Aníbal Falcão
Nascimento 1859
Recife
Morte 1900 (41 anos)
Barra Mansa
Nacionalidade Brasil brasileira
Ocupação escritor e político
Constituição brasileira de 1891, página da assinatura de Aníbal Falcão (décima sexta assinatura). Acervo Arquivo Nacional

Anníbal Falcão (1859, Recife, Pernambuco - 1900, Barra Mansa, Rio de Janeiro) foi um escritor e político brasileiro.[1]

Foi um ativo participante das campanhas pela Abolição da Escravatura e no movimento para Proclamação da República do Brasil.[2][3] Eleito como deputado federal em 1890, participou da Assembléia Constituinte de 1891.[4]

É atribuído a ele o libreto escrito com o pseudônimo de Albino Falanca ou Albemo Falanca, que serviu como enredo da ópera Colombo (ópera), do compositor brasileiro, Antônio Carlos Gomes (1836 - 1896), de quem era amigo pessoal.[5]

Referências

  1. Oliveira, Flávio de. «Catálogo de autores brasileiros com a obra em domínio público (mortos entre os séculos XIX e XX)» (pdf). Fundação Biblioteca Nacional. Ministério da Cultura. Consultado em 7 de abril de 2012 
  2. Nabuco, Joaquim (1885). «Campanha abolicionista no Recife: eleições de 1884, discursos de Joaquim Nabuco». Biblioteca Brasiliana Guita e José Midlin 
  3. «Campanha Abolicionista no Recife [Eleições de 1884]» (PDF). www.dominiopublico.gov.br. Senado Federal do Brasil. pp. 9–19 
  4. «Constituição de 1891». www.planalto.gov.br. Palácio do Planalto 
  5. «Antônio Carlos Gomes». www.rubedo.psc.br. Rubedo Revista de Psicologia Junguiana e Cultura. Consultado em 12 de setembro de 2009. Arquivado do original em 17 de abril de 2000  |wayb= e |arquivodata= redundantes (ajuda); |wayb= e |arquivourl= redundantes (ajuda)