Associação Brasileira de Autismo

A Associação Brasileira de Autismo (Abra) é uma organização não-governamental (ONG),[1] fundada em Belo Horizonte em outubro de 1988. É notória por ter sido a primeira associação de autismo de abrangência nacional fundada no Brasil.[2][3]

Associação Brasileira de Autismo
Tipo Organização não-governamental (ONG)
Fundação 9 de outubro de 1988
Línguas oficiais Português
Sítio oficial Autismo.org.br

Fundada como uma estratégia de reunir as associações e instituições de autismo de caráter regional que existiam no Brasil durante a década de 1980, a organização reuniu membros da Associação de Amigos do Autista (de SP), a Associação Terapêutica Educacional para Crianças Autistas (do DF), além de outras organizações de estados como Sergipe e Rio de Janeiro. Apesar de ser fundada em Belo Horizonte, a associação teve sua sede alterada várias vezes, conforme a moradia da figura que cumpre o mandato de presidente.[2][4][5][6]

Por anos, a Abra fez parte de vários conselhos ligados ao Governo Federal como a única associação de autismo representante, como o Conselho Nacional de Saúde,[7] além de estabelecer conexões com ministérios de várias presidências.[8][9]

Ver também

editar

Referências

  1. «Igual, mas diferente». Folha de S.Paulo. Consultado em 26 de abril de 2021 
  2. a b Lopes, Bruna Alves (18 de junho de 2019). Não Existe Mãe-Geladeira Uma análise feminista da construção do ativismo de mães de autistas no Brasil (1940-2019) (Tese). Universidade Estadual de Ponta Grossa. Consultado em 27 de dezembro de 2020 
  3. «Deusina Lopes da Cruz». Pioneiros. Consultado em 9 de abril de 2023 
  4. «História e atuação». Associação Brasileira de Autismo. Consultado em 9 de abril de 2023. Arquivado do original em 13 de março de 2019 
  5. Pedrosa, Débora Helen Alves; Santiago, Débora Maiara Gonçalves. «O Transtorno do Espectro Autista (TEA) e a inclusão escolar» (PDF) 
  6. Melo, Ana Maria; Ho, Helena; Dias, Inês; Andrade, Meca (2013). Retratos do autismo no Brasil (PDF). São Paulo: AMA. ISBN 9788566629002. Consultado em 31 de janeiro de 2021 
  7. «18_abr_saude_mais_dez.pdf» (PDF). Governo Federal. Consultado em 9 de abril de 2023 
  8. «Ministério da Saúde lança política de atendimento à criança autista». Crescer. Consultado em 9 de abril de 2023 
  9. Oliveira, Bruno Diniz; Feldman, Clara (2017). «Políticas para o autismo no Brasil: entre a atenção psicossocial e a reabilitação» 
  Este artigo sobre organizações é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.