Atalaia de Candaira

Atalaia de Candaira
Atalaia de Candaira 04.jpg
Mapa de Portugal - Distritos plain.png
Construção ()
Estilo
Conservação
Homologação
(IGESPAR)
IIP
(DL 29/90 de 17 de Julho de 1990)
Aberto ao público
Site IHRU, SIPA2256
Site IGESPAR74429

A Atalaia de Candaira (ou da Candaira) localiza-se na freguesia de Baçal, concelho e distrito de Bragança, em Portugal.

Erguida em posição dominante sobre uma colina, próxima ao rio Sabor, de seu sítio avista-se o Castelo de Bragança.

HistóriaEditar

Foi erguida durante a Idade Média, possivelmente entre o século XIII e o XIV, com a função de atalaia (vigia), para complemento da defesa da cidade de Bragança pelo setor Norte.

Na Idade Moderna teria sido reforçada com uma cerca envolvente e dois fossos, um pelo interior e outro pelo exterior.

Com a perda da sua função defensiva, foi abandonada, caindo em ruínas ao longo dos séculos.

No século XX em seu interior foi implantado um marco geodésico. Encontra-se classificada como Imóvel de Interesse Público por Decreto publicado em 17 de Julho de 1990.[1]

Atualmente permanece em ruínas, coberta pela vegetação, sem um programa de estudos ou de recuperação.

CaracterísticasEditar

Estrutura militar de reduzidas dimensões, apresenta planta quadrada, com uma cerca de quarenta metros de lado, em pedra de xisto argamassada com barro. É rodeada por um fosso exterior e por outro, interior.

Referências

  1. «Pesquisa de Património: Atalaia de Candaira». igespar.pt. Consultado em 12 de outubro de 2011 

BibliografiaEditar

  • LOPO, Albino dos Santos Pereira. Bragança e Benquerença. Lisboa, 1983.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar