Américo Marinho

pintor português

Américo da Silva Marinho (Barreiro, Barreiro, 28 de janeiro de 191324 de fevereiro de 1997) foi um pintor português.[1]

Américo Marinho
Nome completo Américo da Silva Marinho
Nascimento 1913
Barreiro, Barreiro
Morte 24 de fevereiro de 1997 (84 anos)
Nacionalidade Portugal portuguesa
Prémios Prémio Lupi 1959

Vida e CarreiraEditar

Américo da Silva Marinho, nascido no Barreiro, no dia 28 de janeiro de 1913, foi um pintor português.[2] Filho de Herculano Marinho e de Albertina Gualdino da Silva Marinho, o artista formou-se na escolha Liceu Camões e Passos de Manuel.[2]

Na Escola de Belas Artes de Lisboa, onde ingressou em 1927 e estudo durante sete anos, era um aluno que se destaca dos demais, conseguindo as mais altas notas.[2] Autor de inúmeras obras, cuja grande parte são desenhos, Américo Marinho é convidado, em 1930, a participar na Exposição Distrital de Setúbal, onde expõe 13 obras, representando o local onde nasceu, Barreiro.[2]

Em 1930, já ocupava cargos de destaque.[3] O artista era o Desenhador-Chefe do Jornal humorístico de Barreiro, que se chamava, na época, "O Riso de Barreiro".[2] Cinco anos depois, dá início à carreira de professor.[3]

Durante mais três décadas, participa em inúmeras exposições pelo continente, ganhando diversos prémios e distinções que marcaram a sua carreira.[3] Conhecido como um exímio desenhista, muitos dos desenhos feitos apenas com um lápis ou caneta esferográfica num qualquer pedaço de papel, Américo Marinho chegou a contribuir inclusive para outros artistas, como as xilogravuras de Manuel Cabanas.[2]

A 19 de julho de 1961, foi agraciado com o grau de Oficial da Ordem da Instrução Pública.[4]

Desde retratos de família a amigos, realizava os seus desenhos muitas vezes nas viagens de barco para Lisboa.[2] Os passageiros das viagens também eram alvos do artista.[2] 139 obras foram doadas pelo próprio Américo à Câmara Municipal de Barreiro em 1996.[3] O artista morreu um ano depois, no dia 24 de fevereiro de 1997.[2]

PrémiosEditar

ToponímiaEditar

Referências

  1. «Américo Marinho». ArtBarreiro.com. Consultado em 23 de Julho de 2012 
  2. a b c d e f g h i «Américo Marinho | Barreiro». www.cm-barreiro.pt. Consultado em 24 de setembro de 2017 
  3. a b c d «Américo Marinho | Barreiro». www.cm-barreiro.pt. Consultado em 24 de setembro de 2017 
  4. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Américo Marinho". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 11 de julho de 2019 
  5. «Documentos relativos à concessão de prémio / Representação digital». 1879 / 1964. Arquivo Nacional / Torre do Tombo. Consultado em 18 de julho de 2012. Arquivado do original em 23 de fevereiro de 2014 
  6. «Rua Américo da Silva Marinho». Portugalio. Consultado em 23 de julho de 2012 


  Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.