Alexander Khatisian

Alexander Khatisyan (em armênio/arménio: Ալեքսանդր Խատիսեան) (Tiflis, 17 de fevereiro de 1874 - Paris, 10 de março de 1945) foi um político e jornalista armênio.[1] Khatisian nasceu em Tiflis, Governorado de Tiflis, Império Russo (atual Tbilisi; Geórgia). Atuou como prefeito de Tiflis (Tbilisi) de 1910 a 1917. Durante este período, o Conde Illarion Ivanovich Vorontsov-Dashkov consultou com ele, com o primaz de Tbilisi - Bispo Mesrop Der-Movsesian - e com o proeminente líder cívico, Dr. Hakob Zavriev, acerca da criação de destacamentos voluntários armênios no verão de 1914. [2] Durante o estabelecimento da Primeira República da Armênia, atuou como membro do Conselho Nacional Armênio de Tiflis para o Conselho Nacional Armênio e, posteriormente, para a comissão executiva permanente selecionada pelo Congresso Armênio dos Armênios Orientais. Após declaração da Primeira República da Armênia, atuou como ministro das Relações Exteriores e assinou o Tratado de Batum com o Império Otomano. Foi eleito como primeiro-ministro de 1919 a 1920. [1] Khatisian morreu no exílio, em Paris, França, em 10 de março de 1945.

Alexander Khatisian.png

Referências

  1. a b «Personalia: Khatisian, Alexander». Caucasian Knot. 17 de março de 2007 
  2. Hovannisian “The Armenian People from Ancient to Modern Times “ p 280


Cargos políticos
Precedido por
Hovhannes Katchaznouni
Primeiro-ministro da Primeira República da Armênia
1919-1920
Sucedido por
Hamo Ohanjanian