Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ana Lilian de la Macorra
Nome completo Ana Lilian de la Macorra
Nascimento 27 de novembro de 1957 (61 anos)
Cidade do México,  México
Nacionalidade mexicana
Ocupação psicóloga, atriz, produtora e escritora
Principais trabalhos El Chavo del Ocho (Chaves)

Ana Lilian de la Macorra (Cidade do México, 27 de novembro de 1957) é uma psicóloga, atriz, produtora e escritora mexicana, que iniciou sua carreira artística trabalhando na produção dos programas Chaves e Chapolin nos anos 70. Depois passou a atuar em Chaves, interpretando a terceira e mais conhecida versão da personagem Paty, a partir de 1978.

CarreiraEditar

Ana Lilian foi assistente de produção do seriado El Chavo del Ocho. Quando os produtores estavam em busca de uma atriz para interpretar a 'namoradinha do Chaves', várias atrizes se candidataram, mas nenhuma conseguia interpretar a personagem. Devido ao seu carisma, beleza e por ser pequena com um rostinho de menina, Ana foi convidada por Roberto Gómez Bolaños para o papel de Paty, mas recusou diversas vezes, alegando que não era atriz e que era muito tímida á frente das câmeras. Chespirito no entanto, a convenceu a aceitar o papel, que originalmente só teria três aparições. No entanto, com a desenvoltura de Ana e a aceitação do público pela personagem, Bolaños continuou escrevendo falas para 'Paty' que apareceu em 25 episódios da série entre 1978 a 1979.

As últimas aparições de Ana foram em alguns esquetes do programa Chespirito, no ano de 1980.

BiografiaEditar

Pouco se sabia do paradeiro de Ana Lilian, mas em 16 de dezembro de 2012 a mesma concedeu uma entrevista ao programa peruano Día D do canal ATV onde contou sobre sua vida. Atualmente, Ana Lilian é casada, tem 2 filhos e trabalha como psicóloga na Cidade do México, tendo escrito diversos artigos em jornais e revistas mexicanas, além de ter escrito dois livros, um deles sobre poesia, outro sobre história de vida com uma perspectiva psicológica. A escritora mantém um site sobre temas de psicologia chamado SerLuna.

Ligações externasEditar