Abrir menu principal
Barra do Mamanguape
  Distrito do Brasil  
Estado  Paraíba
Município Mamanguape (Microrregião do Litoral Norte)
Criado em 10 de dezembro de 1963 (55 anos)
A região é coberta de extenso coqueiral

Barra do Mamanguape é um distrito da cidade de Rio Tinto, no litoral do estado brasileiro da Paraíba.

Índice

HistóriaEditar

Anteriormente à sua criação, a região era terreno de caça e pesca dos índios potiguaras e de populações ribeirinhas, tornando-se oficialmente distrito pela lei estadual nº 3117, de 10 de dezembro de 1963. Parte dessa área é uma reserva extrativista marinha criada pelo decreto-lei nº 924 de 10 de setembro de 1993.[1]

No livro Subsídios para a história marítima do Brasil, de 1938, há a seguinte citação sobre a área da foz do Mamanguape:

Por causa de temporal, o barco brasileiro «Simpatia» naufragou na Barra do Mamanguape em 1916.[2]

Importância ecológicaEditar

Com o intuito de proteger o peixe-boi-marinho e o ecossistema de manguezal, foi criada em 1993 a Área de Proteção Ambiental da Barra do Rio Mamanguape. Sobretudo por causa da caça indiscriminada, essa espécie é hoje o mamífero aquático mais ameaçado de extinção no Brasil.[3] A área foi identificada como a principal área de ocorrência do peixe-boi marinho da costa brasileira.[4]

O recife arenítico de Barra do Mamanguape é um dos mais importantes do Brasil, estendendo-se até o município de Baía da Traição.[5] Na baixa-mar, eleva-se de dois a dois metros e meio sobre as águas.[5]

Referências

  1. Adm. do sítio web (2012). «APA da Barra do Mamanguape». ICMBio. Consultado em 20 de julho de 2017 
  2. Divisão de história marítima, Serviço de Documentação Geral da Marinha do Brasil (1938). Subsídios para a história marítima do Brasil. [S.l.]: Impr. Naval 
  3. Da redação (1 de abril de 2015). «Esforço internacional busca recuperar o peixe-boi marinho». Portal Brasil.Gov. Consultado em 20 de julho de 2017 
  4. CALDAS, Sérgio Túlio; CANDISANI, Luciano Candisani; LIMA, Régis Pinto de. Peixe-boi: a história da conservação de um mamífero brasileiro. [S.l.]: Petrobras, 2001. 129 páginas 
  5. a b Escola Superior de Agricultura de Mossoró, Coordenadoria de Estudo do Problemas Brasileiros (1978). Geologia do Brasil. [S.l.: s.n.] 813 páginas 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.