Aresta (geografia)

Em geografia física, uma aresta de uma montanha é um tergo estreito e longo de rocha, quase como uma faca, que normalmente separa dois vales em forma de U e que se forma quando dois glaciares provocam a erosão em paralelo. As arestas também se podem formar quando dois circos glaciares erodem as suas respetivas cabeceiras. A palavra aresta, que provém do latim, usa-se a partir de uma aceção em francês de «arête», que se emprega para designar a espinha de um peixe; nos Alpes, por vezes são descritas com os termos alemães equivalentes de Grat ou Kamm (pente). Em inglês usa-se o termo francês, arête.

Striding Edge, aresta vista de Helvellyn com o circo glacial Red Tarn à esquerda e Nethermost Cove à direita
Crib Goch, em Snowdonia, País de Gales

Em montanhismo esta denominação é muito utilizada, já que muitas rotas alpinas incluem a caminhada por uma ou mais arestas.

CuteloEditar

Um cutelo (em inglês, cleaver) é um tipo de aresta que separa um glaciar em dois, que fluem em paralelo ao tergo. Cleaver deve o seu nome a se parecer com um cutelo de talhante cortando a carne em duas partes. Um cutelo pode ser considerado como análogo a uma ilha num rio. Uma situação muito comum é a de que os dois glaciares de acompanhamento se fundam antes de poder voltar a reunir-se: seguindo a analogia do rio e da ilha, a situação seria a de dois ramos que secariam antes de superar a ilha a jusante, quer seja pela evaporação quer seja pela absorção pelo solo.

A localização de um cutelo é frequentemente um fator importante na escolha de rotas para atravessar os glaciares. Por exemplo, contornando um cutelo por cima ou por baixo de uma montanha pode-se evitar viajar sob um glaciar de neve instável, ou numa área rochosa. Este costuma ser o caso das rotas de verão até ao cume, cujas partes mais baixas se encontra, na vertente sul do monte Rainier: os escaladores atravessam os "planos" do glaciar Ingraham, mas sobem o Disappointment Cleaver e seguem os seus tergos em vez de subir ao perímetro do circo glacial do glaciar Emmons.

ExemplosEditar

Exemplos notáveis de arestas são:

Ver tambémEditar

Referências

O artigo da Wikipédia em inglês cita como referência:
  • Tarbuck, Edward J.; Frederick K. Lutgens (2002). Earth: An Introduction to Physical Geography. Upper Saddle River, New Jersey: Prentice Hall. pp. 341–342. ISBN 0-13-092025-8

Enlaces externosEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aresta (geografia)