Bar Don Juan

Bar Don Juan é o quarto romance do escritor brasileiro Antônio Callado publicado em 1971.

Bar Don Juan
Autor(es) Antônio Callado
Idioma português
País  Brasil
Gênero Romance
Localização espacial Corumbá
Lançamento 1971
Edição portuguesa
Editora Bertrand
Lançamento 1976
Cronologia
Quarup (1967)
Reflexos do Baile (1976)

Em Bar Don Juan as personagens desenvolvem um intenso debate em torno de temas relacionados com a realidade histórica brasileira: a violência do Estado, a revolução, o papel dos intelectuais, a actuação da classe popular, os senhores do poder[1].

EnredoEditar

O romance Bar Don Juan conta a derrota da esquerda face à Ditadura Militar, quando um punhado de militantes pretendeu unir a arma da crítica e a crítica das armas.

EstruturaEditar

O romance divide-se em três partes[2]:

  1. constituída por cinco capítulos, que servem para a apresentação das personagens que pretendem empenhar-se na luta armada contra a ditadura militar
  2. tem quatro capítulos, cuja acção decorre no Estado de Mato Grosso do Sul, ponto de encontro fixado pelos guerrilheiros brasileiros e o grupo de Ernesto Che Guevara;
  3. possui somente três capítulos, nos quais os sobreviventes do embate com a repressão brasileira passam a reflectir sobre esse desastre e em que, após momentos de solidão, frustração e isolamento, na imensa noite brasileira, alguns deles ressurgem, como se ainda houvesse uma ténue esperança no futuro

Referências

  1. Silva, Maria da Conceição dos Santos (2007). Quando o escritor toma partido: ficção e história em Bar Don Juan, Tese de mestrado em Estudos Românicos apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
  2. Silva, Maria da Conceição dos Santos (2007). Quando o escritor toma partido: ficção e história em Bar Don Juan, pág. 65, Tese de mestrado em Estudos Românicos apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.