Avenida Rio Branco (São Paulo)

Avenida Rio Branco (São Paulo)
Nomes anteriores Alameda dos Bambus
Extensão 1.830 m
Início Largo do Paiçandu, 95
Subprefeitura(s)
Distrito(s) Santa Cecília e República
Bairro(s) Campos Elísios e Santa Ifigênia
Fim Viaduto Engenheiro Orlando Murgel

A avenida Rio Branco é um importante logradouro do centro da cidade de São Paulo. Atualmente, tem início no Largo do Paiçandu e termina na Rua Dr. Elias Chaves.

Cronologia de um nomeEditar

No século XIX (por volta de 1860), essa avenida era uma trilha conhecida como "Alameda dos Bambus".[1]

Com o tempo passou a ser chamada "Rua dos Bambus" e depois, passou a ter dois nomes em sua extensão: Alameda dos Bambus e Rua Visconde do Rio Branco (homenagem a José Maria da Silva Paranhos, estadista, diplomata, militar, pai do Barão de Rio Branco) e posteriormente, Rua Visconde de Rio Branco e Alameda Barão de Rio Branco (homenagem a José Maria da Silva Paranhos Júnior, patrono da diplomacia brasileira).[2]

A mudança de nomes e as homenagens ao pai, Visconde do Rio Branco e depois ao filho, Barão do Rio Branco, ficam evidentes a partir das leis, ato e plantas da cidade de São Paulo de períodos diversos.

Na Planta da Cidade de São Paulo de 1881, aparece o nome Rua dos Bambus, com início no Largo do Paysandú e até encontrar a Alameda Glete, pois não há continuidade do traçado.[3]

Na Planta Geral da Capital de São Paulo, de 1897, a avenida aparece com dois nomes em sua extensão: como Rua Visconde do Rio Branco, do início no Largo do Paysandú até o cruzamento com a Rua Duque de Caxias, quando aparece como Alameda dos Bambus.[4]

Na Planta Geral da Cidade de São Paulo, de 1905, aparece ainda como Alameda dos Bambus e Visconde do Rio Branco.

A Lei 1033 de 07 de agosto de 1907 denomina a antiga Alameda dos Bambus como Alameda Barão do Rio Branco.[5]

O Ato 972, de 24 de agosto de 1916 oficializava as ruas, avenidas e praças e respectivos nomes, de acordo com a Planta da Cidade de São Paulo, de 1916[6], que trazia os nomes de Alameda Barão do Rio Branco e Rua Visconde do Rio Branco.[6][7]

A Lei 4068, de 31 de dezembro de 1954, passa a denominar como Avenida Rio Branco toda a extensão das antigas Rua Visconde do Rio Branco e Alameda Barão do Rio Branco.[8]

Ver tambémEditar

Referências