André III da Hungria

André III (em húngaro: Endre; c. 126514 de janeiro de 1301) foi rei da Hungria de 1290 até a sua morte,[1] com a qual extinguiu-se a linhagem masculina da Dinastia de Árpád.[2]

André III da Hungria
Andreu III el Venecià
Nascimento 1265
Veneza
Morte 14 de janeiro de 1301
Buda
Sepultamento Székesfehérvár
Cidadania Reino da Hungria, Hungria
Progenitores
  • Estêvão, o Póstumo
  • Tomasina Morosini
Cônjuge Fenenna of Kuyavia, Inês da Áustria, Rainha da Hungria
Filho(s) Elizabeth of Töss
Ocupação político

Devido ao crescente poder dos senhores feudais húngaros e ao correlato enfraquecimento do poder central, o país afundou em completa anarquia no final dos anos 1290.

Seguiu-se à morte de André um interregno no qual Otão, Duque da Baviera, o futuro Venceslau III da Boêmia e Carlos Roberto de Anjou foram proclamados reis por diferentes facções da nobreza feudal húngara. Por fim, a dinastia angevina logrou consolidar-se no poder e Carlos Roberto (neto de Maria Árpád da Hungria - esta, irmã de Ladislau IV da Hungria - e irmão e herdeiro de Carlos Martel de Anjou) foi reconhecido como rei da Hungria.

André III foi o primeiro rei a convocar uma Dieta na Hungria.

André era neto de André II da Hungria.

Referências

  1. HOLE, Charles (1865). A brief Biographical Dictionary. Compiled and arranged by ... C. H. (em inglês). Londres: Macmillan and Co. p. 22 
  2. Commire, Anne (1994). Historic World Leaders: Europe (L-Z) (em inglês). Farmington Hills: Gale Research Incorporated. p. 1409 

Árvore genealógica da Casa de ArpadesEditar

 Ver artigo principal: Casa de Arpades


Precedido por
Ladislau IV
Rei da Hungria
12901301
Sucedido por
Ladislau V
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre André III da Hungria
  Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.