Abrir menu principal
Barnabas Sibusiso Dlamini
Primeiro-ministro da Suazilândia
Período 23 de outubro de 20084 de setembro de 2018
Antecessor Bheki Dlamini
Sucessor Vincent Mhlanga (interino)
Primeiro-ministro da Suazilândia
Período 26 de julho de 199629 de setembro de 2003.
Antecessor Sishayi Nxumalo
Sucessor Paul Shabangu
Dados pessoais
Nascimento 15 de maio de 1942 (77 anos)
Suazilândia
Morte 28 de setembro de 2018
Profissão político

Barnabas Sibusiso Dlamini (15 de maio de 194228 de setembro de 2018)[1] foi primeiro-ministro da Suazilândia em dois mandatos, tendo sido o primeiro entre 1996 e 2003 e o segundo que durou de 2008 a 2018.[2]

Antes, Dlamini também foi ministro das finanças do país, entre 1984 e 1993 e ainda diretor-executivo do Fundo Monetário Internacional (conhecido pela sigla FMI). Em 2003, após deixar pela primeira vez o cargo de primeiro-ministro, tornou-se conselheiro do rei Mswati III.[2][3]

Índice

Vida pessoalEditar

Dlamini matrimoniou-se três vezes. Sua primeira esposa foi Jane Gezephi Matsebula, com quem se casou 26 de junho de 1970 e que morreu 14 de dezembro de 2012 de insuficiência renal. Em 15 de março de 2014, ele se casou com a Pastora Joy Nonjabulo Gladness Maziya. No entanto, Dlamini pediu o divórcio pouco mais de dois anos depois, em 1 de abril de 2016.[4]

Em novembro de 2017, ele se casou com Gugu Primrose Simelane, uma professora por profissão. Na época, Simelane era assistente do diretor da Escola Primária Nazarena de Siweni. Poucos meses depois de se casar com Dlamini, ela foi promovida a diretora da Escola Primária de Ngwenya.[5]

MorteEditar

Dlamini viajou para Taiwan e África do Sul, em 2017, para realizar exames médicos. Ele foi internado em uma unidade de terapia intensiva em abril de 2018, na cidade de Mbabane.[6] Faleceu em 28 de setembro de 2018, menos de um mês depois de deixar o posto de primeiro-ministro, aos 76 anos de idade, por razões naturais.[7]

Ver tambémEditar

Referências

  1. AFP (29 de setembro de 2018). «Prime Minister Dlamini of eSwatini dies». Daily Mail Online (em inglês). Consultado em 14 de outubro de 2018 
  2. a b AFP (16 de outubro de 2008). «AFP: Swazi king names staunch royalist as prime minister». Google News (salvo em archive.li). Consultado em 2 de maio de 2012 
  3. «Présidence de la Commission de l'UA: Après Konaré, qui?». lefaso.net (em francês). 9 de janeiro de 2008. Consultado em 2 de maio de 2012 
  4. Sukati, Sibongile; Ndzimandze, Mbongiseni (7 de abril de 2016). «PM DIVORCING WIFE JOY». www.times.co.sz (em inglês). Times of Swaziland. Consultado em 12 de junho de 2019 
  5. Dlamini, Bongiwe (12 de outubro de 2017). «PRIMROSE STORY: IT'S BEEN A CLOSELY GUARDED SECRET». www.times.co.sz (em inglês). Times of Swaziland. Consultado em 12 de junho de 2019 
  6. Hlatshwayo, Sithembile (26 de abril de 2018). «PM SICK, ADMITTED TO ICU». www.times.co.sz (em inglês). Times of Swaziland. Consultado em 12 de junho de 2019 
  7. AFP (29 de setembro de 2018). «Prime Minister Dlamini of eSwatini dies». www.yahoo.com (em inglês). YAHOO!. Consultado em 12 de junho de 2019 

Ligações externasEditar