Agressão sexual

Agressão sexual é qualquer tipo de violência de natureza sexual cometida contra outra pessoa.[1] Embora a agressão sexual esteja associada ao crime de estupro, pode cobrir tipos de violência que podem não ser considerados como tal.[2]

O que constitui uma agressão sexual é determinado pelas leis da jurisdição onde a agressão ocorreu, o que varia consideravelmente, e sofre a influência de atitudes locais, sociais e culturais.

Via de regra, a agressão sexual inclui estupro, penetração vaginal, anal ou oral forçada, relação sexual forçada, nudez forçada, carícias não apropriadas, beijos forçados, abuso de menores e a tortura da vítima de forma sexual.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Chapter 6: Female Sex Offenders Arquivado em 10 de fevereiro de 2015, no Wayback Machine., All about Female Offenders, por Katherine Ramsland.
  2. Assault, Black's Law Dictionary, 8th Edition. See also Ibbs v The Queen, High Court of Australia, 61 ALJR 525, 1987 WL 714908 (agressão sexual definida como penetração sexual não consentida); Sexual Offences Act 2003 Chapter 42 s 3 Sexual assault (Reino Unido), (agressão sexual definida como contato sexual sem consentimento), e Chase v. R. 1987 CarswellNB 25 (Supreme Court of Canada) (agressão sexual definida como uso da força de natureza sexual sem consentimento)
  3. Frequently Asked Questions About Women's Health: Sexual Assault Arquivado em 24 de outubro de 2008, no Wayback Machine., The National Women's Health Information Center, U.S. Department of Health and Human Services.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre direito é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.