Abrir menu principal

Arnold Fabián Peralta Sosa, conhecido somente como Arnold Peralta (La Ceiba, 29 de março de 1989 - 10 de dezembro de 2015), foi um futebolista hondurenho que atuou como meia.

Arnold Peralta
Arnold Peralta
Peralta com a camisa do Rangers.
Informações pessoais
Nome completo Arnold Fabián Peralta Sosa
Data de nasc. 29 de março de 1989
Local de nasc. La Ceiba, Honduras
Falecido em 10 de dezembro de 2015 (26 anos)
Local da morte La Ceiba, Honduras
Altura 1,73 m
Apelido Destazador, Arnie
Informações profissionais
Posição Lateral-direito/Meio-campista
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2008–2013
2013–2015
2015
Honduras Vida
Escócia Rangers
Honduras Olimpia
76 (1)
21 (1)
23 (2)
Seleção nacional
2009
2010–2011
2011–2012
2011–2015
Flag of Honduras.svg Honduras Sub-20
Flag of Honduras.svg Honduras Sub-21
Flag of Honduras.svg Honduras Sub-23
Flag of Honduras.svg Honduras
3 (1)
2 (0)
9 (0)
24 (0)

Índice

CarreiraEditar

Iniciou sua carreira no Vida, em 2008, atuando em 76 partidas até 2013, marcando apenas um gol.

Em julho de 2013, assinou com o Rangers, que na época disputava a Terceira Divisão escocesa, declinando propostas do León (México) e de clubes da Major League Soccer. Contratado por 4 anos, o meio-campista jogou apenas 21 partidas e deixou a equipe em consenso mútuo em janeiro de 2015.

Rejeitou uma proposta de contrato do Shakhter Karagandy, preferindo voltar a seu país natal, agora para defender o Olimpia, atuando em 23 jogos e marcando 2 gols. Suas características eram: boa marcação, velocidade e força em seus chutes, que o tornaram um dos melhores laterais do futebol hondurenho.

Seleção HondurenhaEditar

Foi convocado para defender Honduras na Copa do Mundo FIFA de 2014,[1] mas logo após foi cortado devido uma lesão. Pelos "Catrachos", Peralta jogou 24 partidas, não tendo marcado nenhum gol.

Em novembro de 2013, envolveu-se numa polêmica com o atacante brasileiro Neymar, que reclamou da marcação hondurenha no amistoso entre as 2 seleções, e brincou ao dizer que havia saído "vivo" da partida. Em resposta, Peralta acusou o jogador do Barcelona de exagerar quando sofria faltas.

"É um jogador polêmico que todos conhecemos porque não pode tocar nele. Com qualquer encontro, ele vai ao solo e os árbitros marcam. É um jogador que faz teatro 100% das vezes e que joga para os torcedores, não para o seu time".

Arnold Peralta, acusando Neymar de "fazer teatro" nas faltas que sofria

MorteEditar

Em 10 de dezembro de 2015, Peralta foi assassinado com um tiro na cabeça em frente ao Hospital Vicente D´Anthony, em La Ceiba.[2][3] O tiro foi disparado por um rapaz que pilotava uma moto, e fugiu logo em seguida. Ele havia sido convocado por Jorge Luis Pinto para o jogo amistoso entre Honduras e Cuba. Existe a suspeita de que o crime teria sido um acerto de contas.

TítulosEditar

Rangers

Referências

  1. «Honduras divulga convocação oficial para a Copa do Mundo». Consultado em 8 de maio de 2014 
  2. «Jogador da seleção de Honduras morre ao levar um tiro, diz jornal». UOL Esporte. 10 de dezembro de 2015. Consultado em 10 de dezembro de 2015 
  3. «Jogador da seleção de Honduras que chamou Neymar de 'ator' é assassinado». ESPN.com.br. 10 de dezembro de 2015. Consultado em 10 de dezembro de 2015 

Ligações externasEditar