Ahmad Shamlou

Ahmad Shamlou, ou ainda Bamdad (احمد شاملو em Persa), (Teerã, Irã, 12 de dezembro de 1925 - 24 de julho de 2000), foi um poeta e jornalista iraniano.[1][2]

Ahmad Shamlou
Nascimento 12 de dezembro de 1925
Teerã
Morte 24 de julho de 2000 (74 anos)
Caraje
Sepultamento Imamzadeh Taher
Cidadania Dinastia Pahlavi, Irã
Cônjuge Aida Sarkisian, Tusi Hayeri Mazandarani
Ocupação linguista, poeta, jornalista, escritor, tradutor, dublagem, crítico literário, lexicógrafo
Prêmios
  • Prêmio Forough Faroukhzad (1973)
  • Prêmio Stig Dagerman (1999)
Obras destacadas O Livro do Beco
Página oficial
http://www.shamlou.org/
Assinatura
Ahmad Shamloo signature.png
Ahmad Shamlou

VidaEditar

Foi um poeta, escritor e jornalista iraniano. Shamlou foi sem dúvida o poeta mais influente do Irã moderno. Sua poesia inicial foi influenciada por e na tradição de Nima Youshij. Na verdade, Abdolali Dastgheib, crítico literário iraniano, argumenta que Shamlou é um dos pioneiros da poesia persa moderna e teve a maior influência, depois de Nima, sobre os poetas iranianos de sua época. A poesia de Shamlou é complexa, mas suas imagens, que contribuem significativamente para a intensidade de seus poemas, são acessíveis. Como base, ele usa imagens tradicionais conhecidas de seu público iraniano por meio de obras de mestres persas como Hafez e Omar Khayyám. Para infraestrutura e impacto, ele usa um tipo de imagem cotidiana em que elementos oximorônicos personificados são pontuados com uma combinação irreal do abstrato e do concreto até agora sem precedentes na poesia persa, o que angustiou alguns dos admiradores da poesia mais tradicional.

Shamlou traduziu extensivamente do francês para o persa e suas próprias obras também foram traduzidas para várias línguas. Ele também escreveu uma série de peças, editou as obras dos principais poetas persas clássicos, especialmente Hafez. Seu Ketab-e Koucheh (O Livro do Beco), de treze volumes, é uma contribuição importante para a compreensão das crenças e da linguagem do folclore iraniano. Ele também escreveu ficção e roteiros, contribuindo para a literatura infantil e jornalismo.[3][4][5][6]

Livros (títulos em inglês)Editar

  • The Forgotten Songs (1947)
  • The Verdict (1951)
  • Poems of Iron and Feelings (1953)
  • Fresh Air (1957)
  • The Mirror Orchard (1960)
  • Ayda in the Mirror (1964)
  • Moments and Forever (1964)
  • Ayda: Tree, Dagger, Remembrance (1965)
  • Phoenix in the Rain (1966)
  • Blossoming in the Mist (1970)
  • Abraham in the Fire (1973)
  • The Doors and the Great Wall of China (1973)
  • Of Airs and Mirrors (1974)
  • Poniard on the Plate (1977)
  • Little Rhapsodizes of Exile (1979–1980)
  • Unrewarded Eulogies (1992)
  • The Cul-de-Sac and the Tigers in Love (1998)
  • The Tale of Mahan's Restlessness (2000)
  • The Book of Alley (1978–present)

Livros traduzidosEditar

Tradução em inglêsEditar

  • Self-Portrait in Bloom,[7] hybrid memoir by Niloufar Talebi (l'Aleph, 2019), includes translations of 30 works. ISBN 9789176375631
  • Born Upon the Dark Spear,[8] edited and translated by Jason Bahbak Mohaghegh (Contra Mundum Press, 2015) ISBN 9781940625164
  • The Love Poems of Ahmad Shamlu,[9] edited and translated by Firoozeh Papan-Matin, and Arthur Lane (IBEX Publications, 2005) ISBN 9781588140371

Na tradução em francêsEditar

  • Châmlou, Ahmad. Choix de poèmes, tr. Ahmad Kamyabi Mask. Paris: A. Kamyabi Mask, 2000. ISBN 9782910337070
  • S̆āmlū, Aḥmad. Hymnes d'amour et d'espoir. tr. Parviz Khazrai. Orphée, La Différence, 1994.
  • Shamlou, Ahmad. "Hurle-moi", tr. Sylvie Mochiri Miller. L'Harmattan, collection Iran en Transition, 2021 ISBN 9782343221908

Referências

  1. Dastgheib, Abdolali (2006) The Poet of Love and Dawn, Critical Review of poems by Ahmad Shamlou. Amitis Publishers, Tehran, Iran. ISBN 964-8787-10-7
  2. Shāmlū, Aḥmad (2015). Born Upon the Dark Spear. ISBN 978-1940625164
  3. Talebi, Niloufar (2019) Self-Portrait in Bloom (L'Aleph), a portrait of Ahmad Shamlou and his poetry in award-winning English translation. ISBN 978-91-7637-563-1
  4. Atashi, Manouchehr (2004). Ahmad Shamlou: a Critical Analise. Amitis Publication ISBN 964-95143-1-7
  5. Firoozeh Papan-Matin (1984). The Love Poems Of Ahmad Shamlou. ISBN 1-58814-037-7
  6. Mojabi, Javad (1998). Shenakht-nameyeh Shamlou (Biography of Shamlou), . ISBN 964-5958-86-5
  7. Talebi, Niloufar (28 de março de 2019). Self-Portrait in Bloom. [S.l.: s.n.] ISBN 978-9176375631 
  8. Shāmlū, Aḥmad (2015). Born Upon the Dark Spear. [S.l.: s.n.] ISBN 978-1940625164 
  9. Shamlu, Ahmad; Papan-Matin, Firoozeh; Lane, Arthur (5 de março de 2017). The Love Poems of Ahmad Shamlu. [S.l.: s.n.] ISBN 978-1588140371 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.