografia editar

  • Alves, Adalberto (2014). Dicionário de Arabismos da Língua Portuguesa. Lisboa: Leya. ISBN 9722721798 
  • Nicolle, David (2008). The Second Crusade. [S.l.]: Osprey Publishing 

Ligações externas editar

  • «Aiúbidas» (em inglês). Arab.net. Consultado em 2 de dezembro de 2012 
  1. Alves 2014, p. 51; 68; 87; 98; 378; 612; 640; 378.