Abrir menu principal

Armée des Émigrés

Armée des Émigrés
Armées des émigrés.jpg
Soldados monarquistas na Batalha de Quiberon.
País Royal Standard of the King of France.svg Reino da França
Subordinação Grand Royal Coat of Arms of France.svg Casa de Bourbon
Período de atividade 1792–1814
Lema Montjoie Saint Denis!
História
Guerras/batalhas Guerras revolucionárias francesas
Guerras Napoleônicas
Logística
Efetivo 20 000
Insígnias
Estandarte Real Drapeau du royaume de France.png
Comando
Comandante Louis Joseph

O Armée des Émigrés (em português: "Exército dos Emigrantes") foi um exército contra-revolucionário erguido fora da França e formado por emigrantes lealistas que visavam reverter a Revolução Francesa, reconquistar seu país e restaurar os Bourbons no trono como reis da França. Eles eram apoiados por monarquistas dentro do território francês, como os de Chouan, e recebiam apoio de nações aliadas, como a Grã-Bretanha. Eles lutaram em diversas batalhas, como, por exemplo, nos cercos de Lyon e de Toulon.[1][2]

Eles eram formados principalmente por:

  • voluntários nobres, descendentes da Casa Real ou não, que emigraram da França
  • tropas erguidas dentre a população camponesa, subsidiadas por outras monarquias europeias ou pelos próprios nobres
  • unidades do exército francês que também emigraram, como o 4º Regimento Hussar

Mesmo Napoleão I afirmou: "De fato, eles são pagos por nossos inimigos, mas eles são ou deveriam ser ligados a causa do seu rei. A França deu morte à sua ação e lágrimas à sua coragem. Toda devoção é heroica".[carece de fontes?]

Referências

  1. Antoine de Saint-Gervais, Histoire des émigrés français, depuis 1789, jusqu'en 1828, tome troisième, link
  2. Vicomte Grouvel, Les corps de troupe de l'émigration française, 1789-1815, Paris, La Sabretache, "Service de la Grande-Bretagne et des Pays-Bas", 1958