Arcambaldo VIII de Bourbon

Arcambaldo VIII de Bourbon o Grande (em francês: Archambaud VIII de Bourbon, le Grand; 119723 de Agosto de 1242) foi Senhor de Bourbon entre 1216 e 1242. Foi condestável de França até 1210.Recebeu das mãos do rei Filipe II de França a guarda da nova província de Auvérnia.

Arcambaldo VIII de Bourbon
Nascimento 1189
Morte 21 de julho de 1242
Saintonge
Sepultamento Notre-Dame de Bellaigue
Cidadania Reino da França
Progenitores
Cônjuge Beatrice of Montluçon, Agnes de Mello, Alix Guigone de Forez
Filho(s) Arcambaldo IX de Bourbon, Marie de Bourbon-Dampierre, Margarida de Bourbon, Béatrix (Agnès) de Bourbon
Irmão(s) Guilherme II de Bourbon
Ocupação aristocrata

Arcambaldo VIII e sua esposa Beatriz encontra-se sepultados na Abadia Notre-Dame de Bellaigue.

Relações familiaresEditar

Era filho de Guido II de Dampierre e de Matilde I de Bourbon, Senhora de Bourbon, filha de Arcambaldo VII de Bourbon e de Alice da Borgonha.

Casou com Alice de Forez em 1205 como forma de consolidar a sua posição na Nobreza.[1]

Repudiou a esposa Alice entre 1212 e 1215 e voltou a casar, por volta de 1215, desta vez com Beatriz de Montluçon.

Do seu casamento com Alix de Forez teve:[1]

  1. Margarida de Bourbon e Dampierre (Pamplona, 121011 de Abril de 1256) Rainha de Navarra entre 1211 e 1256 pelo seu casamento com Teobaldo I de Navarra, rei de Navarra;
  2. Maria de Dampierre (1220 —?) casou em 1240 com João I de Dreux, conde de Dreux e de Braine-le-Comte.

Do casamento com Beatriz de Montluçon, teve:[2][1]

  1. Beatriz de Bourbon (12101281) casada com Beraldo de Mercoeur;
  2. Arcambaldo IX de Bourbon (12051249) o Jovem, foi Senhor de Bourbon, Dampierre, Saint-Just e Saint-Dizier. Casou com Iolanda de Châtillon, herdeira do Condado de Nevers. Deste casamento viria a linhagem de Roberto de Clermont (12561317);[3]
  3. Maria de Bourbon (12201274).

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c «POITOU (CENTRAL)». fmg.ac. Consultado em 4 de maio de 2022 
  2. Ancêtres de Jean-François de Billy, selon Histoire de la maison royale de France de Père Anselme, tome III, p. 159
  3. Georges Bordonove, Saint-Louis, coll. les rois qui ont fait la France, éd. Pygmalion, Paris, 1984.