Abrir menu principal

Aventureiros da Matriz

Aventureiros da Matriz foi uma escola de samba do Rio de Janeiro.

HistóriaEditar

A agremiação se localizava no Morro da Matriz, no Engenho Novo.[1]

Esteve presente no segundo desfile de escolas de samba, em 1933, quando não teve sua classificação divulgada.[2][3]

Depois disso, só participou dos desfiles oficiais novamente em 1951, quando foi a quinta colocada pela UGESB.[4] Estava no Grupo Principal em 1952, mas naquele ano o concurso foi cancelado. No ano seguinte, foi a 20ª colocada entre 26 escolas.[5] Em 1954 foi a 18ª colocada e acabou rebaixada, tendo sido este seu último desfile.

A agremiação teve o sambista Ed Miranda Rosa entre seus integrantes.[6]

Referências

  1. Samba na Intendente (24 de fevereiro de 2016). «É o Engenho Novo e o Sampaio Resgatando suas Tradições no Carnaval Carioca». Consultado em 6 de maio de 2016. Cópia arquivada em 6 de maio de 2016 
  2. Portal Academia do Samba. «1933». Consultado em 26 de abril de 2010 
  3. Galeria do Samba. «Carnaval de 1933 - Resultado». Galeria do Samba. Consultado em 29 de setembro de 2014 
  4. Galeria do Samba. «Carnaval de 1951 - Resultados». Consultado em 12 de abril de 2015. Cópia arquivada em 12 de abril de 2015 
  5. Galeria do Samba. «Carnaval de 1953 - Resultado». Consultado em 25 de maio de 2013. Cópia arquivada em 13 de abril de 2015 
  6. Alerj (4 de agosto de 2003). «Projeto de Resolução Nº 284/2003». Consultado em 6 de maio de 2016 
  Este artigo sobre carnaval, integrado ao Projeto Carnaval é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.