Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde abril de 2017). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

Alfred Hubert Mendes, natural de Trinidad e Tobago, (nascido em 1897, falecido em 1991 em Barbados), filho de Alfred Mendes, foi uma figura pioneira da literatura das Caraíbas. Era descendente de portugueses presbiterianos expulsos da Madeira no seguimento das perseguições a Robert Kalley. Mendes foi um escritor prolífico. Foi o primeiro a ter chamado a atenção para a comunidade portuguesa, com a sua novela Pitch Lake.

Recebeu um Doutoramento honoris causa pela University of the West Indies em reconhecimento pela sua obra literária. Foi também um funcionário público e chegou ao cargo de director-geral da autoridade portuária de Trinidad e Tobago.

Teve três filhos, entre os quais Peter Mendes. Foi pois avô de Sam Mendes.

Foi um dos co-fundadores da revista socialista "The Beacon" ("O Farol"), onde publicou vários ensaios, incluindo a entrevista com o "camarada Estaline", em setembro de 1932. Na altura era um socialista.

ObraEditar

Ligações externasEditar