Barco de Gokstad

Barco de Gokstad
Barco exposto em Oslo
Carreira
Construção ca. 900
Características gerais
Deslocamento 30 toneladas
Comprimento 24 metros
Profundidade 1,70 metros

O barco de Gokstad ou Gocstádio (em norueguês: Gokstadskipet) é um barco víquingue datado do ano 900, achado em 1880, em Gokstad, localidade de Sandefjord, no sudeste da Noruega. Tem comprimento de 24 metros, largura de 5 metros, profundidade de 1,70 metros e um deslocamento de 30 toneladas. Quando foi escavado, estava bem conservado e continha um rico espólio funerário. Está exposto ao público no Museu dos barcos viquingues de Oslo, juntamente com o barco de Oseberga. [1][2][3][4]

Referências

  1. Miranda 2007, p. 329.
  2. Stylegar 2018.
  3. Pablo Gomes de Miranda. «Os Fiordes e as Serpentes: definindo espaços guerreiros na saga de Óláf Tryggvason». Consultado em 4 de janeiro de 2020. ... os achados do navio funerário de Oseberg e Gokstad achados no Vestfold, Noruega, 1904 e 1880, respectivamente... 
  4. William Carmo Cesar. «Galeras, galeaças e galeotas: uma tradição mediterrânea». Consultado em 4 de janeiro de 2020. Em Oslo, dois exemplares de drácar, originais do século IX, estão expostos no Museu Viking, o Gokstad e o Oseberg, sendo este o mais perfeito e completo existente na Noruega. 

BibliografiaEditar