Bank Leumi

Bank Leumi (em hebraico: בנק לאומי‎‎, lit. Banco Nacional) é um banco comercial israelense, sediado em Telavive.

Sede histórica do Bank Leumi em Jerusalém.

O banco foi fundado em 27 de Fevereiro de 1902, em Jafa, como Anglo Palestine Company subsidiário da Jewish Colonial Trust (Jüdische Kolonialbank) Limited[1]

Hoje em dia o Bank Leumi tem filiais no Luxembourgo, nos EUA, na Suíça, no Reino Unido, no México, no Uruguai, na Roménia e na China.

Embora o banco tenha sido nacionalizado em 1981, o Governo de Israel só detém 14,8% das ações (em Junho de 2006). Os maiores acionistas do banco até à data são Shlomo Eliyahu e Branea Invest, que controlam 10% das ações cada um.

Cerca de 60% das ações do banco são detidas pelo público e são nogociadas na Tel Aviv Stock Exchange.

HistóriaEditar

Jewish Colonial Trust (Jüdische Kolonialbank) Limited, antecessor ao presente Bank Leumi foi fundado no 2º Congresso Sionista e incorporado em Londres em 1899 como instrumento financeiro da Organização Sionista.

O capital inicial subiu até às £395 000 (trezentas e noventa e cinco mil libras) que ficou muito além do objetivo de 8 milhões de libras

As atividades do banco na Palestina foram realizadas pelo Banco Anglo-Palestino, um subsidiário formado em 1902.

Após a Primeira Guerra Mundial, as operações do banco expandiram. Em 1932, o ramo principal mudou-se de Jafa para Jerusalém

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Banco Anglo-Palestino financiou as indústrias que fabricavam armamento para o exército britânico. Após a fundação do estado de Israel, o banco venceu a concessão para emitir notas.

Em 1950, o banco foi renomeado Banco Leumi Le-Israel (Banco Nacional de Israel). Quando o Banco de Israel foi estabelecido em 1954, o Bank Leumi tornou-se um banco comercial.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Bio da Companhia». Consultado em 2 de maio de 2017 

Ligações externasEditar