Agatão[1][2] ou Agaton[3][4] (em grego: Ἀγάθων; romaniz.: Agaton; Atenas, ca. 448 a.C.Pela, ca. 401 a.C.) foi um poeta trágico ateniense.

Agatão
Nascimento 445 a.C.
Atenas
Morte 400 a.C. (44–45 anos)
Pela
Cidadania Atenas Antiga
Etnia gregos
Ocupação escritor trágico, escritor

BiografiaEditar

Por algum tempo, Agatão produziu tragédias em Atenas; depois partiu, com seu amigo Eurípedes, para a corte de Arquelau I da Macedônia, onde viria a morrer.

Aristóteles cita uma de suas obras, "Anteu", e Aristófanes o coloca como um dos personagens de sua peça, "As convocadas", onde o ridiculariza por sua condição de efeminado.

Ele aparece também como personagem de "O Banquete", de Platão.

Referências

  1. Denilda Moura (2000). Língua e ensino: dimensões heterogêneas. UFAL. p. 52. ISBN 978-85-7177-091-1.
  2. Ana Maria César Pompeu (2004). Aristófanes e Platão: A Justiça na Pólis. biblioteca24horas. p. 151. ISBN 978-1-936108-38-1.
  3. Donaldo Schüler (1992). Eros: dialética e retórica. EdUSP. p. 72. ISBN 978-85-314-0061-2.
  4. Percy Bysshe Shelley; PHILIP SIDNEY. Defesa da poesia. Editora Iluminuras Ltda. p. 214. ISBN 978-85-7321-181-8.

BibliografiaEditar

  • Bowder, Diana, Quem foi quem na Grécia Antiga, São Paulo: Art Editora/Círculo do Livro S/A, s/d
  • Bates, Alfred, The Drama: Its History, Literature and Influence on Civilization, London: Historical Publishing Company, 1906.
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.