Abrir menu principal
Barragem do Caldeirão
Serra da Estrela (21902429274).jpg
Localização
Município Guarda, Guarda
Bacia hidrográfica Mondego
Rio Ribeira do Caldeirão
Coordenadas 40°31'53.886"N, 7°19'46.744"W
Dados gerais
Uso Abastecimento, Energia
Data de inauguração 1993
Dados da barragem
Tipo Betão, Arco
Altura 39 m
Cota de coroamento 707,1 m
Fundação Xisto e Granito
Dados da albufeira
Capacidade total 5,52 Mio. m³
Capacidade útil 3,47 Mio. m³
Pleno armazenamento 702 m

A barragem do Caldeirão localiza-se no concelho de Guarda, distrito de Guarda, Portugal. Situa-se na ribeira do Caldeirão. O projecto de construção foi feito em 1988 e a barragem foi inaugurada em 1993. Tem como objectivo o abastecimento de água e a produção de energia.[1]

Índice

BarragemEditar

É uma barragem em arco em betão. Possui uma altura de 39 m acima da fundação e um comprimento de coroamento de 122 m. O volume de betão é de 26.000 m³. Possui uma capacidade de descarga máxima de 242 m³/s.[1]

AlbufeiraEditar

A albufeira da barragem apresenta uma superfície inundável ao NPA (Nível Pleno de Armazenamento) de 0,66 km² e tem uma capacidade total de 5,52 Mio. m³ (capacidade útil de 3,47 Mio. m³). As cotas de água na albufeira são: NPA de 702 metros, NMC (Nível Máximo de Cheia) de 703,7 metros e NME (Nível Mínimo de Exploração) de ... metros.[1]

Central hidroeléctricaEditar

A central hidroeléctrica é constituída por um grupo Francis com uma potência total instalada de 32 (o 40)[2][3] MW. A energia produzida em média por ano é de 45 (48,7[2] o 50[4]) MW.[1]

A potência nominal da turbina é de 41,4 MW, a potência aparente nominal do alternador é de 40 MVA. A queda bruta mínima é de 185,4 m e a queda bruta máxima 193 m. O caudal máximo turbinável é de 26 m³/s.[2]

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Barragem do Caldeirão

Referências

  1. a b c d Comissão Nacional Portuguesa das Grandes Barragens. «BARRAGEM DO CALDEIRÃO». Consultado em 3 de Janeiro de 2015 
  2. a b c EDP. «Caldeirão Informação Técnica». Consultado em 3 de Janeiro de 2015 
  3. EDP. «DECLARAÇÃO AMBIENTAL 2012» (PDF). pp. 42–43 (40–41). Consultado em 3 de Janeiro de 2015 
  4. Rede Eléctrica Nacional, S.A. (REN). «Hidroelectricidade em Portugal memória e desafio» (PDF). pp. 30 (28). Consultado em 3 de Janeiro de 2015 
  Este artigo sobre Hidrografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.